Lar inaugura projeto que visa atenção preventiva a idosos

    150
    Publicidade
    Siltec
    Anglo
    Alessandra Bonilha, dra
    EleService institucional





    Após a Festa da Caridade, que acontece quinta-feira, 19, o presidente do Lar São Vicente de Paulo, Ivan Rezende Ferreira, deve reunir-se com membros da diretoria para discutir a inauguração do projeto “Bem-Estar no Lar”, no Centro de Convivência “Nicolau Eleutério”.

    O local onde ficará situado o projeto está situado dentro do asilo e serviu como espaço para a capela, enquanto a nova estava sendo construída.

    Segundo Ferreira, o projeto será de atenção preventiva e contará com equipe multidisciplinar, oficinas e trabalhos com horta, entre outras atividades.

    Conforme Ferreira, todos os processos para o início do projeto estão “esquematizados”. Há o objetivo de realizar atividades com uma equipe de saúde, com enfermeiras, médicos, fisioterapeuta, dentista, psicólogo, nutricionista e fonoaudiólogo.

    Publicidade
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo
    EleService institucional

    “Nós já temos uma equipe para trabalhar a prevenção. Estaremos dividindo o foco entre o tratamento paliativo, já existente no dia a dia do Lar, e um plano de ações, para que os idosos tenham atividades preventivas”, ressaltou.

    No asilo, há uma piscina terapêutica, onde os internos fazem terapia e a equipe da entidade, caminhadas com alguns idosos.

    Segundo Ferreira, o projeto “Bem-Estar no Lar” deverá servir para centralizar toda a equipe de funcionários e voluntários, a fim de “ampliar e melhorar” a atenção aos assistidos.

    De acordo com o presidente, esse projeto é discutido desde o início da gestão dele, em 2013. Porém, somente neste ano será possível iniciá-lo. Ainda não há data de inauguração.

    Após a Festa da Caridade, os funcionários do Lar devem ser remanejados para participarem dessa iniciativa.

    “Temos muitos voluntários interessados em participar, com artesanato e musicoterapia, principalmente. Temos, também, uma horta aqui no Lar, doada por um clube de serviço, que é suspensa, para aqueles idosos cadeirantes, ou com problemas na coluna, fazerem atividades sentados”, afirmou.

    Conforme Ferreira, o intuito é centralizar atividades já existentes com novas, que serão introduzidas. Para isso, ele pretende mobilizar a equipe de funcionários junto à nova rotina.

    O espaço onde será o projeto recebeu reforma e ampliação. Agora, possui dois banheiros – um adaptado e outro comum -, uma copa, um espaço que serve como vestiário, para que os idosos possam se trocar quando forem fazer alguma atividade cultural.

    O salão central recebeu reforma e foi instalada uma pia com armários, que servirão para colocar itens de oficinas. De acordo com o presidente, serão instalados divisórias, cadeiras e projetor no local.

    Na sala central, será possível realizar algumas atividades físicas, a princípio, com música, bola e bambolê. “Haverá um espaço para que eles possam fazer exercícios, sentados ou em pé. Será um lugar bem interessante”.

    Nicolau Eleutério

    O nome do prédio do Centro de Convivência é uma homenagem a Nicolau Eleutério. O presidente lembra que a Festa da Caridade foi fundada por meio de uma romaria mobilizada por Eleutério.

    O homenageado percorria a área rural de Tatuí e região, arrecadando animais e alimentos, como farinha, milho, itens de hortifruti e outros. Então, seguia para o asilo, em romaria, com uma grande quantidade de arrecadação de donativos.


    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Anglo
    EleService institucional
    Siltec