Homem baleado pela PM morre após passar 13 dias internado

2285
Publicidade

O agente de segurança Francisco Carlos Alves de Souza, de 45 anos, baleado por policiais militares no distrito de Americana, morreu na madrugada de segunda-feira, 14, no Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, após passar 13 dias internado.

O boletim de ocorrência pela morte do homem foi registrado, por volta das 4h, na Delegacia Central.

O homem foi alvejado durante uma intervenção policial que consistia na resolução de conflito envolvendo o homem e uma idosa de 71 anos, que seria vizinha dele, na madrugada do dia 2 de janeiro. Ele teria ameaçado a mulher, com uma arma de fogo, e, ainda, tentado atirar em policiais militares.

Segundo a PM, na ocasião, uma equipe da Força Tática foi acionada, via rádio, para atender a uma ocorrência de tentativa de homicídio, na qual um homem conhecido como “Chiquito” estaria armado com espingarda calibre .22 e ameaçando matar a aposentada.

Os oficiais foram até o bairro e encontraram o suspeito ainda armado, caminhando de costas para os militares. Durante a tentativa de abordagem da PM, o acusado teria apontado a arma na direção da equipe, entretanto, sem conseguir disparar.

Publicidade

Os agentes teriam atirado para se defender e atingiram o acusado com dois tiros no abdômen. O homem foi socorrido e encaminhado ao Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, onde passou por cirurgia e permaneceu internado.

A ocorrência foi registrada na Delegacia Central como homicídio tentado, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, disparo de arma de fogo, legítima defesa e lesão corporal decorrente de intervenção policial.

Publicidade