‘Guia Cidade Ternura’ será exibido na 5ª Feira do Doce

Secretaria terá exemplares em estande entre os dias 21 a 23

929
Material ficará em exposição em estande turístico montado pela pasta e pelo Comtur
Publicidade

A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude anunciou que exibirá a segunda edição do Guia Turístico e Gastronômico “Cidade Ternura” durante a realização da Feira do Doce. O evento tem quinta edição a partir desta sexta-feira, 21, com encerramento neste domingo, 23.

“Nossa intenção é distribuir uma parte do guia no evento”, antecipou o titular da pasta, Cassiano Sinisgalli. No fim do mês passado, ele recebeu o primeiro lote – de um total de três entregues – do material. Sinisgalli obteve em primeira mão 300 exemplares. Outra parte foi entregue para o Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e para o chefe de gabinete da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, Daniel Marcon Parra, ainda em junho.

Iniciativa do jornal O Progresso, o guia é distribuído gratuitamente. Assinantes e leitores do bissemanário receberam o material encartado numa das edições. O Guia Cidade Ternura traz informações que evidenciam os atrativos de Tatuí, elevada à MIT (Município de Interesse Turístico) em maio deste ano.

Composto por 52 páginas, o material apresenta os pontos turísticos, as origens do reconhecimento de Tatuí como “Capital da Música”, “Cidade Ternura” e dos doces caseiros.

Na edição que compreende os anos de 2017 e 2018, a publicação também agrega dados históricos e todas as categorias de bares e restaurantes, além dos maiores eventos anuais de cultura e lazer. Estes constam na seção classificados.

Publicidade

Impresso em formato diferenciado, o guia conta com capa em couchê, papel especial que tem alta qualidade de impressão e mais durabilidade. Ele traz reportagens com pautas elaboradas a partir de informações interessantes tanto para os tatuianos quanto para os turistas. Os que visitarem a cidade, por conta do evento gastronômico, terão oportunidade de conhecê-lo.

Sinisgalli explicou que a secretaria quer disponibilizar alguns dos exemplares na feira. A distribuição será feita por meio de um estande, mantido pela secretaria em parceria com o Comtur. “Vamos ter um espaço de exposição unificada, no qual o conselho será nosso convidado”, disse o secretário.

De acordo com Sinisgalli, a municipalidade vai priorizar parcerias com o conselho. A meta é estreitar o relacionamento entre os representantes, para atender ao que prevê o MIT. Os projetos a serem submetidos pela Prefeitura ao COC (Conselho de Orientação e Controle), do Fumtur (Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos), precisam passar, primeiro, pelo crivo do Comtur.

“Nós já tínhamos um bom relacionamento com o órgão de Tatuí antes. O que nós vamos fazer daqui para frente é aproximarmo-nos mais”, acrescentou.

Em complemento ao guia, a secretaria vai implantar um totem para realização de pesquisa. Os turistas que visitarem a feira – ou mesmo moradores da cidade – terão oportunidade de emitirem opinião a respeito do evento.

O questionário é composto por sete perguntas, incluindo nome, idade e cidade de residência. As respostas serão utilizadas pela secretaria para a formulação de melhorias e de relatórios a serem entregues posteriormente aos expositores.

Perto do quiosque turístico, no qual estarão exemplares do Guia Cidade Ternura, a Prefeitura disponibilizará uma área para aquisição de souvenires (lembranças). O espaço será montado numa das laterais (direta ou esquerda) do portal de entrada da feira. “Estamos resolvendo ainda como iremos acomodar melhor os itens preparados pelos artesãos do município”, citou o secretário.

Segundo ele, a ideia é permitir que os visitantes que estiverem no evento possam levar para casa uma recordação não só do evento, mas do município. “Queremos instigar outras pessoas a conhecerem Tatuí. Quando alguém vir aqui, pode levar um brinde para dar de presente a alguém. E isso vai fazer com que mais pessoas tenham interesse na cidade”, conjecturou.

A proposta também atende a um anseio de turistas. Sinisgalli disse que muitas pessoas que já estiveram em Tatuí sentiram falta de ter algo que remetesse à cidade. Para atender ao pedido, os artesãos preparam aventais e peças de porcelana e de madeira com alusão aos títulos “Capital da Música”, “Terra do Doce Caseiro” e “Cidade Ternura”. Os temas foram sugeridos pelo secretário e equipe, em reuniões realizadas com os expositores.

Publicidade