Notas policiais

524
Publicidade
  • Criminosos furtam R$ 1.000 e retiram mesmo valor de conta

Uma mulher de 49 anos teve a carteira furtada enquanto espera em uma fila para pagar contas. Os criminosos levaram R$ 1.000 e sacaram o mesmo valor da conta bancária dela, dobrando o prejuízo da vítima. O caso aconteceu na manhã de sexta-feira passada, 5.

Segundo relatado na PC, a mulher notou a falta da carteira no momento em que ia pegar o dinheiro. A vítima afirma que estavam na carteira os documentos pessoais, cartões de bancos e R$ 1.000, que acabara de sacar.

Conforme o BO, ainda foi feita uma retirada de R$ 1.000 da conta-poupança da vítima, pois, junto com um dos cartões levados, estava um papel contendo a senha da vítima.


  • Celular é furtado de cima de cesta de cebolas em mercado

Um celular, com documentos e dinheiro guardados dentro da capa protetora, foi furtado de cima de uma cesta de cebolas em um mercado. O crime aconteceu na tarde de terça-feira, 9.

Conforme o documento, uma mulher de 46 anos estava em um mercado na região do Morro Grande, por volta das 17h. No setor de hortifrutis, a vítima deixou o celular em cima da cesta de cebolas para pegar um saco de legumes, momento em que ocorreu o furto.

Publicidade

Dentro da capa protetora do aparelho, estava a carteira de identidade da vítima, o documento do carro dela e R$ 150.

Segundo o boletim, no momento, somente uma amiga que acompanhava a vítima e um funcionário do mercado estavam próximos. Entretanto, o empregado não teria mostrado as filmagens, alegando que havia muitas câmeras para serem verificadas.


  • Homem sai para buscar notas fiscais e foge com os “lucros”

Uma mulher de 41 anos pagou R$ 865 a um homem para comprar uma TV, uma geladeira, dois celulares e um fogão. Na sequência, ele falou à vítima que iria buscar as notas ficais no carro e fugiu com o dinheiro. O caso aconteceu no dia 15 de março, mas a mulher só registrou o boletim de ocorrência na quarta-feira, 10.

Segundo relatado, o homem conseguiu o telefone da vítima por uma rede social e teria começado a mandar mensagens oferecendo inúmeros produto. Ele insistia que só era preciso pagar o valor da nota fiscal para entregar os produtos.

A mulher teria se interessado e acertado a compra de uma TV de 43 polegadas da LG, uma geladeira, dois celulares da Motorola e um fogão de cinco bocas da Brastemp.

Conforme o boletim, o homem foi até a casa da vítima para combinar o pagamento e a entrega. A mulher pagou os R$ 865 e o golpista andou em direção a um carro, mas virou a esquina e não voltou mais.

Ainda conforme o BO, a mulher começou a ligar, constantemente, cobrando o indivíduo, que sempre respondia que os produtos iriam chegar. Posteriormente, o homem “se irritou” e nunca mais atendeu a vítima.


  • Rapaz deposita R$ 20 mil, mas vendedor não entrega veículo

Um autônomo de 37 anos combinou a compra de uma caminhonete por um aplicativo de mensagens e depositou o valor de R$ 20 mil exigidos pelo vendedor, porém, o veículo não foi entregue. A vítima compareceu à Delegacia Central para fazer o boletim de ocorrência na manhã de quinta-feira, 11.

Segundo o documento, a vítima se interessou por uma caminhonete anunciada no site “OLX” e começou a negociar a compra do veículo.

O indivíduo afirmava ser revendedor de veículos na cidade de Lorena. Ele forneceu uma conta bancária de uma mulher que seria a proprietária do carro e teria pedido que a vítima fizesse um depósito de R$ 1.500 para “segurar o negócio”.

Conforme o boletim, a vítima depositou o valor na quarta-feira, 3. Posteriormente, o suposto vendedor pediu mais R$ 3.000, e o montante foi depositado na terça-feira, 9. No dia seguinte, o homem transferiu mais R$ 15.500 na mesma conta bancária.

Após o último depósito completar o valor combinado de R$ 20 mil, o suposto vendedor teria que trazer o veículo para Tatuí, na quinta-feira, 11. Contudo, o indivíduo não apareceu e não respondeu mais nenhuma mensagem enviada pelo autônomo.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome