Lançada iniciativa de divulgação de canal próprio da Ouvidoria

    1113
    Publicidade
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra

    A prefeitura divulgou nesta semana nota reforçando que disponibiliza para toda a população um canal direto na internet para o envio de denúncias, críticas e sugestões. Por meio da página da Ouvidoria, hospedada no site da prefeitura, os munícipes “têm a garantia de que a demanda será recebida e de que haverá uma resposta da parte dos órgãos competentes”.

    Para ter acesso ao serviço, basta acessar www.tatui.sp.gov.br/ouvidoria, ou baixar o aplicativo eOuve. O site redirecionará o cidadão para a plataforma eOuve, na qual é necessário criar uma conta, utilizando um endereço de e-mail válido. Depois desse processo, a pessoa já poderá utilizar o serviço gratuitamente.

    Clicando no botão “Reclamações”, a mensagem do usuário é protocolada e encaminhada ao setor responsável, que tem um prazo de 30 dias para analisar a solicitação e dar uma resposta à pessoa que fez a reclamação. Esse procedimento, além de proporcionar uma total comodidade à população, também “é extremamente importante, pois garante aos munícipes que eles receberão uma resposta sobre o problema relatado”.

    No texto, a assessoria de comunicação da prefeitura enfatiza que a Ouvidoria e não as redes sociais é o canal apropriado para o contato. “Na era da informação e das facilidades proporcionadas pelos meios digitais, faz-se necessário um serviço como este, visto a grande quantidade de moradores que, muitas vezes, sem saberem ao certo o local para fazerem suas denúncias, reclamações ou sugestões, acabam por fazê-las através de publicações em redes sociais ou em comentários nas páginas oficiais da prefeitura”.

    Ainda segundo a prefeitura, nem sempre as postagens chegam ao conhecimento da administração municipal. Desta forma, a página da Ouvidoria tem justamente o objetivo de “acabar com esse problema, garantindo que todas as pessoas tenham suas mensagens recebidas e respondidas, aumentando a possibilidade de terem seu problema resolvido”.

    Publicidade
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra

    A assessoria frisa que todos os dados são mantidos em sigilo, e que somente a equipe do setor responsável tem acesso às informações contidas nas mensagens recebidas. Além disso, caso o munícipe opte por cancelar a reclamação, dúvida ou sugestão, o sistema automaticamente desconsidera o pedido. Entretanto, se ela desejar enviar novamente a demanda, é necessário fazer novamente o procedimento, para gerar um novo protocolo.

    Em nota à imprensa, a ouvidora municipal, Patrícia Schorr Porta, disse que “o serviço foi criado para facilitar a comunicação entre o poder público e a população, proporcionando mais comodidade aos munícipes, que podem acompanhar o andamento da solicitação, e também para auxiliar na identificação e resolução desses problemas”.

    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Siltec