Mulher tatuiana: especial para ‘nós’

320
Publicidade

Junto a esta edição de final de semana, o jornal O Progresso apresenta o primeiro especial de 2020. No formato tabloide e todo em cor, “O Progresso da Mulher” aproveita o mês de março, em que, no dia 8, comemora-se o Dia Internacional da Mulher, para dar sequência a uma série de publicações temáticas.

A primeira delas foi apresentada em 2012, quando o veículo de comunicação mais antigo e tradicional da cidade completou nove décadas de existência.

Naquela oportunidade, “90 Anos de Progresso” resgatou os fatos mais significativos de boa parte do século passado, ocorridos em Tatuí e junto ao próprio jornal.

A novidade seguinte aconteceu por meio de “O Progresso em Revista”, cuja primeira edição esteve toda focada nos 30 anos de colunismo social de Jorge Rizek e a segunda, no universo dos casamentos.

Na sequência, O Progresso lançou, em 2016, o Guia Turístico e Gastronômico “Tatuí Cidade Ternura”, que segue agora à quinta edição, a ser lançada na próxima Feira do Doce.

Publicidade

Em outubro de 2017, outra novidade: o tabloide “O Progresso da Criança”. Também com tema exclusivo, o especial passou a abordar a infância por diversos aspectos, já tendo alcançado a terceira edição, em 2019.

Agora, novamente é a vez de a mulher figurar todo um especial dedicado a ela. Porém, mais que celebrar o Dia Internacional, O Progresso busca promover discussões a respeito do papel da mulher na sociedade.

Para tanto, apresenta testemunhos, histórias de vida, de força, empenho e coragem, em diversas áreas de atuação, do esporte ao empreendedorismo, da estética ao combate à violência, do feminismo não sectário à moda, das ações sociais à quebra de paradigmas estimulada pela tecnologia.

Em comum, contudo, todas as reportagens têm como objetivo ressaltar e exaltar as obras e conquistas de mulheres que fazem e fizeram a diferença no município.

Também por esta razão, em todos os assuntos, como sempre acontece nos especiais do jornal, os temas são abordados a partir de entrevistas com especialistas, profissionais de renome do próprio município.

Abrindo o especial, o suplemento traz a história de superação da fisiculturista Cristina Oliveira. A atleta radicada em Tatuí desponta como um dos destaques da musculação voltada à hipertrofia.

Em seguida, os dados sobre segurança são comentados pelo promotor de Justiça Carlos Eduardo Pozzi, que explica as estatísticas e aponta leis de proteção e conquistas no enfrentamento da violência contra a mulher em Tatuí.

Em outra reportagem, o especial mostra a atuação de mulheres que vêm alcançando cada vez mais espaço em áreas que, até há pouco, eram tidas como masculinas. Neste contexto, conta a história da motorista particular e de aplicativo Cláudia Cattel.

A edição também aborda o trabalho social das Irmãs da Providência, que há mais de 80 anos cumprem missão no Lar São Vicente de Paulo, deixando exemplos de fé e amor ao próximo. A reportagem ouviu quatro freiras da entidade.

Elas contam como escolheram seguir a vocação religiosa, como é fazer parte do convívio de mais de 70 idosos acolhidos na instituição e, muitas vezes, serem a única referência para eles, rejeitados pela família “de sangue”.

O feminismo na luta pelos direitos das mulheres é abordado pela advogada Paula de Cássia Bernardes. Ativista. A profissional fala sobre a história do movimento feminista, além de apontar avanços e retrocessos nos últimos anos do ponto de vista legal.

O suplemento ainda apresenta a história de empreendedorismo das doceiras Clara Maria Brandão Fonseca e Fernanda Fonseca Ribeiro, proprietárias de uma das docerias mais tradicionais da cidade, e de Cristiane de Oliveira Teles, uma das pioneiras na área de manipulação de medicamentos em Tatuí.

A moda também faz parte do especial. As últimas tendências são abordadas pelas empresárias Ana Flávia Miranda e Rosana Miranda Galhego Fernandes.

A primeira dá dicas sobre o que vestir e a segunda, sobre calçados que completam os “looks” em diferentes ocasiões, ressaltando o que “caiu no gosto” das tatuianas nos últimos tempos.

As reportagens têm, enfim, a colaboração da cirurgiã plástica Poliana Valéria Palmeira Marocolo, que aborda a saúde feminina e a prevenção como aliadas da estética, além de avaliar os procedimentos mais procurados nos consultórios.

Busca-se concretizar, assim, mais uma vez, um verdadeiro especial, sobre mulheres e para mulheres. No entanto, não somente para elas. Afinal, como já acentuado nas edições anteriores, longe de qualquer discurso demagógico de “empoderamento”, a mulher é, sim, entre todos os “gêneros”, o ser humano mais importante.

Tudo relativo a elas é do interesse de todos, por consequência. E mais ainda em realidade que perdura sendo tão delicada, conturbada, incerta, tão carente de sensibilidade, equilíbrio e maturidade, virtudes, desde sempre, bem mais próximas à vivência “delas”.

Que o protagonismo feminino – ou “nosso” protagonismo, até porque, como já evidenciado por este jornal antes, hoje, nosso trabalho acontece tanto por “elas” quanto por “eles” -, finalmente, não se arrefeça, apesar dos tantos desafios. Pelo contrário, que siga evoluindo e fazendo valer suas melhores virtudes.

Portanto, a todos os sexos, uma ótima leitura!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome