NOTAS POLICIAIS

420
Publicidade





Adolescente é pego vendendo cocaína no bairro S. Cristóvão

Na quarta-feira, 2, às 19h30, guardas civis municipais apreenderam um adolescente de 16 anos que estaria comercializando drogas no bairro São Cristóvão.

De acordo com boletim de ocorrência, a GCM (Guarda Civil Municipal) recebeu denúncia anônima informando que dois rapazes estavam vendendo entorpecentes perto de uma creche do bairro.

Conforme a denúncia, “a todo o momento”, os dois se dirigiam atrás da creche para pegar “mais produtos”. Os guardas foram até o local e abordaram os rapazes, sendo que o garoto de 16 anos teria dispensado três cápsulas de cocaína e R$ 5 no chão.

Publicidade

Segundo o BO, perto dos dois rapazes, estavam algumas pessoas, que, ao verem que eles haviam sido abordados, começaram a arremessar objetos e chutar os guardas. Nesse momento, um dos acusados conseguiu fugir.

O adolescente teria confessado que estava vendendo drogas para um tio dele e que mostraria aos guardas onde tinha escondido mais entorpecente. O garoto apontou o local: um terreno baldio atrás da creche.

No momento em que um dos guardas foi verificar se havia mais drogas, o adolescente tentou fugir, mas caiu e foi detido.

Conforme o BO, no local mostrado pelo adolescente, havia mais 17 cápsulas contendo cocaína. Diante da droga e da confissão do garoto, ele foi apreendido, ficando à disposição da Vara da Infância e da Juventude.


Dois homens e 1 adolescente são pegos com drogas e arma

Na noite de terça-feira, 1o, guardas civis municipais prenderam dois homens e um adolescente envolvidos com tráfico de drogas, no Jardim Santa Rita de Cássia. “Grande quantidade” de maconha e cocaína foi apreendida.

Em patrulhamento pelo local, os GCMs “surpreenderam” Wellington Inácio Bento, 26, Reginaldo Vicente da Silva, 23, e um adolescente de 16 anos em um carro. Com eles, os guardas teriam achado as drogas.

De acordo com o BO, o menor carregava 60 cápsulas de cocaína e Silva, 120 porções da mesma droga.

Em seguida, os guardas seguiram para a chácara de Bento, onde, segundo o BO, encontraram 395 microtubos de cocaína, duas porções a granel da mesma droga e um “tijolo” de 0,635 grama de maconha.

Conforme o BO, no mesmo local, os guardas encontraram uma máquina para o “prensamento” de maconha, 11 mil microtubos para embalo de cocaína, uma pistola calibre 38, com 11 munições intactas, e 36 cartuchos íntegros de calibre 38.

Bento e Silva foram presos em flagrante e permanecem à disposição da Justiça. O adolescente foi apreendido e encaminhado ao Ministério Público.


Pedestre roubado na manhã de terça por um motoqueiro

Na manhã de terça-feira, 1o, um motorista de 32 anos foi vítima de roubo após sair de uma agência bancária no centro. O criminoso levou a carteira dele, que continha R$ 450, e um telefone celular.

De acordo com boletim de ocorrência, por volta de 9h, a vítima saiu da agência, após sacar o dinheiro, e estava caminhando pela rua Capitão Lisboa, quando um homem anunciou o assalto.

Ainda conforme o BO, o ladrão estava pilotando uma motocicleta amarela, modelo Twister, usando um capacete preto com viseira espelhada.

O ladrão roubou a carteira do motorista, contendo, além do dinheiro, documentos pessoais e cartões bancários.

Segundo o BO, o motorista não conseguiu anotar a placa do veículo e também não apontou as características físicas do criminoso.


Três adolescentes roubam R$ 80 e mercadorias de mercado

Um “minimercado”, localizado na vila Angélica, foi roubado na tarde de terça-feira, 1o, por três pessoas. A proprietária informou que os ladrões eram adolescentes.

De acordo com BO, um deles portava uma arma de fogo, sendo que todos anunciaram o assalto, mandando que a mulher permanecesse sentada enquanto eles praticavam o roubo.

Conforme o BO, dois rapazes subtraíram mercadorias, como biscoitos e chocolates, e outro pegou R$ 80 que estavam no caixa.

A vítima informou que os três usavam lenços cobrindo os rostos, o que dificulta o reconhecimento.


Homem é enganado em golpe de sequestro e perde R$ 1.000

Um tratorista de 52 anos foi vítima de um “golpe de sequestro” na tarde de quarta-feira, 2, e perdeu R$ 1.000.

De acordo com o BO, a vítima recebeu uma ligação, na qual um homem afirmava que havia sequestrado a filha dele e exigia o pagamento de resgate no valor de R$ 1.000.

Coforme a vítima, o suposto sequestrador sabia o nome completo dele e da filha, além de detalhes pessoais dos dois.

Segundo o BO, “apavorado”, o tratorista foi imediatamente até uma lotérica no centro e efetuou o depósito para uma conta-corrente passada pelo suposto sequestrador.

Após efetuar a transação bancária, o homem encerrou a ligação e ligou para a filha, momento em que descobriu que tudo não passara de um golpe.


Publicidade