Maio Amarelo! Um Trânsito mais Seguro!

594
Publicidade

Atenção motoristas e pedestres! Precisamos proteger nossas vidas. Vamos respeitar as leis de trânsito. A Vida está em nossas mãos.
Emanuelly Cristiny Correa Neto – 6º ano

Maio Amarelo! Um Trânsito mais Seguro!

Este mês estamos vivendo a Campanha do Maio Amarelo, pois um trânsito mais seguro depende de você.

Uma atitude imprudente coloca em risco a segurança de todos, desde pedestres até os condutores de veículos de maior porte. Não é por acaso que o fator humano é responsável pela maioria dos acidentes.

O Departamento Estadual de Trânsito alerta que um trânsito mais seguro depende do comportamento mais consciente não apenas do condutor de veículo, mas também do pedestre e do ciclista e de todos os envolvidos.

Assim como o motorista tem de respeitar a preferência do pedestre na faixa de segurança nos casos em que não há semáforo, o pedestre precisa atravessar na faixa e respeitar a sinalização luminosa, quando houver.

Publicidade

As bicicletas, por sua vez, não devem trafegar em pistas exclusivas de ônibus, e cabe ao ciclista usar os equipamentos de segurança obrigatórios, como o capacete.

A partir do momento em que houver um respeito mútuo entre todos que participam diariamente do trânsito, com certeza os índices de estresse, de acidentes irão diminuir.

A segurança no trânsito depende do seu comportamento, confira algumas dicas importantes de cuidados que o condutor deve ter.

O condutor deve cumprir com as obrigações como, não avance o sinal vermelho e não estacione em esquinas. No caso de algum problema mecânico ou elétrico no veículo, remova o carro da pista, ligue o pisca-alerta e posicione o triângulo a uma distância mínima de 30 metros do veículo.

Atenção! Quando ouvir uma ambulância ou outro veículo de emergência se aproximando, procure ir para a direita e diminua a velocidade para que ele possa passar pela esquerda. Sinalize suas manobras com antecedência, não dirija antes de beber e não use o celular enquanto estiver no volante.

Quando pedestre ao atravessar a rua tenha a certeza de que você está sendo visto pelos motoristas e olhe para os dois lados, mesmo em ruas de sentido único. O mais seguro é cruzar a via sempre no meio da quadra e, se uma criança estiver junto segure-a firme pelo pulso.

Na calçada procure caminhar afastado do meio-fio e dê atenção às entradas e saídas de veículos.

Se você for passageiro, muita atenção aos embarques e desembarques, evitando atravessar a rua pela frente ou por trás dos ônibus e micro-ônibus.

Não jogue lixo pela janela, que, além de prejudicar o meio ambiente, pode resultar em acidente.

Só embarque em um veículo se houver cinto de segurança para todos os passageiros. Ao abrir a porta, verifique se não vem outro veículo.

Como ciclista use equipamentos de segurança, como capacete, óculos ou viseira, cotoveleiras, joelheiras e roupas apropriadas. Não abra mão de espelho retrovisor esquerdo, campainha, sinalização noturna dianteira e traseira e sinalização noturna lateral e nos pedais.

Prefira ciclo faixas e ciclovias; se não houver, ande pelo bordo direito da pista de rolamento e no mesmo sentido. Atenção às conversões e aos cruzamentos e respeite a sinalização, além de indicar a intenção de realizar uma manobra.

Como motociclista verifique lâmpadas, buzina, bateria, calibragem dos pneus, óleo do motor e suspensão da moto. Confira a validade do capacete e os modelos adequados.

A partir do momento em que houver um respeito mútuo entre todos que participam diariamente do trânsito, com certeza os índices de estresse, de acidentes irão diminuir. Um trânsito mais seguro é bom para todos.

Publicidade