Juliano Teles conquista mais de 500 novos seguidores por dia no Youtube

    Canal com quase nove milhões de visualizações tem mais de 310 mil inscritos

    409
    Juliano Teles, que aborda medicina preventiva e qualidade de vida de forma online (foto: Diléa Silva)
    Publicidade
    Siltec

    Com vídeos que abordam medicina preventiva e qualidade de vida, o canal “Dr. Juliano Teles”, do gastrocirurgião tatuiano Juliano Piunti Teles, alcançou nesta sexta-feira, 13, a marca de 310 mil inscritos e quase nove milhões de visualizações no Youtube.

    A página do médico na plataforma tem menos de dois anos no ar e, nos últimos meses, conquistado uma média de 500 seguidores por dia. Somente na quarta-feira, 11, 728 pessoas se inscreveram no canal.

    Teles afirma que criou o canal sem intenção de ganhar seguidores e diz ter ficado surpreso com o aumento contínuo no número de inscritos. “Não esperava que isso fosse acontecer. Sempre pensei em passar informação de qualidade, e essa era a minha única intenção”, comenta.

    Ele conta que, com a correria do dia a dia, está cada vez mais difícil manter a frequência das postagens, e reforça que a preocupação de passar informações de modo acessível aos pacientes tem sido o maior propósito para manter o canal em funcionamento.

    A página já conta com mais de cem vídeos publicados. Entre eles, o médico aborda, de forma didática, assuntos como emagrecimento, suplementos vitamínicos e plantas de uso medicinal, entre muitos outros.

    Publicidade
    Siltec

    No canal, são postados vídeos novos em todas as sextas-feiras. Nele, o internauta pode encontrar conteúdos relevantes e que vão além da medicina tradicional, como “O Poder da Maca Peruana”, “A Fantástica Moringo Olerífica”, entre outros que mostram os benefícios dos suplementos naturais.

    Além disso, existem os conteúdos de temas “polêmicos”, como: “Boca Amarga: Quais as Causas?” e o “Como Acabar com os Gases e o Inchaço Abdominal” – este que já soma quase dois milhões de acessos.

    Mais recentemente, o médico tem apostado em “lives” – ferramenta que permite exibições de vídeos ao vivo. Segundo ele, a intenção é manter uma frequência mensal de postagens neste formato para aumentar a interação com os usuários da plataforma.

    “A ‘live’ é uma coisa que exige mais jogo de cintura, porque não dá para editar: você tem que dominar bem o assunto e responder às perguntas sobre assuntos variados. Mas, gostei muito. Acho que é uma forma de estar interagindo com as pessoas e esclarecendo as questões de uma forma mais rápida”, comentou.

    O gastrocirurgião salienta que as dicas podem servir como prevenção e tratamentos complementares, mas não substituem o acompanhamento médico. “Passo informação para que a pessoa tenha subsídios, para chegar até um profissional de saúde e pedir um tratamento preventivo”, assegura.

    Teles é formado há mais de 20 anos, com especialização em cirurgia-geral e do aparelho digestivo, pela Unesp (Faculdade de Medicina de Botucatu), e iniciou a trajetória profissional em Tatuí, onde atua há 16 anos como gastrocirurgião, nutrologista e especialista em medicina integrativa.

    Há aproximadamente dois anos, ele decidiu utilizar a internet como instrumento para orientações sobre diversos assuntos relacionados à saúde. A busca por novos meios de promover o conhecimento e passar informações sobre qualidade de vida surgiu a partir do pedido de uma paciente.

    A primeira plataforma usada foi o Facebook, visando contribuir com informações básicas, que pudessem melhorar a saúde e a qualidade de vida das pessoas. Com a ferramenta, os pacientes e internautas de outros locais, além de Tatuí, passaram a acompanhar os vídeos.

    Como o algoritmo da rede social restringe as visualizações, o profissional passou a usar o YouTube como mídia principal, já visando a um maior número de seguidores. Teles comenta que tudo começou como uma “brincadeira”, que, aos poucos, foi tomando forma e tornou-se compromisso.

    “A meta é a mesma: continuar levando informações de qualidade às pessoas por meio de vídeos que podem ser acompanhados de qualquer lugar do mundo. Também vamos começar a trabalhar em outras plataformas”, adianta Teles.

    Conforme o médico, a intenção é investir em “podcasts” – um tipo de arquivo digital de áudio transmitido pela internet. “Acho que isso é uma coisa legal. É bom investir em outros formatos, assim as pessoas podem acompanhar as informações em outros lugares também e não só no Youtube”, concluiu.

    As postagens semanais do gastrocirurgião tatuiano também podem ser acessadas a partir da página de abertura do jornal O Progresso em seu portal de notícias (www.oprogressodetatui.com.br).

    Publicidade
    Siltec