Patrocinadores do Natal em Tatuí

647
Publicidade

O 25o Concurso Artístico e Literário de Natal, promovido pelo jornal O Progresso, que finalizou o recebimento das inscrições nesta semana junto às duas categorias (texto e desenho), definiu seus patrocinadores deste ano. São eles: Colégio Objetivo (que premiará dois vencedores), Imobiliária Simões, Palácio do Sorvete, Maricota Calçados e Acessórios Femininos, Hotel Del Fiol e Personal Pharma.

Puderam participar todos os alunos da rede fundamental de ensino, do 1o ao 9o ano. A única exigência foi em relação ao tema, definido como “Tatuí no Natal”.

Os estudantes tiveram oportunidade de produzir um desenho e uma redação, inscritos na disputa pela direção das escolas, professores ou mesmo pelos próprios alunos.

Na modalidade redação, não houve exigências prévias. Os alunos escreveram em qualquer estilo literário, desde que respeitando o tema do concurso. Na modalidade desenho, os trabalhos precisavam ser enviados em papel sulfite tamanho A4 (21 cm por 29 cm), em qualquer estilo artístico, também de acordo com o tema.

Os autores dos trabalhos vencedores receberão prêmios em dinheiro. No total, serão oferecidos R$ 2.400, distribuídos para os vencedores de cada dois anos, que receberão R$ 300 cada (salvo no caso dos três últimos anos em desenho e dos três primeiros anos em redação, englobados em um mesmo grupo de cada categoria).

Publicidade

Assim, os desenhos entre o 1º e o 2º ano compõem um grupo e garantem prêmio de R$ 300 ao vencedor; o primeiro entre o 3º e o 4º, ganha outros R$ 300; entre o 5º e o 6º, mais R$ 300; e, finalmente, entre o 7º, 8º e 9º ano, englobados, outro igual prêmio em dinheiro.

Em redação, os grupos são divididos da seguinte forma: entre o 1º, 2º e 3º ano, com prêmio de R$ 300 ao vencedor; 4º e 5º, com outros R$ 300; 6º e 7º, mais R$ 300; e, finalmente, entre o 8º e 9º ano, com igual prêmio em dinheiro.

Ainda, a organização do concurso se reserva ao direito de redistribuir os prêmios, conforme o número de inscritos, de forma a beneficiar as séries que, eventualmente, tiverem muito mais inscrições que as demais.

Os três melhores trabalhos de cada categoria, bem como as escolas nas quais os autores estudam, serão publicados na edição especial de O Progresso, que circulará em 25 de dezembro.

O objetivo do concurso é incentivar e premiar a criatividade dos estudantes tatuianos. Assim, a comissão julgadora irá analisar, principalmente, a criatividade e a originalidade dos trabalhos, a partir do tema proposto (“Tatuí no Natal”), descartando aqueles que entender se tratarem de cópias.

Os alunos premiados, bem como as escolas onde estudam, serão contatados pela redação de O Progresso, sendo que as entregas dos prêmios ocorrerão nos estabelecimentos comerciais patrocinadores.

Para mais esta edição, como em todas as outras, o jornal O Progresso contou com a imprescindível colaboração dos professores e da direção das escolas, que costumam concretizar muito mais a participação dos alunos quando efetivam a produção dos trabalhos em sala de aula.

Mais que permitir a possibilidade de prêmios em dinheiro, agora já há um quarto de século, patrocinadores, educadores e o jornal têm compartilhado uma das mais importantes e significativas práticas de final de ano: a confraternização.

Tendo sido iniciado em 1995, o Concurso Artístico e Literário de Natal, no ano passado, atingiu 45.555 trabalhos, divididos entre desenhos e redações, somados em 24 edições. Com o encerramento das inscrições em 2019, os trabalhos estão sendo contabilizados e seguirão para os jurados nesta próxima semana.

Mesmo ainda em meio ao processo de concretização do certame, algo é certo e já pode ser antecipado: durante estes 25 anos, nunca o país precisou tanto das virtudes inerentes à data marcada pelo nascimento de Jesus: gentileza, solidariedade, conciliação, paz, amor ao próximo…

Portanto, que o tal espírito do Natal comece, neste final de ano, a iluminar as almas belicosas e, assim, desanuvie a realidade tão sombria. Pelo que se antevê a partir da boa-vontade, empatia e desejo das crianças, ainda há esperança!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome