Saúde reivindica ao estado criação de centro especializado em diagnóstico

    Projeto objetiva melhor atendimento na realização de exames por imagem

    262
    Secretário estadual de saúde recebe comitiva tatuiana em São Paulo (foto: AI Prefeitura)
    Publicidade
    Siltec

    A Secretária Municipal de Saúde busca apoio do governo do estado para a implantação de um AME Diagnóstico (Centro Especializado em Diagnósticos) em Tatuí. O projeto inédito, criado pela pasta, visa garantir melhor atendimento na realização de exames por imagem no município.

    Na terça-feira, 8, a prefeita Maria José Vieira de Camargo esteve em São Paulo, junto com a deputada estadual Damaris Moura, a secretária municipal da Saúde, enfermeira Tirza Luiza de Melo Meira Martins, e a farmacêutica Kátia de Campos Abuchaim, em reunião com o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann.

    De acordo com Tirza, além de levar o pedido de instalação da unidade, durante o encontro, foi apresentado ao secretário um amplo relatório, com informações detalhadas sobre como o município oferece os serviços de diagnóstico por imagem atualmente.

    Os AMEs são unidades que oferecem consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando mais rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes. Contudo, em Tatuí, o atendimento seria diferente do modelo tradicional.

    Tirza explica que o projeto municipal prevê uma unidade responsável pelos procedimentos médicos com finalidade diagnóstica, tais como: análises clínicas, radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, endoscopia, ressonância magnética e anatomia patológica e citopatológica.

    Publicidade
    Siltec

    Segundo a secretária, o município já tem atendimento médico especializado, disponível no Cemem (Centro Municipal de Especialidades Médica) “Dr. Jamil Sallum”, e uma unidade voltada à realização de exames de imagem, “complementaria o trabalho já realizado pela saúde”.

    “No Cemem, nós temos o atendimento de média complexidade, que, além das consultas, realiza pequenas cirurgias. Ali, são realizados, em média, 94 mil atendimentos por ano, e é dali que vem grande parte da nossa demanda por exames”, argumentou a secretária.

    Conforme relatório da pasta, o volume de atendimento para exames de imagem atinge média de 10 mil diagnósticos por mês e 120 mil por ano no município.

    O serviço, atualmente, é prestado de forma terceirizada por empresas privadas e unidades do SUS (Sistema único de Saúde) em cidades da região, por meio da PPI (Programação Pactuada Integrada).

    A secretária afirma que, com a criação do novo centro especializado, uma das intenções também é reduzir as despesas da prefeitura. Ela não precisou o valor gasto pelo órgão com exames, mas salientou que, com o AME, também haveria maior investimento do estado.

    “Com uma unidade especializada aqui, reduziríamos os gastos com transporte de pacientes que precisam fazer exames em cidades da região e, também, as despesas pagas às clínicas particulares, além de conseguir mais recursos por meio do governo”, explicou.

    Tirza destaca que, com uma unidade AME Diagnóstico na cidade, seria possível aumentar a quantidade de exames disponibilizados, além de ofertar mais vagas, reduzir a fila de espera e ter mais rapidez na entrega dos resultados.

    A secretária ainda salienta que a unidade pleiteada atenderia Tatuí e outros 12 municípios, que integram a microrregião de Itapetininga.

    “Nós apresentamos o projeto e o secretário ficou de analisar a possibilidade da implementação. Caso nós sejamos contemplados com uma unidade AME, sendo financiada pelo estado, poderíamos atender 12 municípios além de Tatuí. Isso ajudaria muito”, acrescentou Tirza.

    A enfermeira ainda cita como parte da estrutura do sistema de atendimento em saúde as 17 unidades básicas existentes – entre ESF (Estratégia Saúde da Família) e unidades no modelo tradicional – e mais 18 unidades na atenção especializada, além da Santa Casa de Misericórdia e da UPA (unidade de pronto atendimento), que está em construção.

    “Somos uma cidade que receberia muito bem um AME Diagnóstico. Nós quisemos mostrar isso à Secretaria Estadual, e eles foram muito receptivos. Agora, vamos estar em contato, conversando, levando nossos relatórios e cobrando a possibilidade da execução deste projeto”, completou a secretária.

    Por meio de nota à imprensa, a prefeita Maria José frisou que a instalação do AME Diagnóstico pode representar “um avanço importante para o município, e o primeiro passo foi dado para conquistar a unidade”.

    “O secretário se mostrou sensível ao nosso pedido e irá analisar com sua equipe de trabalho. Unindo forças, temos a certeza que podemos atingir nosso objetivo, que é melhorar ainda mais o atendimento de saúde em Tatuí”, concluiu a prefeita.

    Publicidade
    Siltec

    DEIXE UMA RESPOSTA

    entre com sua mensagem
    entre com seu nome