Homem é preso acusado de jogar álcool e atear fogo na companheira

Mulher de 21 anos está no hospital com mais de 60% do corpo queimado

3317
Patrulha da Paz, da GCM, tem efetivo para combater a violência contra a mulher (foto: Diléa Silva)
Publicidade
Da reportagem

O ajudante de caminhoneiro Everton Reinaldo Vaz, de 30 anos, foi preso pela GCM, na noite de terça-feira, 28, na área central, por tentativa de homicídio e violência doméstica. Ele é acusado de jogar álcool e, em seguida, atear fogo no corpo da companheira dele, uma jovem de 21 anos.

Segundo a GCM, profissionais do Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” acionaram a corporação informando que haviam acabado de receber uma mulher no hospital com pelo menos 60% do corpo queimado.

No PS, os guardas conversaram com a vítima e ela relatou que estava na casa com o companheiro, consumindo bebida alcoólica, quando começaram discutir. Segundo a vítima, o homem queria dinheiro para comprar drogas e ela não tinha.

A mulher ainda disse à GCM que Vaz “ficou bravo”, pegou um frasco de álcool, arremessou no corpo dela e acendeu o isqueiro. Conforme a GCM, as chamas atingiram toda a parte superior do corpo da vítima (rosto, troco, braços e cabelo).

Com as informações, viaturas da GCM foram até a casa do casal e abordaram o acusado em frente ao imóvel. Ele foi conduzido até o PS, pois também apresentava queimaduras nas mãos e nos braços, e, posteriormente, à Delegacia Central, onde ficou à disposição da Justiça.

Publicidade

De acordo com informações médicas passadas para a GCM, o estado de saúde da vítima é gravíssimo e ela segue internada no PS, aguardando transferência para um hospital especializado.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome