Pepe

255
(arquivo Cláudio Aldecir)
Publicidade
Cláudio Aldecir

José Macia, o Pepe, ponta canhota de boa movimentação, hábil e de chute potente, chamado “O Canhão da Vila” uma referência à Vila Belmiro reduto do Santos F. C.

Foi o homenageado na capa desta A Gazeta Esportiva Ilustrada da década de 1960.

Segundo maior artilheiro do Santos, atrás apenas de Pelé; fez 405 gols pelo alvinegro, seu único clube.

Esteve como reserva em dois mundiais, 1958 e 1962. Conquistou inúmeros títulos e o mais surpreendente é de ter sido campeão paulista 11 vezes como atleta e duas como treinador, no Santos em 1973 e na Inter de Limeira em 1986.

Um nome que está com méritos na história do futebol.

Publicidade

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome