Notas policiais

513
Publicidade
  • Dupla armada assalta posto de combustíveis e leva R$ 10 mil

Dois homens armados invadiram e roubaram mais de R$ 10,7 mil de um posto de combustíveis no bairro Guardinha, na rodovia SP-127. Um funcionário comunicou o roubo, na Delegacia Central, na tarde de sexta-feira, 3, mas o crime teria ocorrido na madrugada de 25 de junho.

Conforme relatado, os criminosos entraram no comércio, por volta das 23h30, e até o caixa. Eles teriam ameaçado o funcionário que tomava conta do dinheiro e fugido com R$ 10.738.

À Polícia Civil, o funcionário informou que os dois homens tinham pela parda, um deles seria magro, de 1,68 metro de altura e estaria usando blusa cinza, calças jeans, boné preto e máscara, além de uma arma de fogo calibre 38.

Já o comparsa, ainda de acordo com as características informadas pela vítima, seria mais forte e de aproximadamente 1,80 de altura. Ele usava blusa cinza, calças jeans, boné cinza e máscara preta. Ainda estaria com um revólver, que a vítima não soube informar se era simulacro ou arma de fogo.

O funcionário ainda contou aos policiais que dois frentistas testemunharam o assalto e que o local possui câmeras de monitoramento, as quais flagraram a ação dos criminosos.

Publicidade

  • Moto deixada em estrada com pneu furado é furtada no ‘RG’

Uma Honda, CG 150 Titan, foi furtada na tarde de sexta-feira, 3, na estrada municipal entre Tatuí e Alambari, no Jardim Rosa Garcia 2. O proprietário, um caseiro de 26 anos, alegou tê-la deixado encostada em um barranco, com o pneu furado.

A vítima disse à PC que o pneu furou na manhã de quinta-feira, 2, por volta das 9h, quando ele passava em frente a uma cerâmica. Por estar sem dinheiro para arrumar a moto e sem condições de levá-la para casa, o caseiro acabou indo embora e deixando o veículo na estrada.

Conforme o boletim de ocorrências, no dia seguinte, por volta das 14h, a vítima pediu ajuda a um irmão e retornou ao local com ferramentas para retirar o pneu e levá-lo a uma borracharia, mas não encontrou o veículo.


  • Polícia Militar pega eletricista acusado de furtar bicicleta

Um ajudante de eletricista de 45 anos foi preso, na tarde de sexta-feira, 3, por furtar uma bicicleta na vila Dr. Laurindo. O acusado foi flagrado pela Polícia Militar enquanto caminhava empurrando o objeto de furto.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe da PM fazia patrulhamento pelo bairro quando foi informada, via rádio, sobre uma ocorrência de furto na casa de um empresário, da qual teriam levado a bicicleta.

O empresário disse à PM que encontrara a casa revirada e a janela dos fundos, aberta. A vítima ainda disse acreditar que o homem tenha entrado pela janela após pular o muro.

Conforme a PM, o homem foi flagrado no momento em que a viatura se dirigia até o local do furto. O acusado estava empurrando a bicicleta e, ao perceber a aproximação da guarnição, abandonou-a e tentou fugir.

O homem acabou alcançado e a vítima reconheceu a bicicleta. Durante a abordagem, nada de ilícito teria sido encontrado, contudo, o homem estava machucado, com escoriações leves e as calças rasgadas.

O acusado, Jonas Ferreira da Silva, 45, foi encaminhado ao Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto” e, posteriormente, à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.


  • Dupla é presa com 31 pedras de crack em operação da GCM

Dois jovens, de 18 e 22 anos, foram presos na tarde de domingo, 5, acusados de tráfico de drogas no Inocoop. Durante a ação, agentes da Guarda Civil Municipal aprenderam R$ 85 em dinheiro e 31 pedras de crack.

Segundo a GCM, um morador denunciou que os dois jovens estavam vendendo drogas na rua Abílio Manoel de Sá. O denunciante teria informado as características dos acusados e apontado que eles estavam soltando pipa na rua.

No local, ainda conforme a GCM, ao avistar a viatura, os suspeitos “mudaram de comportamento” e um deles jogou algo no chão. Em revista pessoal, nada ilícito foi localizado, apenas valores em dinheiro – um deles carregava R$ 65 e o outro, R$ 20.

Conforme o BO, no pacote jogado, a GCM encontrou uma pedra de crack e, em buscas pela rua, foram localizadas outras 30 porções da mesma droga.

Os dois receberam voz de prisão e foram levados à Delegacia Central, onde Erick Mateus Pereira, 18, permaneceu à disposição da Justiça e o rapaz de 22 anos foi liberado, após prestar depoimento.

Publicidade