Polí­tica cultural do municí­pio é tema de audiência pública na quarta

492
Publicidade





Arquivo O Progresso

Conselho convoca população para participar de discussões e diz que sugestões ainda podem ser incluídas

 

Discutir e aprovar propostas que nortearão a política cultural do município pelos próximos dez anos. Estes são os objetivos da audiência pública que acontece na Câmara Municipal na tarde do próximo dia 17, quarta-feira da semana que vem.

O evento é promovido pelo Departamento Municipal de Cultura e Desenvolvimento Turístico, em conjunto com o Conselho Municipal de Cultura. A audiência pública tem início marcado para as 17h e é considerado o “momento ideal” para que a sociedade tome ciência sobre o assunto.

Publicidade

O conselho visa colocar sob aprovação da Câmara a proposta do Plano Municipal de Cultura. Posteriormente, mas antes de a discussão ser feita entre os parlamentares – somente no ano que vem –, ele será enviado para a Prefeitura.

Conforme explicou o presidente do órgão municipal, Luis Antonio Galhego Fernandes, o projeto será analisado inicialmente pelo Departamento Jurídico do Executivo. Depois de aprovado, ele será encaminhado para a Câmara.

O projeto a ser apresentado à Prefeitura e discutido pelos vereadores conta com sugestões de representantes da sociedade ouvidos pelo Conselho Municipal de Cultura e pelo departamento municipal em conferências municipais. Segundo Fernandes, todas as informações estão compiladas no plano.

“Quem cria as leis é Legislativo, ouvindo a população. Por isso, a necessidade de se divulgar esta audiência, para que a proposta ganhe ainda mais legitimidade, pois saiu do povo”, enfatizou o presidente do conselho em convite.

Segundo Fernandes, alterações, inclusões e exclusões ainda podem ser feitas pela população. Daí a importância da participação de cidadãos na audiência.

O presidente do conselho tomou posse no dia 29 de setembro, em solenidade realizada no Centro Cultural Municipal, junto com nova diretoria. Ele é professor, coordenador do curso de Produção Fonográfica da Fatec (Faculdade de Tecnologia) “Professor Wilson Roberto Ribeiro de Camargo” e presidente da Amart (Associação dos Artistas Plásticos de Tatuí).

Em seu discurso de posse, ele falou sobre a necessidade de criar maneiras para incentivar a cultura na cidade sem depender demais de recursos do Executivo.

Afirmou, ainda, que para atingir essas e “outras metas”, um dos objetivos será a aprovação do Plano Municipal de Cultura, que tratará, também, sobre a criação de um fundo de recursos destinado à produção cultural na cidade.


Publicidade