Inauguração do Centro de Iniciação ao Esporte é marcada para o dia 5

Complexo será ‘casa’ das escolinhas de base do DME e seleções locais

415
Ginásio coberto do CIE é o primeiro no município com medidas oficiais, de 40 por 20 metros (Foto: Pablo Ruiz)
Publicidade
Da reportagem

Está agendada para o dia 5 de novembro, uma quinta-feira, às 16h, a entrega oficial do CIE (Centro de Iniciação ao Esporte). A informação foi dada, nesta semana, pelo secretário municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli.

A prefeitura deu início à construção do complexo esportivo, em área ao lado da Escola Estadual “Fernando Guedes de Moraes”, no Jardim Lucila, em janeiro de 2018, a partir de convênio com o governo federal, por meio do Ministério do Esporte.

Contudo, no mês de dezembro do mesmo ano, um ato do ex-presidente Michel Temer “congelou” os recursos enviados a várias obras em todo o país, incluindo o CIE.

Posteriormente, conforme anunciado pela prefeitura, portaria assinada pelo ministro da economia, Paulo Guedes, permitiu a retomada das obras no Jardim Lucila, no início de outubro do ano passado.

O centro de esportes foi orçado em R$ 3.067.113,22, contemplando a construção de um ginásio coberto, quadra poliesportiva descoberta e área de apoio (administração, sala de professores/técnicos, vestiários, chuveiros, enfermaria, copa, depósito, academia e sanitário público), em uma construção de 3.500 m².

Publicidade

Questionado sobre o atual estágio das obras, Sinisgalli afirmou que falta concluir a colocação de pisos intertravados na entrada do complexo, a segunda demão de tinta no ginásio e na quadra poliesportiva, além de testes finais dos sistemas elétricos e hidráulicos. “Acredito que, até a próxima semana, estará tudo concluído”, reforçou o secretário.

A partir da próxima semana, uma equipe do Departamento Municipal de Esporte deve iniciar a montagem das salas de administração e de professores/técnicos no local.

De acordo com Sinisgalli, a intenção da pasta é de o CIE se tornar a “casa” das escolinhas de base do DME e das seleções municipais, masculinas e femininas, nas modalidades de futsal, basquete e vôlei. As inscrições às escolinhas devem ser abertas em breve.

O complexo permitirá que o DME possa contar com equipes de futsal. A intenção é formar times masculinos nas categorias sub-8, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18, e femininos, a partir da sub-12, de acordo com a demanda.

Além disso, o local deve abrir as atividades de voleibol adaptado. As equipes tatuianas da modalidade são formadas pelo Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), com apoio do DME. No entanto, por ser disputado em categorias acima de 50 anos, dependem de liberação do governo estadual.

A quadra interna deverá ser utilizada somente para treinos e jogos das escolinhas de base do DME e das seleções municipais. Já a quadra externa poderá ser disponibilizada aos moradores do Jardim Lucila e bairros próximos e às equipes que queiram treinar com horários agendados.

Contudo, Sinisgalli acentuou que os treinamentos individuais e, posteriormente, coletivos serão iniciados somente após o governo estadual liberar a realização de atividades esportivas no município.

O titular da pasta lembra que a fase verde (atual estágio do município no “Plano São Paulo”) permite os treinamentos das escolinhas de base e das seleções municipais. Ele disse que já foram encomendados equipamentos, como máscaras de proteção e álcool em gel, para proteção dos atletas.

“Assim que forem entregues, já queremos começar as atividades, seguindo todas as normas de controle e prevenção à Covid-19”, garantiu o secretário municipal.

Publicidade