Notas policiais

794
Publicidade
  • Casal sai por 15 minutos e, na volta, encontra casa invadida

Um casal, residente no bairro Campinho, teve a casa invadida e furtada na noite de quarta-feira da semana passada, 27 de março, após deixar a moradia sozinha por, aproximadamente, 15 minutos. O proprietário do imóvel informou o crime à PC na manhã de domingo, 31.

Conforme relatado, a vítima e a esposa deixaram a casa, no final da tarde, para buscar a filha em ponto de ônibus e, ao retornarem, avistaram a residência com as janelas quebradas e a porta arrombada. A Guarda Civil Municipal foi acionada e acompanhou os proprietários até o imóvel.

Segundo o boletim de ocorrência, diversos objetos foram levados, entre eles, uma televisão LG de 32 polegadas, uma roçadeira, joias, produtos alimentícios, roupas, bolsas, remédios, ferramentas, maquiagens e documentos pessoais.

Uma bicicleta da vítima (que, segundo o BO, os criminosos não teriam conseguido carregar) foi localizada próxima à casa. Além disso, diversos móveis como cômodas e armários foram danificados.

Ainda conforme a vítima, o bairro tem sido vítima de furtos há alguns dias. Ele contou à PC que já tivera a casa invadida e furtada anteriormente e que também soubera de um vizinho furtado na segunda-feira da semana passada, 25 de março.

Publicidade

  • Motorista é preso por dirigir embriagado na rodovia SP-141

Um autônomo de 31 anos foi preso, na madrugada de sábado, 30 de março, acusado de dirigir embriagado na rodovia SP-141. O motorista, abordado pela Polícia Militar Rodoviária no quilômetro 27, já estaria com os direitos suspensos para a direção de veículo automotor.

De acordo com o boletim de ocorrência apresentado na Delegacia Central, os militares realizavam uma blitz na rodovia quando perceberam que um motorista teria freado o carro e fugido da fiscalização.

Segundo a PMR, viaturas seguiram o veículo até o momento em que ele foi estacionado em frente a uma casa da rua Adriano Ribeiro Bastos da Silva, no Jardim Primavera. Ao desembarcar do veículo, o acusado ainda teria tentado correr para dentro do imóvel, sendo contido e imobilizado no chão.

Os policiais rodoviários contaram à PC que, logo no primeiro contato com o motorista, perceberam que ele apresentava sinais de embriaguez, como “olhos avermelhados, coordenação motora prejudicada, voz pastosa e odor etílico”.

Segundo o boletim, o motorista se negou a realizar o teste do bafômetro e um exame clínico, feito por um médico plantonista do Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, atestou o estado de embriaguez.

Em seguida, o acusado foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.


  • Idoso sofre golpe ao comprar panelas de vendedor de rua

Um aposentado de 71 anos foi vítima de golpe, na tarde de quinta-feira da semana passada, 28 de março, ao comprar panelas de um vendedor de rua. A vítima informou o crime à PC na tarde do dia seguinte.

Conforme relatado, um desconhecido – de pele parda e com aproximadamente 1,70 metro de altura – tocou a campainha da casa da vítima vendendo três kits de cinco panelas por R$ 550, valor que poderia ser parcelado em até dez vezes no cartão de crédito.

Após ser convencido pelo vendedor, o idoso comprou os utensílios e pagaria uma parcela de R$ 55 com cartão de crédito. Contudo, ao pegar o cartão para cobrar a parcela, o vendedor teria cobrado R$ 1.000 no débito, sem que a vítima percebesse.

O homem desconhecido estaria em uma caminhonete de cabine dupla, cor prata, com placas de Americana (SP). Ele não forneceu nenhuma forma de contato para a vítima, tampouco forneceu a nota fiscal, alegando que iria trazer a nota em “datas futuras”.

O idoso procurou a agência bancária para bloquear o cartão e, posteriormente, esteve na delegacia para o registro da ocorrência. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.


  • PM apreende dois menores e pedras de crack no J. Gonzaga

Dois adolescentes de 16 anos foram apreendidos, na noite de domingo, 31 de março, acusados de tráfico de drogas, no Jardim Gonzaga. Durante operação da Polícia Militar, também foram recolhidas 30 pedras de crack.

Segundo o boletim, uma equipe da PM recebeu denúncia de que dois menores estariam vendendo drogas em uma casa do bairro, e os suspeitos foram encontrados na calçada da rua José Pires Correia.

Durante a abordagem, um dos acusados teria jogado um celular no chão e danificado o aparelho. Com ele, nada de ilícito teria sido encontrado, apenas R$ 10 em dinheiro, enquanto o outro teria sido abordado na garagem no imóvel, com dez pedras de crack e R$ 24.

Questionados, um deles teria admitido a venda de drogas. Na casa dele, os agentes ainda teriam encontrado outras 20 pedras da mesma droga e mais R$ 15 em dinheiro, além de um celular. O outro menor teria permanecido em silêncio, sem negar o uso ou venda do produto.

Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia Central, onde permaneceram à disposição da Vara da Infância e Juventude. Se condenados, devem responder por ato infracional nos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Publicidade