Mais 2 casos suspeitos de Covid-19 são confirmados em 6h no sábado

Governo estadual decreta quarentena para os municípios de SP

1036
Publicidade
Da redação

Mais dois casos suspeitos de Covid-19 foram notificados em seis horas neste sábado, 21, em Tatuí. A informação consta no segundo boletim diário da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado às 16h, por meio da Vigilância Epidemiológica.

De acordo com o órgão, até a emissão do boletim atualizado, a cidade somava 41 notificações, sendo 39 suspeitas, um caso descartado (de uma mulher de 86 anos) e um positivo, aguardando contraprova (de uma mulher de 52 anos). Os dois casos mais recentes envolvem dois homens, de 19 e 35 anos.

Todos os casos suspeitos estão em tratamento domiciliar, com quadro estável, à exceção de um homem, de 48 anos, que permanecia internado, até a tarde deste sábado, na Santa Casa, também com quadro estável.

Todos os exames foram encaminhados para análise no Instituto “Adolfo Lutz”, em São Paulo, e aguardam resultado – inclusive, a contraprova do teste que deu positivado.

Na tarde deste sábado, o governo de São Paulo confirmou mais seis mortes causadas pelo novo coronavírus. Com isso, o número de óbitos subiu para 15 no estado paulista, já havia registrado outras 9.000 notificações de suspeitas da doença.

Publicidade

Em coletiva, o governador João Doria também anunciou que, a partir da próxima terça-feira, 24, será decretada quarentena, por 15 dias, em todos os 645 municípios, até dia 7 de abril.

Com a medida, bares, cafés e restaurantes deverão fechar, e só serão autorizados a funcionar por meio de serviços de entrega. Não sofrerão com quarentena serviços essenciais, nas áreas de saúde pública, saúde privada, alimentação, abastecimento, segurança e limpeza.

“Seguirão abertos hospitais, clínicas, supermercados, padarias (sem serviços de alimentação pronta) e açougues”, informou o governador.

Bancos e lotéricas, além de indústrias, poderão permanecer em funcionamento com os devidos cuidados para evitar a transmissão do vírus entre funcionários.

Segundo Doria, durante o período, estes serviços são “de essencial importância para evitar desabastecimento no estado e no país”.

São Paulo continua sendo o estado com mais pessoas contaminadas, com 396 casos; seguido do Rio de Janeiro, com 110 pacientes. Segundo as secretarias estaduais de saúde, o Brasil registrava, neste sábado, 1.021 casos do novo coronavírus.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome