Notas policiais

1145
Publicidade
  • Mecânico quase atropela GCM e acaba detido por embriaguez

Um mecânico eletricista de 51 anos foi detido, na noite de quarta-feira, 10, por embriaguez ao volante, após quase atropelar um guarda municipal que fazia a sinalização do trânsito na vila Americana.

De acordo com a GCM, um caminhão estava quebrado na pista e uma equipe estava orientando os motoristas quando o motociclista se aproximou e quase atropelou o agente.

O condutor teria parado o veículo alguns metros à frente, depois de receber ordem de parada, e, ao descer da moto, teria demonstrado desequilíbrio, “quase caindo no chão”.

Ainda segundo a GCM, ao conversar com o motociclista, ele apresentava sinais de embriaguez com fala “enrolada” e exalando odor etílico. Questionado, ele teria alegado que havia bebido “uma cerveja”.

O homem foi encaminhado ao Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, onde o médico plantonista constatou o estado de embriaguez. Na sequência, o acusado esteve na Delegacia Central, onde recebeu ordem de prisão com possibilidade de pagamento de fiança de R$ 1.000.

Publicidade

Conforme o boletim, a esposa do acusado pagou e o homem foi liberado. A moto acabou liberada ao cunhado do mecânico.


  • Idoso é vítima de golpista em banco durante o expediente

Um idoso de 65 anos foi vítima de golpe, durante o horário de expediente de agência bancária da área central, na tarde de quarta-feira, 10. A vítima procurou a Polícia Civil algumas horas depois do crime.

Conforme relatado, o aposentado foi até uma agência, na rua Juvenal de Campos, fazer um depósito na conta-corrente e, depois de realizar a operação, teria sido abordado por uma mulher que vestia camiseta com logo do banco, passando-se por funcionária.

Ela teria dito ao idoso que a senha de letras havia sido trocada e, na sequência, pegado o cartão da vítima para anotar a suposta senha. Depois de anotar, ela teria entregado o cartão e sumido.

Segundo o boletim, ao conferir a senha, o aposentado descobriu o golpe, já que o cartão que a suposta funcionária deixou com ele era de outra agência.

O homem foi até o gerente para informar o fato e o funcionário verificou que já haviam sacado R$ 1.500 da conta da vítima.


  • Mulher esquece celular em loja e descobre furto ao resgatá-lo

Uma mulher de 33 anos foi vítima de furto, na tarde de quarta-feira, 10, em uma loja de brinquedos do centro. A vítima procurou o plantão da Polícia Civil para relatar o crime.

De acordo com o informado, a mulher fez compras na loja de utilidades e brinquedos, por volta das 12h15, e esqueceu o celular em uma das gôndolas. Ela teria percebido que estava sem o aparelho e retornou à loja para buscá-lo, contudo, ao chegar ao estabelecimento, descobriu que havia sido furtada.

A proprietária da loja teria dito que alguém havia encontrado e deixado o aparelho no caixa, mas que, logo após, uma mulher falou que o celular era dela, e a funcionária do caixa acabou entregando o telefone móvel à suposta proprietária.

Segundo o boletim, as imagens do circuito de segurança foram analisadas pela vítima, junto à proprietária da loja. No vídeo, elas teriam identificado uma mulher de aproximadamente 55 anos, de óculos, vestida com um macaquinho curto na cor amarela e com uma bolsa azul.

Após a verificação, a proprietária da loja teria fornecido quatro vídeos para a vítima e, na sequência, a proprietária do aparelho esteve na loja física da operadora, para bloquear o chip do telefone.


  • Mulher denuncia tentativa de envenenamento na terça-feira

Uma mulher de 63 anos compareceu à Delegacia Central, na noite de terça-feira, 9, para registrar boletim de ocorrência de suspeita de envenenamento. Segundo a vítima, o crime teria ocorrido na noite de domingo, 7.

Segundo relatado, por volta das 22h, a mulher tomou um copo de leite e, após algum tempo, começou a passar mal, sentindo ânsia, inchaço na boca e evacuando sangue. A vítima supõe que tenha sido envenenada e informou ser a terceira vez que acontece isso com ela, mas não registrou o fato.

A mulher ainda teria relatado que abrira uma das caixas de leite e, ao colocar na boca, já sentiu que “queimou”. Ainda segundo o boletim, a vítima observou que outra caixa de leite fechada, da mesma marca, estava com um pequeno furo na parte de cima e que suspeita que o veneno tenha sido injetado por esse local.

Ela ainda informou que todos os mantimentos da casa foram jogados, por medo de que mais algum alimento pudesse estar envenenado. As caixas de leite supostamente contendo veneno foram apreendidas e, posteriormente, encaminhadas para a Polícia Técnica, para exame toxicológico.


  • Homem é preso após furtar e vender dois telefones móveis

Um homem de 36 anos foi preso, no final da tarde de quarta-feira, 10, acusado de ter furtado dois aparelhos celulares de uma loja na região central e, posteriormente, os vendido, na manhã do mesmo dia.

Conforme relatado, enquanto o proprietário do estabelecimento comercial teria ido ao banheiro, um homem entrou na loja e furtou os aparelhos do guichê de atendimento, um da marca Samsung e outro LG, somando, aproximadamente, R$ 1.000.

Um funcionário da loja teria visto o homem saindo e avisado o chefe. Eles notaram a falta dos aparelhos e foram verificar na câmera de segurança, confirmando que o rapaz teria pegado os celulares. O proprietário ligou para a PM e para a GCM.

Conforme o boletim, agentes da GCM faziam patrulhamento e encontraram o acusado na praça Antônio Prado. Os guardas reconheceram o homem através das filmagens, abordaram e revistaram o suspeito.

Questionado sobre o furto, o homem teria assumido a autoria do crime, mas alegou que já teria vendido os aparelhos por R$ 50, para um motoqueiro desconhecido. O homem ainda revelou que comparecera a um ponto de venda de drogas e consumira R$ 42 em entorpecentes.

Os GCM deram voz de prisão ao homem e o conduziram até a Delegacia Central, onde o criminoso permaneceu à disposição da Justiça.

Publicidade