PM detém dupla suspeita de vender comprimidos de ecstasy em festas

Em ações contra o tráfico, outros quatro suspeitos foram levados à DC

1469
Comprimidos de ecstasy são apreendidos em casa no centro (foto: Polícia Militar)
Publicidade

Uma dupla suspeita de vender ecstasy em festas da cidade foi detida por equipes da 2ª Cia. de Polícia Militar de Tatuí, na noite de sexta-feira, 9, no centro. A ação aconteceu durante a Operação Saturação, realizada em parceria com a Guarda Civil Municipal.

Com eles, foram recolhidos 144 comprimidos de ecstasy, além de um tijolo de maconha pesando 150 gramas, duas porções da mesma droga (acondicionadas em papelotes), uma porção de cocaína, R$ 1.634 em dinheiro, papel filme e uma balança de precisão.

De acordo com a PM, uma equipe recebeu denúncias de que Vitor Pereira Justino, 29, estaria vendendo maconha e ecstasy em “baladas”. Como o jovem já era conhecido pelos agentes, a polícia iniciou buscas nas proximidades da moradia do acusado.

O jovem teria sido abordado em frente à casa dele e tentado mentir aos militares para esconder o real endereço. Contudo, após conversas, o suspeito teria confessado o tráfico.

No imóvel, que fica na rua 15 de Novembro, os agentes encontraram, ainda, um jovem de 26 anos, que estaria carregando um celular Lenovo, R$ 17 em dinheiro e uma porção de cocaína. Na casa, foram recolhidos os comprimidos de ecstasy e os materiais usados para embalar o entorpecente.

Publicidade

Os dois foram encaminhados à Delegacia Central, onde Justino permaneceu à disposição da Justiça. O outro jovem prestou depoimento e foi liberado, após ser autuado por porte de drogas.

Ainda em atividades contra o tráfico de drogas, entre os dias 10 e 12, outras quatro pessoas suspeitas foram presas em ocorrências distintas, sendo um jovem de 23 anos, no Jardim Santa de Cássia, e três irmãos, de 19, 18 e 14 anos, na vila Ezequiel.

O homem de 23 anos foi preso na tarde de sábado, 10, após guarnições militares receberem denúncias de que ele estaria traficando no Jardim Santa Rita de Cássia. Na casa do suspeito, a PM teria encontrado 30 porções de cocaína “Aricanduva” e três pedras de crack.

Conforme a PM, o acusado foi encontrado em cima de uma moto, em uma calçada em frente à casa dele, e tentou fugir ao perceber a presença da viatura. O jovem só teria sido abordado e detido em um terreno baldio da rua Benedito Nunes, após pular em diversos terrenos e casas.

Em revista pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Contudo, em buscas na casa do suspeito, os militares teriam localizado 30 papelotes de cocaína “Aricanduva”. Na sequência, já com o apoio do canil, outras três porções de crack teriam sido encontradas.

O suspeito (que não teve o nome divulgado pela PM) foi conduzido até o Pronto-Socorro e, em seguida, à Delegacia Central, onde o delegado de plantão registrou boletim de flagrante por tráfico de entorpecentes.

Já na tarde de segunda-feira, 12, três irmãos foram flagrados com drogas em uma casa da rua Domingos Barba, na vila Ezequiel. Durante a ação, os militares recolheram 14 pinos de cocaína, uma porção de maconha e R$ 103 em dinheiro, além de uma televisão de 42 polegadas, supostamente furtada.

Uma equipe da PM teria encontrado os acusados após receber denúncias de que os irmãos estariam realizando tráfico de drogas no bairro. Durante a abordagem, o jovem de 19 anos estaria com um pino de cocaína escondido dentro da boca e R$ 20 em dinheiro.

A adolescente de 14 anos e o outro irmão, de 18 anos, estariam nas proximidades da casa. Com ela, os agentes teriam encontrado dois pinos de cocaína e com o rapaz, uma porção de maconha e R$ 30 em dinheiro.

Segundo a PM, com o apoio do canil, foram realizadas buscas na residência dos irmãos, sendo localizados mais uma porção de maconha, outros 11 pinos de cocaína e R$ 53 em dinheiro.

Ainda conforme os militares, uma televisão da marca LG de 42 polegadas, tida como produto de crime, foi apreendida no imóvel. Os três acusados foram encaminhados à Delegacia Central, onde permaneceram à disposição da Justiça.

Publicidade