Recanto do Bom Velhinho realizará primeira festa em prol da entidade

    Evento será em comemoração ao aniversário do asilo e ao Mês do Idoso

    1319
    Instituição atende 50 idosos entre homens e mulheres (foto: divulgação)
    Publicidade
    Siltec
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo

    Uma comissão formada a partir de voluntários está trabalhando na programação e organização da Festa do Bom Velhinho, que deverá ser realizada no final do mês de outubro, em prol ao Recanto do Bom Velinho Vale da Lua. Esta é a primeira ação beneficente realizada pela instituição para a arrecadação de fundos à entidade.

    Com atrações musicais, praça de alimentação formada por barracas de doces e salgados, bebidas e tendas de brincadeiras, o Recanto pretende arrecadar recursos para revertê-los na ampliação e reforma da cozinha da instituição, além da aquisição de itens de primeiras necessidades, como medicamentos e fraudas, que serão destinados aos assistidos.

    Conforme a presidente do RBV, Ana Aparecida de Lima Santos, para a realização do evento, a entidade conta com a colaboração de voluntários, grupos religiosos, amigos, clubes de serviço, empresas e comércios. Mais de 15 coletivos diferentes se mobilizam para o evento.

    “Sempre tivemos vontade de fazer esta festa, mas nunca tivemos mão de obra para trabalhar e, agora, apareceram algumas pessoas querendo dar apoio. São voluntários que acabaram se juntando a outros e estão nos ajudando muito”, comentou.

    Os preparativos para o evento tiveram início há mais de três meses e, segundo a assistente social Claudia Fagundes, a comissão escolheu a data pensando em comemorar, com a festa, o Mês do Idoso, celebrado em outubro, e, ainda, o aniversário de fundação do RBV, que nesta quinta-feira, completa 28 anos.

    Publicidade
    Anglo
    Siltec
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra

    A festa está agendada para o dia 27, sábado, das 17h às 23h, na Concha Acústica. As barracas servirão lanche de pernil, bolinho de frango, batata frita, pastel, pizza, churrasco, doces, cachorro-quente, frango frito, polenta frita e outras opções doces e salgadas.

    “A princípio, a ideia era fazer umas quatro barraquinhas e, agora, já temos umas 18 confirmadas. Como a maioria já conhece o nosso trabalho, eles foram aderindo à ideia”, comentou Cláudia.

    A assistente social ressalta que a instituição nunca fez esse tipo de evento. “Existem jantares do Lions e do Rotary e de outras entidades que são revertidos para a entidade, contudo, esta é a primeira festa que a instituição vai fazer”, declarou.

    Para a realização do evento, a entidade conta com doações. Os clubes de serviços – que vão ficar responsáveis pelas vendas durante a festa – e o Recanto estão arrecadando alimentos e ingredientes a serem usados na confecção dos bolinhos e lanches.

    Quem quiser doar pode entrar em contato com o Recanto Bom Velhinho pelo telefone 3251-2669, ou pessoalmente, na sede, à rua Professor Ari de Almeida Sinisgalli, 235, Vale da Lua.

    Ana reforça que a intenção da entidade é fazer com a festa se torne tradicional, assim como os eventos de outras instituições realizados no município.

    “Será a primeira de muitas, se Deus quiser. Esperamos que a renda seja suficiente para cobrir os gastos com a reforma e que sobre um pouco para outras despesas. Se der certo, vamos continuar fazendo este evento todos os anos, para torná-lo tradicional”, ressaltou a presidente.

    Cláudia ainda frisou que a entidade está pedindo doações de materiais de construção para reduzir os gastos com a reforma da cozinha. “O valor estimado da obra ainda não foi calculado, mas sabemos que vai ficar caro, e, como sobrevimos de doações, toda ajuda é bem-vinda”, disse ela.

    Ainda segundo a assistente social, duas construtoras devem entregar o orçamento da obra até o final desta semana. O projeto da reforma foi criado pela arquiteta Veridiana Petineli, também de forma voluntária, contemplando as exigências da Vigilância Sanitária e adaptações exigidas por lei.

    Atualmente, a entidade conta com duas alas, uma masculina e outra feminina, ambas com dormitórios e banheiros. É uma instituição filantrópica, que iniciou os trabalhos em 1989, por Maria Benedita Garcia Bueno.

    O Recanto abriga 50 idosos, que seguem o “planejamento da casa”. Como conta a assistente social, “a rotina” consiste em: café da manhã, às 7h; banho, almoço às 11h; café da tarde, a partir das 13h30; jantar, às 16h; e ceia, às 19h, todos os dias.

    Além disso, as atividades incluem oficinas de música e pintura, fisioterapia e outras terapias que colaboram com a coordenação motora e qualidade de vida dos internos.

    “Nestes 28 anos, o Recanto passou por diversas fases e, agora, temos conseguido nos levantar. Retomamos o nome da entidade, o trabalho e, hoje, temos realmente um trabalho social, que antes não tinha”, sustentou a presidente.

    A instituição sobrevive de repasses de recursos municipais, federais e do fundo do idoso, além de contribuições dos acolhidos e, principalmente, de doações de todos os tipos, desde alimentos básicos, até medicação, e roupas usadas de qualquer tipo, que são vendidas no bazar fixo da entidade, à avenida Zilah de Aquino, 900, no bairro Nossa Senhora de Fátima, todas as segundas-feiras, das 13h às 17h.

    Dia Internacional

    O Dia Internacional do Idoso é comemorado anualmente em 1º de outubro. Esta data foi instituída em 1991, pela (ONU) Organização das Nações Unidas, e tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar da população mais idosa.

    Para celebrar a data, além da festa, marcada para acontecer no final do mês, os assistidos do Recanto do Bom Velhinho terão atividades recreativas. Conforme a assistente social da instituição, a programação inclui passeio em hípica, churrasco no Clube de Campo e passeio no zoológico de Sorocaba.

    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo
    Siltec
    EleService institucional