PM mobiliza efetivo e com apoio da GCM detém e apreende por roubos

308
Publicidade





PM

Ação que envolveu PM e GCM resultou em apreensão de dinheiro e arma

 

Um homem de 34 anos e dois adolescentes, um de 14 e outro de 16 anos, são apontados pela Polícia Militar como autores de dois assaltos praticados na quarta-feira da semana passada, dia 10. Adilson Borges dos Santos recebeu voz de prisão por volta das 17h30. Conforme a PM, ele estava foragido da Justiça.

Santos e os menores ocupavam uma caminhonete Hyundai, branca, ano 2011 e com placas de Carapicuíba. Eles foram pegos em ação que resultou em perseguição e mobilizou 14 policiais militares, das equipes do Tático 212 e 214, da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio a Moto), “C” da 2ª Companhia. A GCM também contou com participação de viaturas da Guarda.

Publicidade

No período da tarde, as duas corporações receberam informações de que duas pessoas roubaram um mercado localizado no bairro Rosa Garcia. Por conta disso, a PM e a GCM enviaram viaturas à região na tentativa de localizar os autores.

De acordo com dados levantados pela PM, os bandidos portavam uma arma de fogo. Após o crime, a dupla teria fugido em sentido ignorado, usando uma motocicleta Honda, modelo GC, azul e com os números 1284 inscritos na placa.

Enquanto as equipes realizavam patrulha, os comandos informaram outro crime. Desta vez, três pessoas teriam assaltado um supermercado na vila Esperança. O crime teria ocorrido dez minutos após o roubo no Rosa Garcia e sido cometido de maneira que “se assemelhava à ocorrência anterior”.

No momento em que destacava equipes para verificar a situação, a PM recebeu outra informação. Conforme o capitão Kleber Vieira Pinto, três pessoas foram vistas por testemunhas guardando uma moto com as mesmas características das usadas pelos criminosos nos dois assaltos em uma caminhonete. O veículo branco possuía uma carroceria metálica, do tipo “baú”.

Por conta das informações, os comandos dos policiais e dos guardas deslocaram efetivos para o local informado. A equipe Força Tática cruzou com a caminhonete ocupada por três pessoas na rua Teófilo Andrade Gama, no Boqueirão. Naquele momento, a viatura fez uma manobra e um dos sargentos que trabalharam na ocorrência ordenou que o motorista parasse o veículo.

O capitão informou que Santos não obedeceu ao comando e tentou fugir pelo Rosa Garcia 2. No percurso, policiais notaram que ele arremessou o revólver em um matagal. As equipes interceptaram o veículo um pouco mais à frente.

Conforme o capitão, os ocupantes tentaram fugir a pé, sendo contidos. Santos teria entrado em luta corporal com um tenente. O policial informou que precisou fazer uso de força moderada para contê-lo e que sofreu ferimentos.

Em vistoria no local, outra equipe da PM recuperou um revólver calibre 38, com cartuchos íntegros e picotados. A arma, uma touca estilo “ninja” e o dinheiro roubado dos estabelecimentos (R$ 366,50) foram entregues à Polícia Civil.

Na Central de Flagrantes, os militares constataram que Santos era foragido da Justiça, com mandado de prisão em aberto expedido pela Comarca de Carapicuíba.

Também verificaram que a moto encontrada dentro do veículo estava com a placa adulterada. Conforme a PM, os suspeitos mudaram o número 6 para 8, com uso de uma fita adesiva. A moto e o caminhão são de propriedade de Santos.


Publicidade