Notas policiais

1682
Publicidade
  • GCM recupera trator furtado e apreende carro usado no crime

Um trator que havia sido furtado na tarde de terça-feira, 11, em um sítio da cidade de Boituva, foi encontrado abandonado em Tatuí, algumas horas depois. A Guarda Civil Municipal encontrou o veículo agrícola na estrada vicinal que dá acesso a Boituva pelo bairro Americana.

Conforme o boletim de ocorrência, cinco bandidos armados invadiram a propriedade rural e anunciaram o assalto. Duas pessoas estavam no imóvel e também tiveram documentos pessoais e dinheiro roubados. Dois tratores e mais de R$ 1.000 foram levados das vítimas.

Ainda segundo o boletim, algumas horas depois do assalto, uma equipe da GCM recebeu a informação de que um trator havia sido abandonado no bairro Americana. Durante a verificação da ocorrência, os agentes avistaram um carro modelo Celta no local, no qual um dos criminosos teria tentado fugir ao perceber a presença dos agentes.

De acordo com a Guarda, na fuga, o condutor acabou perdendo o controle da direção e capotou o veículo, sendo que o motorista conseguiu fugir pela mata. Os dois veículos foram conduzidos ao plantão policial.


  • Homem dorme pilotando moto e sofre queda na “11 de Agosto”

Um mototaxista de 35 anos dormiu enquanto pilotava uma moto e acabou caindo do veículo, na manhã de quinta-feira, 13, na rua 11 de Agosto. A própria vítima registrou o acidente no plantão da Polícia Civil, algumas horas depois da queda, para poder acionar o DPVAT.

Publicidade

Conforme relatado, o homem estava voltando para casa, “já cansado”, quando cochilou na condução do veículo. Ele teria batido no canteiro central e caído com a moto na rua.

Segundo o BO, na queda, o motociclista sofreu ferimentos no tornozelo e foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros até o Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”. No hospital, o médico de plantão constatou a fratura no membro superior.


  • Deficiente físico é agredido a pauladas e acusado de furto

Um deficiente físico de 43 anos procurou a Delegacia Central, na terça-feira, 11, relatando que havia sido agredido a pauladas, na tarde de domingo, 9, por homem desconhecido. O agressor acusava a vítima pelo furto ocorrido em uma casa.

De acordo com o relato, o agressor esteve na casa da vítima, que mora no Parque São Raphael, e, após chamá-la no portão, teria atacado o deficiente a pauladas, acusando-o de ter furtado uma casa na data anterior.

Conforme o boletim, o homem só interrompeu os golpes quando um vizinho chegou e passou a defender a vítima. Mesmo após a intervenção, o agressor teria continuado as ameaças, dizendo que aquilo “era só o começo” e que colocaria fogo no casa do deficiente.

O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao PS “Erasmo Peixoto”. Na delegacia, a vítima declarou que, na data no furto do qual estava sendo acusado, havia passado a tarde toda na Santa Casa, com convulsões.

Ainda segundo o BO, o pensionista não soube explicar as causas da acusação, mas apontou que soubera, através de vizinhos, que o invasor que havia furtado a casa deixara manchas de sangue no chão e que, possivelmente, os machucados que a vítima teve no corpo durante as convulsões tenham sido a causa da suspeita.

Também conforme o boletim, a vítima ressaltou que sequer teria condições de pular um muro, devido à deficiência física.


  • Criminosos invadem casa no centro e furtam ‘à luz do dia’

Criminosos invadiram e furtaram joias e acessórios em uma casa no centro da cidade, na tarde de domingo, 9. A proprietária do imóvel registrou a ocorrência na tarde de quinta-feira, 13, no plantão da PC.

Segundo relatado, a vítima percebeu o furto por volta das 16h30, ao notar que a porta de um dos quartos estava arrombada. A mulher informou que nunca havia sido furtada, contudo, tem conhecimento de que outras casas vizinhas foram vítimas do crime nos últimos dias.

Uma mochila, dois anéis de ouro, diversas semijoias, três relógios de pulso, um celular e R$ 50 foram levados. A vítima ainda terminou informando que já havia arrumado os danos e que não tinha suspeitos ou testemunhas do furto.

Publicidade