Plano de governo atinge 99%, diz prefeita

Maria José faz apanhado do ano de 2019 e anuncia as inaugurações de novas obras

923
Prefeita Maria José Vieira de Camargo analisa ações da administração (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Siltec
Da reportagem

A conclusão dos projetos previstos no plano de governo da gestão 2017/2020 atingiram 99% nos últimos três anos. A afirmação é da prefeita Maria José Vieira de Camargo, em balanço sobre o governo dela, efetivado nesta virada de ano.

Em entrevista a O Progresso, a chefe do Executivo abordou as ações da administração efetivadas em 2019 e destacou aquelas que identifica como os avanços mais significativos em várias áreas da administração. Ainda falou sobre os planos em desenvolvimento e as metas para 2020.

A prefeita iniciou falando dos investimentos realizados na área de saúde, com a construção da UPA (unidade de pronto atendimento). Afirmou que a intenção é inaugurar a unidade hospitalar até março (reportagem nesta edição).

Praça da Santa

“Nosso atendimento é muito grande. Então, não tenho como dizer que teve alguma obra em especial. Toda a rede foi beneficiada, buscando melhorar o atendimento à população. Agora, tivemos muitos acontecimentos que marcaram o ano”, observou.

Maria José apontou que a obra mais recente – entregue pela prefeitura no dia 20 de dezembro – foi a ampliação da unidade ESF (Estratégia Saúde da Família) “Othoniel Cerqueira Luz”, no bairro CDHU (Conjunto Habitacional “Orlando Lisboa de Almeida”).

Publicidade
Siltec

A obra, que contempla mais de 163,2 metros quadrados, aconteceu por meio de convênio da prefeitura com o Ministério da Saúde e conta com uma nova sala de vacinas, ampliação da recepção, sala para os agentes de saúde, vestiários e banheiros, com investimento de aproximadamente R$ 277 mil.

A prefeita acentuou alguns dos investimentos aplicados na Santa Casa, destacando o trabalho do projeto “Abrace a Santa Casa” e do voluntariado.

Ponte do Jardim Paulista

“Com o trabalho do voluntariado, entregamos obras que foram de grande importância para a Saúde, como a sala de acolhimento familiar, a nova pediatria, a nova psiquiatria, o novo centro cirúrgico a revitalização da UTI”, acrescentou.

Conforme levantamento do Executivo, no ano de 2019, mais de 120 mil atendimentos mensais foram realizados na rede de saúde, incluindo as UBS (unidades básicas de saúde), Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Cemem (Centro Municipal de Especialidades Médica) “Dr. Jamil Sallum” e outras unidades.

No Cemem, foram realizados, em média, 9.347 atendimentos mensais. Já na Santa Casa (de janeiro a outubro), foram 87.725 atendimentos ambulatoriais, 4.425 hospitalares, 2.675 procedimentos clínicos e 2.141 cirúrgicos. As farmácias das unidades de saúde somaram 22 mil assistidos por mês.

A prefeita também lembrou a implantação do programa “Saúde na Hora”, na UBS do Jardim Santa Rita de Cássia, que permitiu estender o horário de atendimento da unidade até às 20h. “Conseguimos incluir o posto de lá no programa e, há cerca de dois meses, a equipe de saúde atende das 7h às 20h”, afirmou.

A iniciativa visa ampliar o acesso da população aos serviços da atenção primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal.

Museu da Imagem e do Som

“Nosso maior objetivo é atender àquelas pessoas que trabalham e não conseguem comparecer às consultas médicas no horário de atendimento convencional, dando maior conforto, comodidade e segurança para os moradores daquele bairro, que é o mais populoso da cidade”, argumentou.

A prefeita ainda apontou que, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, foram realizadas duas campanhas de castração de cães e gatos, atingindo mais de 500 animais nos bairros Jardim Santa Rita (239) e vila Angélica (246).

Além disso, afirmou que os investimentos incluíram a entrega de duas “Academias da Saúde” (Jardim Santa Rita de Cássia e CDHU) e as novas instalações da Casa do Adolescente na UBS Santa Cruz.

Ela também incluiu no balanço a entrega de novas ambulâncias como ganhos para o setor. Foram entregues quatro veículos para o Samu (uma UTI e três Atenção Básica) e três para a frota (dois para o transporte de pacientes e um para uso administrativo), totalizando sete novos.

Na Educação, a prefeita ressaltou a entrega de duas novas escolas de ensino infantil nos bairros Jardim Santa Emília, inaugurada no dia 30 de novembro, e Inocoop (Conjunto Habitacional “Amaro Padilha”), aberta no dia 7 de dezembro.

Também realçou que, em 2019, a prefeitura deu andamento na construção de outras escolas, as quais devem ser inauguradas em 2020, para atender alunos dos bairros Santa Cruz, região do Pacaembu e Astória.

Base da Guarda Municipal no bairro dos Mirandas

Ainda enfatizou que, no ano passado, aconteceu a ampliação da parceria com o IAS (Instituto Ayrton Senna), por meio da implantação do Programa Gestão Nota 10, voltado aos alunos do quarto ao nono ano do ensino fundamental.

Tatuí é uma das três cidades do estado de São Paulo que possuem parceria com o instituto, além de Ribeirão Pires e São Vicente. A primeira ação do IAS, no município, aconteceu em agosto de 2017, com o programa “Gestão da Política de Alfabetização”, voltado aos alunos do terceiro ano.

Além de promover a formação dos professores, o PGN10 acompanha o rendimento escolar, a frequência e o desempenho dos alunos. O método é baseado na análise de dados do desenvolvimento individual.

“Esta parceria eu sempre digo que foi uma grande conquista para Tatuí. Iniciamos em 2017 e, desde então, tivemos muitos benefícios, melhorando a alfabetização dos alunos da rede municipal. É um grande ganho para o município”, reforçou.

Seguindo na Educação, a prefeita apontou o investimento na instalação de câmeras de segurança e monitoramente em 24 unidades escolares e a entrega de uniformes, materiais escolares e três veículos para transporte de alunos – um ônibus e dois micro-ônibus.

“Também aconteceram dois fóruns muito importantes para os professores e para os monitores. Dois eventos que tiveram palestras com profissionais especializados e ofereceram capacitação para fortalecer e melhorar ainda mais a qualidade do ensino na cidade”, adicionou Maria José.

Para finalizar os ganhos na área de educação, a prefeita citou a apresentação do projeto da Ceat (Clínica Escola para Autistas de Tatuí), para atender pessoas com TEA (transtorno do espectro autista) e outras síndromes, promovida no dia 16 de dezembro.

A unidade será construída pela prefeitura por meio de parceria com o Ministério Público Estadual. O investimento total previsto é de R$ 1,4 milhão e inclui a construção de um prédio de 700 metros quadrados em um terreno de 12 mil metros quadrados, no loteamento Jardim Esplanada, com capacidade para atender 250 pessoas, com idade a partir de dois anos.

“A nossa Ceat será a terceira do Brasil e ajudará no processo de inclusão da pessoa autista, oferecendo atendimento especializado com equipe multidisciplinar nas áreas de saúde, educação, assistência social e nutrição, e também representa um grande ganho”, salientou.

A educação ambiental também fez parte das ações em destaque de 2019. No ano passado, a prefeita lembrou sobre o plantio de 400 mudas no ribeirão do Manduca, ampliando as atividades da campanha Hora Verde.

Na área de infraestrutura, Maria José afirmou ter dado continuidade às obras de recapeamento e tapa-buracos incluídas no programa “Asfalto Novo”, com o recapeamento e tapa-buracos em ruas e avenidas.

Avenida Donato Flores

Segundo ela, o projeto de mobilidade urbana está sendo realizado por etapas. Na nova fase – que deve começar nos próximos meses –, serão investidos R$ 4 milhões com recurso do governo estadual para o recapeamento de 41 ruas, incluindo mais de 970 metros nos bairros Rosa Garcia, vila Angélica, Jardim Thomaz Guedes, Inocoop e vila Brasil.

“É uma sequência de novas ruas, novas avenidas e revitalizações que estão dando outra cara para a cidade. Além disso, os serviços sempre se iniciam com a implantação do sistema de drenagem, visando dar maior durabilidade às obras”, afirmou.

Os serviços de implantação de lajotas também fizeram parte do programa de obras do ano passado. Maria José lembrou que, no período, foram finalizadas pavimentações de ruas do Jardim Wanderley, Jardim Novo Horizonte e Americana.

Ainda na região do Jardim Wanderley, a prefeita acentuou a construção da nova praça Mário Cóscia e do complexo de lazer – equipamentos que devem atender também aos bairros Jardim Lucila e Jardim 11 de Agosto.

“As obras daquela comunidade serão uma referência para toda aquela região, que ganhará um novo espaço de lazer, contando com lago – que a gente chama de lâmina d’água -, quadra esportiva, playground e área de caminhada”, detalhou.

De acordo com a prefeita, a expectativa é de que o novo complexo de lazer seja finalizado e inaugurado também no primeiro trimestre do ano. No espaço, estão sendo investidos, aproximadamente, R$ 250 mil. A origem do recurso é de convênio com o governo federal, por emenda da deputada federal Renata Abreu (Pode).

Ainda na parte da infraestrutura, Maria José salientou que a prefeitura, em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), entregou expansão da rede de água no bairro Bambuzal, para atender 20 famílias. O investimento foi de R$ 92 mil.

Escola no bairro Santa Emília

Maria José também mencionou as obras de duplicação da marginal do Manduca, retomadas no dia 23 de julho. A nova fase abrange uma extensão de 1.296 metros, a partir da ponte do Jardim Colina Verde (rotatória das ruas Rotary Clube com Caridade Terceira).

“É uma obra grande, que vai desde a ponte da Colina Verde até a rua Chiquinha Rodrigues, e lá terá uma rotatória para melhorar também o fluxo de trânsito do local. Pretendemos entregar em março”, garantiu.

Outra obra entregue no ano passado foi a revitalização completa da avenida Donato Flores. A via recebeu asfalto novo, drenagem, canteiro central (com gramado e iluminação), guias e sarjetas em trechos comprometidos.

As obras, de R$ 333 mil, fizeram parte da primeira etapa do programa “Asfalto Novo”, lançada em dezembro de 2018, que contemplou serviços de pavimentação e recapeamento em quase 30 vias do município, em um investimento total de quase R$ 10 milhões em infraestrutura, por meio de financiamento do governo federal.

O dinheiro é proveniente de linha de crédito do programa Pró-Transporte, uma ação do Ministério das Cidades, executada por meio da Caixa Econômica Federal com a Agência Desenvolve SP, do governo do estado.

A prefeita ainda frisou que a duplicação da rua Teófilo Andrade Gama, em extensão de quase dois quilômetros, foi iniciada no ano passado e será terminada ainda neste ano. A obra começa na UBS do Jardim Rosa Garcia e vai até a Emef “Alan Alves de Araújo”.

Conforme a prefeita, o trecho em obras incluiu a duplicação da ponte sobre o rio Tatuí, drenagens, terraplenagens, construção de duas rotatórias, iluminação e implantação de canteiros centrais.

Para facilitar o fluxo de veículos na principal avenida de circulação dessa região, a prefeitura antecipou que serão construídas duas rotatórias e uma recomposição de 7.000 metros quadrados de asfalto. No total, as contrapartidas da empresa em obras e melhorias da infraestrutura urbana chegam a R$ 3,5 milhões.

“Dentre outras melhorias, também tivemos a entrega do complexo viário do Jardim Paulista, que marcou a finalização da primeira etapa de duplicação da marginal, e a entrega da nova ponte”, acrescentou.

Durante o ano de 2019, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, 10.655 buracos foram tapados em diversas ruas da cidade, gastando-se 1.534 toneladas de massa asfáltica.

“Fizemos muito, e ainda tem buracos e ruas para serem recapeadas. Nossos asfaltos são muito antigos e, por isso, a manutenção da nossa cidade é constante. A infraestrutura é um grande desafio, mas estamos avançando nos serviços e deixando a cidade melhor”, afirmou a prefeita.

Na área de segurança pública, a prefeita evidenciou o lançamento do programa em apoio à mulher vítima de violência doméstica, chamado “Patrulha da Paz’, criado no município como mais um instrumento na busca pela redução dos índices de agressão e feminicídio.

Construção da UPA (Unidade de Pronto Atendimento)

O foco do programa é buscar a redução dos índices de agressão contra a mulher e a garantia de cumprimento às medidas protetivas concedidas às vítimas de violência doméstica e familiar.

O programa é resultado de parceria entre o Poder Judiciário e a prefeitura, que funcionará por meio da Guarda Civil Municipal. A ação foi desenvolvida nos moldes preconizados pela lei Maria da Penha (11.340/2006) – uma das principais referências para o enfrentamento à violência doméstica –, em vigor desde 7 de agosto de 2006.

Ela ainda lembrou que, em 2019, o município recebeu quatro viaturas para auxiliar no desenvolvimento do programa e informou que um aplicativo está sendo desenvolvido para que as mulheres vítimas de violência possam acionar socorro com mais rapidez.

“Este projeto Patrulha da Paz é grandioso para a nossa GCM, para fazer o atendimento e acompanhamento das mulheres vítimas de violência doméstica, reforçando a segurança”, disse a prefeita.

Também apontou que a prefeitura investira em novos rádios comunicadores, uniformes, armamentos e coletes à prova de bala, para equipar os agentes da Guarda Civil Municipal, além da conquista de uma nova viatura de resgate para o Corpo de Bombeiros.

Maria José afirmou ver como “grande ganho” para a área de segurança a implantação do programa “GPS Rural”, idealizado pelo guarda civil municipal Joaquim Carlos Diniz, com o propósito de aumentar a segurança dos donos de sítios, chácaras e fazendas distantes do centro.

Segundo dados divulgados pela pasta, desde o lançamento do projeto (em novembro de 2018), já foram catalogadas quase 900 propriedades. A expectativa é de que o programa atinja pelo menos 2.000 moradias.

O software também permite que os guardas deslocados para prestar atendimento ou a realização de patrulha de rotina reduzam o tempo de resposta para chegarem às casas das vítimas. O mesmo serviço servirá para dar suporte à Polícia Militar, ao Samu e ao Corpo de Bombeiros.

Entre outras ações da pasta em 2019, Maria José classificou como importantes as reinaugurações das bases comunitárias da GCM nos bairros Enxovia e dos Mirandas, que também estavam dentro do plano de governo.

“Já foram três no total. Em 2018, também entregamos a base comunitária do Jardim Santa Rita de Cássia. Falta ainda a base do Americana, que pretendemos entregar também neste ano. Já estamos estudando o projeto de reativação”, assegurou.

Ela defendeu que, na Secretaria de Esportes, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, uma das obras mais importantes, iniciada e entregue no ano de 2019, foi a revitalização da Praça da Santa, com investimento de R$ 1,4 milhão.

“Conseguimos a verba por fazer parte do MIT (Município de Interesse Turístico), que também é uma grande conquista. No estado, Tatuí foi uma das primeiras incluídas na lista de cidades reconhecidas como MIT, e também fomos o primeiro município a inaugurar uma obra por meio do programa”, declarou.

Como MIT, o município ainda obteve, em 2019, um recurso de quase R$ 400 mil para a implantação do MIS (Museu da Imagem do Som). O antigo matadouro municipal está passando por revitalização para abrigar o novo equipamento turístico.

“Em 2019, recebemos muitos turistas. Mais de 17 mil pessoas passaram pelos finais de semana; 90 mil visitaram a Feira do Doce; e também atraímos pessoas mantendo as festas tradicionais, com a de São Jorge, as Juninas e a do Bemfica”, mencionou.

A prefeita lembrou que, no esporte e no lazer, a administração entregara a nova Academia ao Ar Livre do bairro Nova Tatuí, dera início à reforma do campo do Jardim Santa Rita e retomara a construção do CIE (Centro Integrado de Esportes), no Jardim Lucila, ambos com previsão de inauguração para o primeiro semestre deste ano.

“O esporte é muito importante para o desenvolvimento do ser humano, por isso incentivamos. Mantemos as escolinhas esportivas, que têm mais de 2.000 crianças e jovens; participamos dos Jogos Regionais em Sorocaba, onde conquistamos a quinta colocação e, agora, também temos uma seleção de basquete profissional”, pontuou Maria José.

Outras ações lembradas pela prefeita estão na área de habitação, com a entrega de 20 casas de interesse social no Jardim Europa e a assinatura do convênio com o Itesp para regularização fundiária de 500 imóveis, nos bairros Rosa Garcia, Congonhal e Santuário.

Além disso, houve o convênio com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação, para a construção de 158 unidades habitacionais no Inocoop, pelo programa “Nossa Casa”.

Na área de empregos, a prefeita citou avanços, como a retomada das obras da Noma e das atividades da Rontan, e ainda anunciou que um grupo espanhol havia comprado uma área em Tatuí, neste mês de dezembro, de três hectares, próxima à estrada da Lagoa Vermelha, para a construção de um empreendimento.

A prefeita não deu mais detalhes, mas garantiu que deve se pronunciar sobre o assunto ainda em janeiro. Segundo ela, a promessa é de que o novo empreendimento gere mais de 500 empregos, diretos e indiretos.

Ela ainda apontou, como avanço, a inauguração do Cate (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo), a continuação das atividades do programa Qualifica Jovem e a realização de mutirão para os micros empreendedores individuais, que teve 400 atendimentos visando novos empregos e qualificação profissional.

“Completamos o terceiro ano de mandato com a conclusão de 99% do nosso plano de governo – o que, em um país com grandes dificuldades econômicas, é uma marca que nos dá a satisfação do dever cumprido” -, finalizou Maria José.

Publicidade
Siltec

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome