Notas policiais

1395
Publicidade
  • Mulher “ataca” pedestre para roubar celular na vila S. Luzia

Uma mulher (ainda não identificada) “atacou” e ameaçou uma jovem de 19 anos para roubar um celular, na noite de terça-feira, 22, na vila Santa Luzia. A vítima registrou boletim de ocorrência na Delegacia Central, na tarde de quarta-feira, 23.

Conforme relatado, a jovem havia saído do trabalho, por volta das 22h30, e seguia de volta para casa quando foi surpreendida pela criminosa. A mulher teria atacado a vítima com murros e chutes, exigindo que a garota entregue o aparelho móvel.

Após o roubo, a jovem se dirigiu ao Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto” para ser atendida e acionou a Polícia Militar, que a orientou a procurar a PC para registrar a ocorrência.

No hospital, o médico de plantão constatou que a jovem havia sofrido hematomas em diversas partes do corpo. A vítima conta que não conseguiu guardar nenhuma característica da agressora, pois estava “indefesa” no chão.


  • Ajudante de pedreiro é detido após atear fogo em lote baldio

Um ajudante de pedreiro de 47 anos foi preso, por volta das 19h de terça-feira, 22, acusado de incendiar dois terrenos baldios no Jardim Wanderley. Equipes da Guarda Civil Municipal apresentaram a ocorrência na PC às 0h23.

Publicidade

De acordo com a GCM, uma guarnição foi acionada para dar apoio ao Corpo de Bombeiros, que estaria tentando apagar as chamas na rua Maria de Lourdes Almeida Sinisgalli. Os lotes estão cercados de casas ficam ao lado da rodovia Antônio Romano Schincariol, SP-127.

Testemunhas teriam visto o acusado atear fogo e descreveram as características à GCM. Agentes realizaram buscas pelo bairro e encontraram o homem sentado sob uma árvore.

Durante revista pessoal, os agentes teriam encontrado duas caixas de fósforo com o acusado. Ainda conforme a CGM, a pista e as ruas ao redor dos terrenos ficaram tomadas de fumaça – inclusive, um depósito de gás existe no bairro.

Questionado, o homem teria confessado que havia colocado fogo nos terrenos. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu aguardando audiência de custódia. Ele deve responder por incêndio e incolumidade pública.


  • Homem de 38 furta bicicleta e acaba pego na vila Esperança

Um homem de 38 anos foi preso, na tarde de terça-feira, 22, na vila Esperança, acusado de furtar a bicicleta de um jovem de 19 anos. A própria vítima apresentou a ocorrência na Delegacia Central.

Conforme relatado, o rapaz entrou em uma loja para fazer compras e deixou a bicicleta estacionada na calçada, momento em que o criminoso teria se aproveitado e a levado.

Vendedoras do estabelecimento viram o homem pegando a bicicleta e avisaram a vítima. O jovem saiu correndo na tentativa de recuperar o objeto, contudo, não conseguiu alcançar o ladrão.

Na sequencia, a vítima decidiu ir até a Praça da Matriz e relatou o caso a policiais que patrulhavam pelo local. Os agentes realizaram buscas e encontraram o suspeito, após 15 minutos, na vila Esperança.

Conforme a PM relatou à PC, ao perceber a aproximação da viatura, o homem jogou a bicicleta no chão e tentou fugir, pulando pelos telhados das casas do bairro. Durante a fuga, ele teria caído e acabou abordado e identificado pelos militares.

Questionado, Edson Paes de Oliveira teria confessado o crime e ainda informado que havia furtado outra bicicleta, a qual já havia vendido. Ele foi encaminho à Delegacia Central, onde permaneceu detido.


  • Estudante de 19 anos é detido com porções de cocaína na VA

Um estudante de 19 anos foi detido, na tarde de quinta-feira, 24, na vila Angélica, acusado de tráfico de drogas. Com ele, a Guarda Civil Municipal apreendeu um celular, porções de cocaína “Aricanduva” e dinheiro.

De acordo com a GCM, agentes faziam patrulhamento pelo bairro quando suspeitaram do rapaz. Ele teria jogado algo na direção de um terreno baldio e entrado em uma viela ao perceber a aproximação da viatura.

Durante a abordagem, Vitor Marques Amaral Almeida de Oliveira não estaria carregando nada de ilícito, apenas R$ 116 em notas e um aparelho celular. Contudo, teria confessado o crime.

Conforme os GCMs, o rapaz contou que havia arremessado 12 papelotes de cocaína no terreno baldio. O jovem ainda teria contado que vendia cocaína havia cerca de um ano, por R$ 25 cada porção.

Oliveira foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu aguardando audiência de custódia.

Publicidade