PAT disponibiliza 31 vagas para trabalho em Tatuí, SP e ‘Itapê’

2442
Publicidade
Siltec

Trinta e uma vagas estão disponibilizadas pelo PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) de Tatuí. Do total de oportunidades, 20 são para empregos em São Paulo e as demais, em Tatuí, Boituva e Itapetininga. As exigências para os cargos variam.

São oferecidas vagas para técnico em eletrônica, com CNH (Carteira Nacional de Habilitação), na categoria B, curso técnico em eletrônica, Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e experiência. A vaga é para Itapetininga.

Em Tatuí, há oportunidades para supervisor de vendas (uma vaga), com CNH categoria AB, veículo próprio e experiência; contato comercial (também uma vaga); e consultor de vendas (duas vagas), com as mesmas exigências.

Há empregos na cidade para vendedor em domicílio, com experiência, para vendas de apartamentos (uma vaga); engenheiro ambiental, com curso superior na área e experiência (uma vaga); eletricista automotivo, com CNH categoria AB e experiência (uma vaga); mecânico de caminhões a diesel, com CNH categoria C e experiência (uma vaga); e vendedor interno e externo, com CNH categoria AB e experiência, para vendas de consórcios (uma vaga).

Trabalhadores de Tatuí também podem pleitear uma vaga em Boituva. A vaga é para consultor comercial de peças automotivas, com CNH categoria B e experiência.

Publicidade
Siltec

Já para a capital são 20 pessoas. Elas atuarão como auxiliares de cozinha e precisam ter disponibilidade de realizar treinamento em Curitiba, no Estado do Paraná.

Por meio de nota, o PAT informou que “a validade das vagas está condicionada ao fluxo de pessoas” que passam pelo órgão, ligado à Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social. O posto atende de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, na rua Adauto Pereira, 352, na vila Minghini.

Mais informações sobre como pleitear as vagas são fornecidas pelo fone (15) 3251-4766.

Publicidade
Siltec

1 COMENTÁRIO

  1. Tudo que for de benefício a sociedade é bem vindo, mas esse projeto tem dois lados. As pessoas que não tem condições para adquirir a CNH e entrar nesse projeto para ajudar a vida profissional esse benefício serve. Mas se as pessoas que querem tirar a CNH por tirar, esse benefício não é válido. Porque se não tem condições de tirar uma CNH, como terá condições de comprar um veículo ?

Comments are closed.