Maioria afirma que saber lidar em hipótese de violência sexual

255
Publicidade





A maioria dos leitores de O Progresso apontou saber as providências que deveria tomar em caso de violência ou exploração sexual contra crianças e adolescentes.

O assunto foi abordado em enquete virtual realizada pelo bissemanário. A votação teve início na tarde de sábado, 21 de maio, e estendeu-se até a sexta-feira, 3 de junho, por meio de “O Progresso Digital”.

De acordo com o levantamento, 69% dos votantes disseram saber como proceder em caso de violência sexual infantil. Os outros 31% afirmaram o contrário, dizendo não conhecer os mecanismos de atendimento às vítimas.

O assunto virou tema de enquete após representantes da Prefeitura, entidades e do Judiciário firmarem um “pacto” para discutir a questão do atendimento e prevenção de abusos sexuais contra crianças e adolescentes.

Publicidade

O Progresso propõe, nas enquetes virtuais, discussões sobre temas de reportagens publicadas pelo bissemanário, como a que trata sobre a questão habitacional em Tatuí.

Na terça-feira, 31 de maio, centenas de pessoas lotaram o plenário da Câmara Municipal para conseguirem informações sobre o sorteio de casas populares pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

A população foi convocada pela oposição em redes sociais. A questão sobre a construção das casas da segunda fase do programa gerou tumulto entre os espectadores e bate-boca entre os vereadores.

De acordo com a Prefeitura, 12 mil pessoas se inscreveram para o programa habitacional na cidade. A intenção do governo local era, com a autorização do Ministério das Cidades, construir mais 1.058 residências destinadas a famílias carentes.

Diante desse panorama, O Progresso propõe a questão: “Você vive em casa própria ou alugada?”. As respostas são “própria” e “alugada” e podem ser assinaladas a partir da tarde deste sábado, 4. A votação estará disponível até a sexta-feira, 10. O resultado será divulgado na edição do dia 12.


Publicidade