Polícia Militar prende o ‘patrão’ do tráfico de drogas na região da CDHU

Flagrantes realizados nos dias 25 e 28 resultaram na prisão de 5 pessoas

2054
Drogas, dinheiro e telefones celulares apreendidos na vila São Paulo (foto: Polícia Militar)
Publicidade

A Polícia Militar prendeu na tarde de sábado, 28 de outubro, o empresário Fernando Alexandre, conhecido como “Fernandinho” e apontado como o “patrão” do tráfico de drogas na região do bairro CDHU.

Outros três homens e uma mulher receberam voz de prisão na ação, iniciada a partir de um flagrante de três dias antes, ocorrido na quarta-feira. Diversas porções de drogas, embalagens, anotações, telefones celulares, dinheiro e duas bicicletas foram apreendidas.

A operação começou com uma denúncia anônima, dia 25. As informações davam conta de que um grupo de pessoas estava comercializando drogas nas ruas Palmira Vanni e Emílio Hadad, na vila São Paulo. Os traficantes estariam indo até uma casa e, de lá, levando drogas aos usuários.

A Polícia Militar deslocou viaturas até o local. Um homem identificado como Paulo Gabriel de Camargo Lima, 21, tentava entrar rapidamente na casa e foi surpreendido com cinco porções de crack. Além disso, havia duas porções de maconha e R$ 240 na carteira dele.

Os policiais também revistaram duas mulheres que estavam na casa. Com uma delas, chamada Carla de Camargo Sales, 30, havia três pinos de cocaína e R$ 290. A outra, menor de idade, estava com seis pedras de crack e dois pinos de cocaína.

Publicidade

Com apoio do canil, os policiais encontraram mais 49 pinos de cocaína, 23 pedras de crack e 4 porções de maconha embaixo da pia do banheiro da casa. Duas bicicletas de “origem duvidosa” também acabaram recolhidas.

Os policiais deram voz de prisão aos dois adultos por tráfico de drogas e associação para o tráfico e apreenderam a adolescente pelos mesmos motivos. Todos passaram pelo Pronto-Socorro Municipal e, depois, foram apresentados na Delegacia de Polícia, ficando à disposição da Justiça.

O patrão
As informações levantadas pelos policiais durante os flagrantes do dia 25 ajudaram em novas prisões, no dia 28, dessa vez na rua Maria Delaroli Mendes, na CDHU.

Havia indicação de que Fernandinho gerenciava o tráfico de drogas na vila Brasil a partir da casa de um homem conhecido como “Tchuck”, situada naquela rua.

Uma equipe da PM estava patrulhando pela rua Maria Delaroli Mendes quando notou Fernandinho entregando três sacolas plásticas a um homem sem camisa, depois identificado como Emerson Adriano de Paulo Frudeli, o Tchuck.

Ao ver a viatura, Tchuck correu para dentro da casa, enquanto um dos policiais abordava Fernandinho. Dentro da casa, os policiais prenderam Tchuck e o irmão dele, Alan Frudeli, cujo apelido é “Alanzinho Soneca”.

No total, os policiais localizaram 532 invólucros de cocaína (362,8 gramas), 64 pedras de crack (23 gramas), R$ 825 em dinheiro, 6 telefones celulares, embalagens plásticas e um caderno. Nas anotações, constava o nome de Paulo, preso três dias antes.

Fernandinho, Tchuck e Alanzinho Soneca também foram presos e levados à Delegacia Central, sendo indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A Polícia Militar também conduziu dois homens, de 26 e 38 anos, que estavam em frente à casa no momento do flagrante. Eles estão qualificados apenas como testemunhas, pois seriam usuários de drogas e não teriam envolvimento com o tráfico.

Publicidade