Primeira etapa do anel viário chega a 90% e pode ser entregue este ano

515
Publicidade





Arquivo O Progresso

Dispositivo ligará via municipal na altura do Jardim Lírio às SPs 127, 129 e 280

 

Projetado para criar nova rota de tráfego de veículos pesados, desafogando o trânsito na região central e melhorando as condições da malha viária da marginal do ribeirão do Manduca, o anel viário está perto de ser concluído.

A primeira etapa da obra está 90% pronta, informou o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, durante audiência pública para revisão do PD (Plano Diretor).

Publicidade

De acordo com o prefeito, a construção do dispositivo de acesso avançou 40% desde a retomada das obras, anunciadas pelo Executivo em junho do ano passado. “Só o ‘meio’ estava feito, não havia, ainda, ligações com outras vias”, afirmou.

Ainda conforme Manu, a entrega da primeira etapa deve acontecer até o final do ano. A previsão é de que o acesso possa ser usado a partir do segundo semestre de 2014.

Com a conclusão da obra, o Executivo programa substituir a manutenção periódica da malha asfáltica da marginal por uma revitalização definitiva. A Prefeitura estuda, ainda, a criação de um parque linear que “cortará” a cidade, incluindo calçadão para caminhada, ciclovia e equipamentos para ginástica ao ar livre.

O anel viário é considerado pelo Executivo como “um grande projeto” e ligará a via municipal Moisés Martins – que dá acesso ao distrito de Americana – à rodovia Gladys Bernardes Minhoto (SP-129) – até Boituva.

Essa rodovia é, também, ponto de ligação com a Antônio Romano Schincariol (SP-127), com acesso direto para a Presidente Castello Branco (SP-280).

“Automaticamente, o anel viário vai tirar o fluxo de caminhões (usados no transporte de mercadorias) que, hoje, passam na marginal (do Manduca)”, apontou o prefeito, ao público na reunião sediada dia 5, na vila Dr. Laurindo. O encontro aconteceu na Escola Estadual “Lienette Avalone Ribeiro”.

Na unidade escolar, o prefeito adiantou que, somente após a conclusão da obra, o Executivo vai revitalizar o asfalto da marginal.

Manu afirmou que o recapeamento está nos planos da Prefeitura. Entretanto, reforçou que a obra só será viável quando a circulação de veículos pesados na marginal tiver sido reduzida.

“O pessoal cobra muito para fazermos um recape. Está nos nossos planos, mas ainda não é o melhor momento, porque o que for feito ali será perdido por conta do número de caminhões pesados. Então, estamos levando com uma manutenção periódica, até que se termine o dispositivo de acesso”.

Conforme o prefeito, o anel viário prevê acesso direto à SP-127, e, de lá, os veículos poderão circular pela SP-129 ou seguir à SP-280. Por conta disso, a Prefeitura está “em negociações” com a Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes do Estado de São Paulo).

“Vamos ter de fazer essa ligação a partir do segundo semestre deste ano. E ainda vamos fazer um ótimo trabalho de qualificação no asfalto da marginal do Manduca, juntamente com a calçada ecológica e o parque temático”, anunciou.

Os planos da Prefeitura são de construir uma calçada em toda a extensão do ribeirão do Manduca. A obra contemplaria o trecho do Parque Três Marias até o Jardim Wanderley, com ciclovia e projeto de arborização. “Vamos deixar bem bonito, com equipamentos para academia ao ar livre”, projetou.

A intenção é que o parque temático possa ser utilizado para caminhadas e passeios de bicicleta. O Executivo prevê que os usuários possam “desfrutar do espaço com segurança”, uma vez que haveria diminuição na circulação de veículos pesados ao longo da marginal, com o anel viário.

“Tudo isso é planejado, bem pensado e não se faz do dia para a noite”, declarou o prefeito.

Ainda sobre projetos, Manu disse que tem feito “muita coisa na cidade”. Como exemplo, anunciou projeto de iluminação das quadras de tênis no Parque Ayrton Senna da Silva, na vila Dr. Laurindo.

“Quem joga tênis me cobra, sempre, que falta iluminação das quadras (de saibro). Já estamos correndo atrás desse equipamento para, quando chegar o verão, o pessoal poder usufruir do espaço com iluminação”, prometeu.

Senai já é realidade

Ainda durante a audiência pública, o prefeito falou sobre o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), a ser inaugurado oficialmente em Tatuí.

A unidade fica na rua Maneco Pereira, 619, e está em fase de instalação de maquinários. Os equipamentos chegaram ao município no mês passado.

Conforme Manu, “o Senai já é uma realidade em Tatuí”. A unidade oferece, atualmente, curso de restauro e pintura. A capacitação surgiu como opção a partir de projeto de restauração do Mercado Municipal “Nilzo Vanni”.

Neste mês, outros três cursos deverão ser somados: eletricista, solda e metalmecânica. “Queremos iniciá-los a partir do segundo semestre”, disse o prefeito.


Publicidade