Prefeitura adere programa estadual e disponibiliza 2.371 cestas básicas

‘Alimento Solidário’ beneficia famílias em situação de extrema pobreza

1743
Publicidade
Siltec

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social, aderiu ao programa “Alimento Solidário”, do governo estadual, e recebeu 2.371 cestas básicas para doção a famílias em situação de extrema pobreza.

O governo estadual destinou as cestas básicas às famílias inscritas no Cadastro Único, a partir de dados referentes ao mês março. Para ser beneficiada pelo programa, a família tinha de ser considerada em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89.

As famílias puderam buscar as doações em cinco polos de distribuição: no Centro Comunitário “Quim Quevedo”, do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), na vila Esperança; na Emef “Professor Alan Alves de Araújo”, no Tanquinho; na Emef “Professor José Tomas Borges”, no Santa Cruz; na Emef “Eunice Pereira de Camargo”, Jardins de Tatuí; e no Nebam (Núcleo de Educação Básica Municipal) “Ayrton Senna da Silva”, na vila Primavera.

Conforme o gestor municipal da assistência social, Edmar Pereira, os polos foram escolhidos de acordo com o bairro que a família beneficiária informou ao Cadastro Único. As entregas começaram na quarta-feira, 13, estendendo-se até a sexta-feira, 15, das 8h às 17h.

Até o término do período estabelecido, 1.660 cestas básicas, equivalentes a 70% do total repassado pelo governo estadual, haviam sido retiradas pelos beneficiários. Das 412 cestas que seriam entregues na unidade do Fusstat, na vila Esperança, 92 não foram retiradas.

Publicidade
Siltec

No Tanquinho, 337 de 424 famílias haviam buscado as doações. Já na escola situada no Santa Cruz, 85 cestas básicas haviam sido retiradas na quarta-feira, 13, 102, no dia seguinte, e 45, no último dia de distribuição, sobrando 150 para serem entregues.

A maioria das cestas básicas seria entregue no Nebam e 64% delas não havia sido buscada até o final da tarde desta sexta-feira. Das 925 doações, 588 permaneciam no local. Na Emef “Eunice Pereira de Camargo”, somente 45 das 228 cestas ainda não haviam sido entregues.

O departamento de comunicação da prefeitura informou, no início da noite desta sexta-feira, que as 711 cestas básicas que não foram retiradas ainda poderão ser entregues na segunda-feira, 18. As famílias devem buscá-las somente no polo Nebam, das 8h às 17h.

Pereira reforça que o programa estadual é destinado às famílias consideradas abaixo da linha da pobreza. Segundo ele, “possivelmente, elas são as mais afetadas no atual momento de crise, devido às necessidades de afastamento social provocadas pela pandemia”.

“Existe uma união de esforços entre a prefeitura e os governos estadual e federal para atender essas famílias, levando alimentos às mesas daqueles que mais precisam, pois a fome não espera”, completou o gestor.

A O Progresso, Pereira destacou que a prefeitura está à disposição para novas etapas do programa Alimento Solidário. No entanto, neste momento, ainda não existe previsão de quando isso possa acontecer.

O gestor informou que diversas famílias entraram em contato, através do WhatsApp da secretaria municipal (canal de atendimento virtual voltado aos usuários dos serviços sociais), solicitando informações sobre o programa, provocando sobrecarga no sistema.

“Na medida do possível, entraremos em contato com as pessoas que têm direito e não puderam retirar as cestas básicas”, informou Pereira.

Publicidade
Siltec