NOTAS POLICIAIS

322
Publicidade





GCM prende comerciante por ter agredido a esposa em bar

Um comerciante de 53 anos foi preso por violência doméstica na noite de domingo, 11. Ele é proprietário de um bar e teria agredido a chutes e socos a esposa, que tem 58 anos.

A ocorrência foi atendida pela Guarda Civil Municipal, após receber a notícia de uma briga em um bar. A vítima afirmou aos agentes que fora agredida pelo marido. O comerciante alegou que agredira a esposa após ela ter entrado no bar e quebrado diversos objetos.

O comerciante foi encaminhado ao plantão policial, onde teve a prisão em flagrante ratificada e arbitrada fiança de R$ 2.000 para que respondesse pela agressão em liberdade. Os guardas levaram a vítima ao Pronto-Socorro Municipal, onde recebeu atendimento e foi submetida a exame de corpo de delito.

Publicidade

Pedreiro bêbado bate carro e é preso no Jardim Primavera

Um pedreiro de 47 anos foi preso por direção perigosa e sob efeito de álcool, na tarde de domingo, 11, no Jardim Primavera. O motorista estaria dirigindo um Ford Escort quando teria batido em um Volkswagen Gol e fugido do local.

A Polícia Militar foi acionada pela proprietária do Gol. Em busca pelo bairro, os agentes encontraram o acusado fechando o portão da garagem dele, após ter recolhido o carro. O suspeito apresentava sinais de embriaguez, o que levou os policiais a acreditarem que ele estaria envolvido na colisão.

Os agentes pediram para que ele retirasse o Escort da garagem. O carro estava batido e com os dois pneus dianteiros estourados, o que comprovaria o envolvimento do sujeito no acidente. O motorista teria confessado que batera o automóvel em um carro estacionado e que consumira bebida alcoólica antes de dirigir.

O pedreiro foi encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal, onde um médico constatou a embriaguez. Os guardas conduziram-no ao plantão policial. Ele deixaria a carceragem após pagar R$ 3.000 em fiança, o que não ocorreu até o fechamento da ocorrência.


Passageiros são assaltados em coletivo no Jardim Planalto

Um ônibus de transporte público teve os passageiros roubados no Conjunto Habitacional “Orlando Lisboa de Almeida”, na noite de sábado, 10. O assalto ocorreu na rua Adelaide Cornolo de Freitas. O veículo é da linha vila Esperança.

De acordo com o boletim de ocorrência, um homem encapuzado e armado com revólver entrou no veículo e anunciou o assalto. Foram levados R$ 276 do caixa, R$ 80 do motorista, documentos pessoais e um celular. O caso foi registrado no plantão policial.


Adolescentes são presos pela GCM por venda de narcóticos

Guardas civis municipais apreenderam, na noite de sábado, 10, dois adolescentes suspeitos de tráfico de drogas na vila Angélica. Os garotos, um de 15 anos e outro de 17 anos, foram flagrados com entorpecentes na rua Lúcia Rodrigues Bertin.

De acordo com a GCM, os adolescentes estariam próximos a um bar. Ao verem a viatura da corporação, os jovens teriam tentado se evadir do local.

Com o adolescente de 15 anos, foram encontrados quatro porções de maconha, uma de cocaína e R$ 20. As agentes acharam, com o rapaz de 17 anos, três porções de cocaína e R$ 80. Os suspeitos foram levados ao plantão policial, onde permaneceram apreendidos.


Ladrões roubam telefones na “Praça do Barão” na quarta-feira

Uma adolescente de 17 anos e uma jovem de 18 anos tiveram os celulares roubados na praça Paulo Setúbal (“Praça do Barão”), na noite de quarta-feira, 7. Os aparelhos são das marcas Samsung e Nokia.

As vítimas afirmaram que foram abordadas por dois rapazes. Um deles anunciou o assalto, dizendo estar armado. A dupla recolheu os celulares das garotas e fugiu no sentido à avenida Cônego João Clímaco (“Mangueiras”). Os suspeitos teriam aproximadamente 30 anos, estatura mediana e seriam magros.


GCM flagra assalto e detém o suspeito perto do “Manduca”

Um jovem de 20 anos foi preso em flagrante, por guardas civis municipais, no bairro Morro Grande, na noite de terça-feira, 6. De acordo com a GCM, o auxiliar de produção Luan Luiz da Silva teria roubado um celular de uma mulher de 34 anos, na rua Vice-Prefeito Nelson Fiuza.

A guarnição da corporação estava passando pela rua no momento do assalto. Ao ver a viatura da GCM, Silva teria corrido em direção ao ribeirão Manduca, onde foi alcançado.

O celular roubado não foi encontrado com o suspeito, que teria dito que o aparelho caíra durante a fuga. Silva teria utilizado uma faca no assalto, que não foi localizada pelos GCMs. O rapaz foi levado ao plantão policial, de onde seria encaminhado a uma das unidades prisionais da região.


Trio de assaltantes rouba sete clientes em lotérica na terça

Sete clientes de uma casa lotérica foram roubados enquanto aguardavam atendimento na tarde de terça-feira, 6. Três homens armados chegaram ao local e anunciaram o assalto.

O furto foi comunicado, no plantão policial, por duas das vítimas. Elas afirmaram que os três assaltantes estavam armados com revólveres e escondiam os rostos com capacetes.

Sete dos oito clientes que estavam no local tiveram pertences levados pelo grupo. Foram roubados cartões bancários, documentos pessoais e dinheiro em espécie. O valor não foi revelado. Os ladrões fugiram em três motocicletas. O caso será investigado pela Polícia Civil.


Publicidade