NOTAS POLICIAIS

364
Publicidade





Mulher distraída pega moto errada em estacionamento

Com o objetivo de resolver questões bancárias na sexta-feira, 30, uma mulher de 49 anos foi até o centro e deixou uma moto Honda CG 125 no estacionamento motociclístico atrás da Praça da Matriz.

Ao retornar da agência, a mulher pegou a moto e retornou para a casa. Contudo, por volta de 17h, o marido chegou do trabalho e notou algo diferente na moto: a placa não era a mesma do veículo do casal. Logo que perceberam o equívoco, o casal foi até a Delegacia Central para registrar boletim de ocorrência de devolução.

Na delegacia, os agentes de plantão constaram que a dona da CG 125 havia denunciado o “roubo”. Consta na ocorrência policial que, como não houve nenhum dano ao veículo, o engano seria desfeito.

Publicidade

Idoso de 67 anos é vítima de estelionato em agência central

Um idoso de 67 anos, após sacar R$ 160 numa agência bancária no centro, foi abordado por um homem moreno, com aproximadamente 30 anos.

O golpista afirmava que a vítima precisava fazer um “cadastramento” no caixa eletrônico. Como o idoso não sabia fazer a suposta operação, deixou que o estelionatário utilizasse sua conta poupança.

Quando o idoso esperava o comprovante do suposto recadastramento, o criminoso foi embora. A vítima percebeu o golpe quando a máquina emitiu um comprovante de transferência no valor de R$ 3.000 para a conta de “Gisele Torres de Oliveira”, na cidade de Itapevi.


Motorista de Tatuí é assaltado na marginal Tietê em São Paulo

O ajudante Tiago Fernando Ferreira Vaz, 25, iria fazer uma entrega de arroz, em São Paulo, quando foi surpreendido na marginal Tietê, num momento em andava em baixa velocidade, por um homem com aparência de 30 anos.

O sujeito, que agarrou a janela do caminhão, portava um revólver na cintura e tentou assumir o volante do veículo. Quando o motorista ia para o meio do banco, o motor morreu.

O ladrão, entretanto, não conseguiu ligar o caminhão novamente. Antes de ir embora, a vítima teve a pochete roubada, junto a alguns documentos pessoais, um celular e R$ 170.


Adolescentes são pegos após perseguição pela Guarda Civil

Uma viatura da Guarda Civil Municipal, enquanto fazia patrulhamento na segunda-feira, 2, recebeu informações de moradores da vila Angélica de que um terreno baldio serviria de local para tráfico de drogas.

Na verificação da ocorrência, os oficiais depararam-se com dois adolescentes, ambos com 15 anos. Ao avistarem a viatura, os infratores subiram numa moto Honda CG 125 e tentaram fugir.

Os guardas municipais iniciaram perseguição em alta velocidade, segundo registro do boletim de ocorrência. A GCM conseguiu abordar os menores na rua José Orsi. Foram encontrados com um dos adolescentes seis “pinos” com substância análoga a cocaína e R$ 20. Consta na ocorrência que os guardas apreenderam 12 “pinos” da mesma substância com o outro menor.

Os adolescentes foram encaminhados à delegacia e ficaram apreendidos.


Adolescentes tentam roubar residência no Jd. Sta. Emília

Um homem de 32 anos relatou que, enquanto sua mulher dava banho no filho do casal, na segunda-feira, 2, dois adolescentes tentaram invadir a residência no Jardim Santa Emília.

Ao escutar o barulho de alguém mexendo na porta da cozinha, a mulher acionou o alarme da casa e chamou a Polícia Militar. Os bandidos fugiram, porém, a PM conseguiu capturá-los.

Na delegacia de polícia, os agentes pesquisaram a ficha criminal dos adolescentes, de 16 e 17 anos. Os menores foram liberados para representantes legais após os pais assinarem termo de responsabilidade.


Estelionatário faz idosa de 69 anos vítima de trote telefônico

Uma idosa de 69 anos foi vítima de estelionatário na sexta-feira, 30, após receber várias ligações no celular do número 0158581293975, conforme consta no BO.

Ao retornar o telefonema, o golpista disse que ela havia ganhado um prêmio no valor de R$ 30 mil. De acordo com as informações do BO, a idosa passou os dados da conta-corrente dela.

Na segunda-feira, 2, a vítima retirou um extrato e constatou que R$ 680 haviam sido sacados “de forma desconhecida”.


Publicidade