Notas policiais

354
Publicidade
  • Idosa acaba com prejuízo de R$ 2.200 ao ter cartão furtado

Uma idosa de 80 anos teve prejuízo de R$ 2.200 após ter três cartões bancários furtados. Os objetos estavam dentro de uma carteira levada do interior da bolsa dela, na região central. O caso aconteceu no início da tarde de sexta-feira, 21.

Conforme relatado na Polícia Civil, por volta das 13h, após ter saído de uma loja de roupas na rua 11 de Agosto, a idosa teria notado a falta da carteira, com o RG e três cartões bancários, sendo dois dela e um do marido.

A vítima disse à PC que, imediatamente, dirigiu-se à agência bancária em que possui conta para bloquear os cartões. No entanto, fora surpreendida com quatro compras no nome dela, nos valores de R$ 500, R$ 1.000, R$ 400 e R$ 300.

De acordo com o boletim de ocorrência, a idosa não soube informar como as compras foram realizadas, pois as senhas não estavam anotadas junto aos cartões.


  • Golpistas clonam aplicativo de mensagens e lesam motorista

Um motorista de 39 anos foi alvo de estelionatários enquanto acreditava estar ajudando um amigo. Os golpistas se passaram por outra pessoa, ao clonarem um número de telefone e, através do WhatsApp, pediram um suposto empréstimo. O caso ocorreu na sexta-feira, 21.

Publicidade

Conforme o boletim de ocorrência, o motorista recebeu mensagens do suposto amigo relatando que precisava fazer um depósito, entretanto, o aplicativo bancário não estaria funcionando. O valor seria devolvido no dia seguinte, “sem falta”.

Segundo o boletim, os estelionatários informaram os dados bancários para a vítima fazer o depósito, no valor de R$ 980, em nome de “Tatiane Lima de Souza”, em uma agência de Jabaquara, em São Paulo. Após a transferência ser efetuada, os golpistas pediram um novo depósito, de R$ 870.

Posteriormente, a vítima teria entrado em contato com o amigo, sendo avisada de que o aplicativo dele havia sido clonado e que outras pessoas haviam recebido a mesma solicitação de depósito.


  • Menor pega moto escondida para ir à igreja, mas a colide

Um adolescente de 17 anos se envolveu em um acidente de trânsito na região central, no início da tarde de quinta-feira, 23 – cinco dias antes de completar 18. Ele alegou à Polícia Militar que pegara a motocicleta escondida da mãe dele para ir à igreja.

De acordo com a PM, uma guarnição fazia patrulhamento quando foi avisada por populares sobre um acidente de trânsito na rua 11 de Agosto. No local, os policiais encontraram um adolescente com a moto, da marca Honda, modelo XRE 300, e um professor de 68 anos, condutor do veículo, da marca Toyota, modelo Corolla.

O menor alegou que teria pegado a moto sem a autorização da mãe dele para ir assistir a uma missa. Ao sair, o adolescente diz que trafegava pela via quando o carro teria sinalizado, repentinamente, que entraria em uma garagem e ele não conseguiu desviar. O menor caiu da moto e feriu a boca.

O condutor do veículo disse à PM que iria guardar o carro na garagem e não tivera culpa na colisão, pois o adolescente estaria trafegando em alta velocidade.

Segundo o boletim de ocorrência, o menor e o professor foram conduzidos ao plantão policial para prestarem depoimento. O condutor do carro foi liberado, assim como o adolescente, entregue à mãe dele. A motocicleta permaneceu apreendida.


  • Uno levado do Junqueira acaba sendo localizado no ‘ribeirão’

Uma secretária de 45 anos, moradora do bairro do Junqueira, teve o veículo dela furtado na madruga de domingo, 23. No período da tarde, o filho dela foi avisado pela Guarda Civil Municipal de que o carro havia sido encontrado dentro do ribeirão do Manduca.

Segundo relatado pelo filho da vítima, durante a madruga, ele teria visto o veículo da mãe, da marca Fiat, modelo Uno Vivace, estacionado em frente à casa deles. Contudo, quando ia sair do imóvel, por volta das 13h, teria notado que o carro não estava no local.

O filho da secretária disse à PC que, ao conversar com um vizinho, fora informado de que, às 1h40, o veículo não estava estacionado em frente à residência.

Conforme o boletim de ocorrência, o rapaz iria fazer a comunicação do furto, no entanto, foi avisado pela GCM de que o carro estava dentro do ribeiro do Manduca. Na sequência, ele pôde ver que o automóvel estava em um local de “difícil acesso” e só poderia ser retirado com apoio de um caminhão com guindaste.


  • Furtado em Cerquilho, carro é visto ‘depenado’ em canavial

Uma equipe da Polícia Militar encontrou um veículo, da marca Volkswagen, modelo Gol, abandonado em um canavial na rodovia Gladys Bernardes Minhoto, a SP-129, na tarde de segunda-feira, 24. O carro tinha sido roubado no dia anterior, em Cerquilho, e estava “depenado”.

De acordo com a PM, uma equipe foi acionada para atender à ocorrência e, no local, encontrou o veículo sem os quatro pneus, bancos, volante, estepe e bateria. O motor ainda estava no carro abandonado.

Conforme a PM, pela placa, os policiais constataram que havia uma ocorrência de furto do automóvel registrada na madrugada do dia anterior, em Cerquilho. Em consulta ao sistema Prodesp/Detran, verificou-se que o veículo é de propriedade de uma moradora de Capivari. O carro foi apreendido.

Publicidade