Homem acusado de invadir e furtar moradia no centro é preso pela GM

Pintor de 36 anos teria sido flagrado enquanto carregava objetos da vítima

563
Notebook, vitrola 'retrô' e filmadora estavam entre os itens apreendidos (foto: GCM)
Publicidade

A Guarda Civil Municipal prendeu um pintor de 36 anos em flagrante, na tarde de domingo passado, 7, acusado de furto qualificado e de ter invadido uma casa na rua Santa Cruz, no centro.

De acordo com a GCM, uma equipe foi chamada, via rádio, para atender a uma ocorrência de furto a residência. No local, a vítima – uma comerciante de 51 anos – contou aos guardas que estava fora e que, ao chegar, encontrou o imóvel todo revirado. Ela ainda disse ter escutado um barulho nos fundos.

No corredor dos fundos, os agentes encontraram diversas bolsas e sacolas com objetos em cima do muro da residência vizinha – que está em construção.

Segundo a GCM, o acusado foi encontrado carregando uma sacola no momento em que um dos guardas pulou o muro que dava para o imóvel vizinho. Ao notar a presença dos guardas, o homem teria tentado fugir, abandonado o pacote no chão. Contudo, acabou sendo abordado por outro GCM.

Nas bolsas e sacolas, foram encontrados aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, joias, itens decorativos, utensílios domésticos, ferramentas, calçados e produtos alimentícios. A vítima reconheceu todos os objetos.

Publicidade

Questionado, o homem negou o crime e alegou que estava limpando a área da construção. Segundo boletim de ocorrência, o acusado também não quis se identificar e se negou a contar o endereço dele.

Com a chegada da equipe de apoio, descobriu-se a identidade e o endereço do acusado. Em seguida, os guardas municipais se deslocaram até a residência dele. No local, ainda foram apreendidos um notebook, uma vitrola “retrô” e uma câmera fotográfica profissional.

O homem foi levado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, para ter a integridade física constatada, e, em seguida, foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Delegacia Central.

Ainda conforme o boletim, no momento em que a ocorrência estava sendo apresentada, um homem foi até a delegacia prestar queixa sobre um furto ocorrido no dia anterior e acabou reconhecendo o notebook encontrado na casa do acusado como sendo o aparelho furtado.

O acusado, identificado como Mateus de Oliveira, recebeu voz de prisão em flagrante e permaneceu à disposição da Justiça. Ele deve responder por furto qualificado.

Publicidade