‘O Progresso’ lança guia e mira em 2017

371
Publicidade
Siltec





O jornal O Progresso lançou na noite de segunda-feira, 8, a primeira edição do guia turístico e gastronômico “Tatuí Cidade Ternura”. O evento, que aconteceu em paralelo à abertura da exposição “Ballroom”, reuniu patrocinadores, integrantes do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e do Departamento Municipal de Cultura e Desenvolvimento Turístico, no Centro Cultural Municipal.

A iniciativa de apresentar todos os prestadores de serviços e empresas da área de gastronomia junto aos pontos turísticos da cidade, no formato de guia, é uma iniciativa inédita na cidade, que pleiteia o reconhecimento como Município de Interesse Turístico por parte da Secretaria de Estado do Turismo.

A publicação é dividida em cinco categorias. São listados os pontos turísticos locais; bares, cafés e restaurantes; hospedagens; festas e eventos; além de doces caseiros. A última seção tem a listagem de empresas e profissionais liberais.

De acordo com o diretor municipal da Cultura e Desenvolvimento Turístico, Jorge Rizek, o guia foi bem recepcionado por anunciantes e pela sociedade organizada que participa das discussões sobre o potencial turístico de Tatuí.

Publicidade
Siltec

Para Rizek, a iniciativa de lançar um produto que presta informações e ajuda na divulgação turística da cidade é bem-vinda e mostra a capacidade de inovação da empresa que edita o bissemanário.

“Acho que conseguimos um bom resultado, acredito que tenha sido aprovado pela maioria das pessoas. O mercado publicitário abraçou o projeto, e temos que agradecer esse apoio”, declarou.

O editor de O Progresso, Ivan Camargo, planeja a edição anual do guia, com informações atualizadas. “A intenção é que o guia impresso seja anual e que, no intervalo entre um e outro, a gente tenha uma versão on-line, que possa ser atualizada a qualquer tempo”, comentou.

A versão digital, que será disponibilizada a partir do final de semana, deve servir a quem pretende visitar a cidade, os quais podem acessá-la pela internet, no portal do jornal (www.oprogressodetatui.com.br).

Camargo classificou como “aposta” a disposição do jornal em lançar um produto novo durante a atual crise econômica, indo na contramão do mercado, retraído diante de novas iniciativas.

“Precisamos optar entre ficar parados, esperando para ver se a situação melhora, ou apresentarmos coisas novas, mostrarmos projetos interessantes”, afirmou.

O guia “Tatuí Cidade Ternura” tem reportagens assinadas pela jornalista Deise Juliana de Oliveira Voigt, que idealizou o projeto com Camargo e Rizek, em abril deste ano.

“Ambos abraçaram a ideia imediatamente. O Rizek lidera o departamento responsável pelo turismo e ajudou a tirar o projeto do papel. Tivemos muito empenho também da equipe de vendas do jornal, que conseguiu mostrar aos patrocinadores o potencial desse guia”, comentou a jornalista.

Deise trabalha com o bissemanário há 18 anos, produzindo projetos especiais para a publicação. A nova ideia surgiu da necessidade de publicar um guia que tivesse informações sobre a cidade e locais para entretenimento, como bares e restaurantes.

“A cidade vive esse momento, na expectativa de se tornar um Município de Interesse Turístico. A ideia era lançar na ocasião da Festa do Doce. Como todo mundo começou a comprar a ideia, nós achamos mais apropriado lançar no aniversário da cidade”, contou.

De acordo com a jornalista, a linguagem dos textos do guia é diferente da encontrada em outros meios de comunicação, como o jornal, por exemplo. Os textos de apresentação dos pontos turísticos são mais curtos e ajustados ao formato da publicação, inspirado em guias publicados por dois dos maiores jornais do país: a “Folha” e “O Estado de São Paulo”.

Os diários publicam, às sextas-feiras, um guia com a programação de final de semana na capital paulista que são tidos como referência no segmento.

“O trabalho foi bem rápido, durou cerca de três meses, desde a concepção até a revisão final. O texto mais curto e o fato de termos a memória pronta facilitaram na redação do conteúdo. Tivemos um apoio grande do Departamento de Cultura e Desenvolvimento Turístico na pesquisa”, contou Deise.

A publicação do guia turístico e gastronômico foi lembrada como uma das várias iniciativas pioneiras que O Progresso tem tomado ao longo dos 94 anos de história.

Em Tatuí, o jornal foi o primeiro a ter mais de uma edição semanal. Há 21 anos, também mantém a tradição de publicar, em agosto, edições comemorativas de aniversário da cidade.

“O Progresso sempre teve essa postura de ousadia, de apostar e acreditar em Tatuí. Assim como tem muitos apostando com a abertura de estabelecimentos, abrindo negócios, o jornal também arrisca e acredita na cidade que abriga o periódico”, comentou Deise.

“Acho que o guia deve servir como cartilha para quem está vindo visitar Tatuí e para quem mora aqui e quer conhecer lugares novos. Acho isso importante”, afirmou.

De acordo com o editor, a nova publicação de O Progresso mostra que a iniciativa privada pode suprir carências da comunidade sem, necessariamente, recorrer a patrocínio público. Para a realização do projeto, lembrou Camargo, não houve nenhum investimento da administração municipal.

“Acho que é natural, quando enxergamos uma carência, tentarmos preencher. O pessoal do Comtur nos disse que não tinha um material de trabalho específico, e vimos nisso uma oportunidade e um meio de contribuir com a cidade”, afirmou.

Rizek afirmou ser muito importante a existência de um guia que apresente a cidade para os turistas e que, ao mesmo tempo, sirva de referência aos próprios tatuianos.

“É uma ferramenta que não tínhamos e, a partir de agora, temos. As pessoas que vêm para Tatuí querem saber onde comer, onde tomar café e onde eles podem visitar. O guia é uma resposta para esse turista que vem à cidade”, explicou.

O diretor adiantou que, no ano que vem, o guia poderá agregar informações do Selo de Qualidade Turística, lançado pelo Comtur no início de abril.

“Vamos tentar alinhar com o Selo de Qualidade Turística. Vamos avaliar a recepção do guia, para, depois, conversar com o Comtur sobre a possibilidade”, revelou.

O guia turístico e gastronômico “Tatuí Cidade Ternura” poderá ser utilizado como referência para divulgação do município pela internet. Tanto assinantes como não assinantes terão acesso irrestrito à publicação.

Os assinantes do bissemanário receberão o guia juntamente com o exemplar do jornal em casa, no domingo, 14. A publicação terá circulação dirigida aos principais pontos da cidade, como hotéis, restaurantes, bares e pontos turísticos.

 

Terminal de informação

O Centro Cultural Municipal recebeu, na tarde de segunda-feira, 8, um terminal de informações digital cedido pelo SPCB (São Paulo Conventions & Bureau). O Comtur e a fundação que divulga a capital paulista firmou parceria no início deste ano.

O computador tem formato de totem e fornecerá, para turistas e moradores, informações como os principais pontos turísticos, gastronômicos, de diversões e hospedagens da cidade.

“É uma parceria que temos com o SPCB, e esse é um dos frutos. Ele está passando por uma atualização e, quando estiver em funcionamento, vai servir como ferramenta para divulgação de informações turísticas”, concluiu o diretor de Cultura e Desenvolvimento Turístico.


Publicidade
Siltec