“Música na Praça” tem a abertura da temporada 2019 neste sábado

Medeiros Grupo Regional de Choro se apresenta na Pça. da Matriz

738
M. Medeiros Grupo Regional de Choro (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

A prefeitura, por meio Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realiza neste sábado, 16, às 11h, na Praça da Matriz, a abertura da temporada 2019 do Projeto Música na Praça.

Resgatada em 2017, a ação cultural ressalta o título de “Capital da Música” do município, com a apresentação de grupos musicais – do erudito ao popular.

Para marcar o início desta temporada, a apresentação musical será do M. Medeiros Grupo Regional de Choro, de Tatuí, coordenado por Mário Medeiros e formado por Francisco Pacheco, no cavaquinho; Dorival Roseiro, no violão sete cordas; Luís Marcos Caldana, na percussão; Robson “Bob” Moraes, na percussão e Mário Medeiros, na flauta transversal e piccolo.

O grupo é composto por amigos de longa data, que se reúnem em apresentações e rodas de choro. Foi em 2010, a convite do professor César Vivanco, do Conservatório Nacional de Lima, no Peru – no qual Medeiros participou diversas vezes no âmbito clássico -, que surgiu a ideia de colocar o choro no programa do então “XXV Festival Internacional de Flautistas de Lima – Bodas de Prata”.

Sendo assim, Medeiros organizou o programa, juntamente com Pacheco, para apresentar um show que contasse a história do choro através dos principais compositores e protagonistas.

Publicidade
Antuerpia
Fabio Villa Nova

Dessa forma, surgiu a primeira formação do M. Medeiros Grupo Regional de Choro, que contava com o quarteto: Mário Medeiros na flauta, Pacheco no cavaquinho, Roseiro no violão de sete cordas e Carlos Alberto de Campos “Betico” no pandeiro.

Com o passar dos anos e apresentando-se com um repertório mais diversificado, agregou-se, em substituição ao pandeiro, a percussão, com a presença dos professores do Conservatório de Tatuí – Caldana e Bob -, enriquecendo o ritmo com novos instrumentos.

O propósito do grupo é difundir e manter as tradições do gênero seresta e choro, além de atingir o público diversificado com sambas de raiz, ritmos latinos e outros.

Os arranjos são, na maioria, de autoria do Pacheco, ex-integrante do Super Som TA, bem como algumas composições dele e de Roseiro. “Podemos concluir que o objetivo do grupo é divertir e agradar os amigos e o público com boa música. Nos apresentamos, regularmente, na Praça de Tatuí, e é motivo de orgulho para nós levar o nome da Capital da Música para outros municípios onde nos apresentamos”, declarou Medeiros.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome