Notas Policiais

491
Publicidade
  • Bicicleta de estagiário acaba furtada em frente ao Cemem

Um estagiário de 18 anos teve a bicicleta furtada, durante a manhã de terça-feira, 13, na rua São Bento, na área central.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jovem deixou a bicicleta, aro 21 e de 21 marchas, avaliada em R$ 400, acorrentada a uma palmeira em frente ao Cemem (Centro Municipal de Especialidades Médica) “Doutor Jamil Sallum”.

Ao retornar ao local, segundo o boletim, por volta das 13h, o estagiário notou que a bicicleta havia sido furtada e a palmeira, na qual a acorrentara, estava quebrada. Ele disse à PC que, há dois meses, uma bicicleta havia sido furtada da mesma maneira no local.


  • Indivíduos roubam carteira de maquinista na região central

Um maquinista de 44 anos foi vítima de roubo, na tarde de terça-feira, 13, por volta das 16h, na área central. Dois ladrões anunciaram o assalto e levaram a carteira da vítima.

Segundo relatado na Delegacia Central, o maquinista estava no centro para resolver assuntos bancários e efetuar compras. Quando chegou na esquina entre as ruas Cônego Demétrio e 7 de Maio, dois homens o abordaram, exigindo que entregasse a carteira e continuasse caminhando sem olhar para trás.

Publicidade

A vítima disse à PC que os bandidos – “sendo um gordo e de aparentemente 45 anos e o outro, forte e de 20 anos” – roubaram a carteira dele, contendo RG, CPF, CNH, certificado de reservista, três cartões bancários e R$ 250.


  • Casa na vila Primavera acaba furtada no feriado prolongado

Um aposentado de 71 anos teve prejuízo no feriado prolongado ao ter a residência, localizada na vila Primeira, invadida e furtada. A vítima esteve no plantão policial para informar o crime no início da tarde de quarta-feira, 14.

Conforme o boletim de ocorrência, o aposentado deixou a casa dele para ir a um sítio, em Cesário Lange, na sexta-feira, 9, por volta das 18h, e retornou somente na segunda-feira, 12, às 17h.

Ao entrar na sala do imóvel, de acordo com o boletim, o aposentado percebeu que a TV Smart dele, da marca Panasonic e de 50 polegadas, havia sumido e vários pertences estavam bagunçados.

Segundo o BO, a vítima acionou a Polícia Militar e, ao verificar os outros cômodos da casa, constatou que o vitrô da cozinha estava quebrado, além da falta de três mochilas de viagem, um par de tênis, um secador de cabelo, um roteador e um modem, um cofre de lata com várias moedas, um celular e R$ 100.


  • Vítima cai em golpe ao aceitar falsa proposta de empréstimo

Uma esteticista de 23 anos, moradora do Jardim Paulista, foi vítima de estelionato ao aceitar uma falsa proposta de empréstimo. Ela depositou quase R$ 1.000 para ter “liberados” R$ 25 mil, porém, não recebeu o empréstimo. O caso foi informado à PC na quinta-feira, 15.

Conforme relatado, no dia 24 de setembro, a esteticista recebeu a oferta, via mensagem de texto, de empréstimo supostamente do “Banco Safra” para o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) da empresa dela.

Posteriormente, segundo relatado, as negociações continuaram com outro número, via WhatsApp, com a atendente “Sandra Alencar”. A esteticista recebeu algumas propostas e planos de pagamentos, aceitando o empréstimo de R$ 25 mil, a ser pago em 48 parcelas de R$ 676,33, o que totalizaria R$ 32.463,84.

Segundo o boletim de ocorrência, após combinar o valor do empréstimo, a suposta atendente pediu diversos dados pessoais da esteticista, entre eles, um documento chamado “Decore”. Ao afirmar que não o possuía, Sandra forneceu outro número, alegando que seria de um contador indicado pelo banco.

De acordo com o boletim, a esteticista contatou o suposto contador, o qual cobrou R$ 935 pelo documento. Na tarde de quinta-feira da semana passada, 8, ela efetuou a transferência do valor do Decore, em benefício de “Cleonice L. Barbosa”.

Ainda conforme o BO, o contador informou que o documento seria eletrônico e ficaria disponível na plataforma do banco. Após a transferência, a suposta atendente disse à vítima que o dinheiro seria creditado na conta no dia seguinte, entretanto, não teve mais contato com Sandra.


  • Celulares de adolescentes são roubados na Praça do Museu

Dois indivíduos, de 22 e 27 anos, acabaram presos, no Jardim Rosa Garcia, na madrugada de sexta-feira, 16, acusados de roubo. Com eles, a Guarda Civil Municipal recuperou dois celulares que haviam sido roubados de duas adolescentes, de 16 e 17 anos.

Segundo a GCM, os agentes foram acionados pelas duas vítimas, à 1h45, informando que estavam na Praça do Museu, onde teriam sido abordadas por dois sujeitos, fazendo menção de estarem armados. Eles teriam ameaçado e agredido as adolescentes para levarem os celulares.

De acordo com o boletim de ocorrência, os guardas começaram a procurar os suspeitos e, no Jardim Rosa Garcia, próximo a um “ponto” de venda de drogas, encontraram os celulares em posse de dois indivíduos com as características informadas pelas vítimas.

Conforme o boletim, as adolescentes reconheceram os dois homens e os aparelhos roubados. Eles estariam alcoolizados e negaram ter praticado o crime, porém, não souberam explicar como os celulares estavam próximos a eles.

Os acusados foram levados à Central de Flagrantes, onde receberam voz de prisão, sem possibilidade de fiança, permanecendo à disposição da Justiça.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome