Gonzaga votou como delegado em evento com Doria e Alckmin

811
Publicidade
Siltec

A convenção realizada na Expo Barra Funda, em São Paulo, no sábado, 28 de julho, que oficializou o nome do ex-prefeito e ex-deputado estadual Luiz Gonzaga Vieira de Camargo para disputar as eleições 2018, também lançou o nome de João Doria para concorrer ao cargo de governador do Estado e contou com a presença do pré-candidato à presidência da República, Geraldo Alckmin.

Doria e Alckmin estão descompatibilizados dos cargos de prefeito e governador de São Paulo, respectivamente. Os políticos formam a coligação Acelera São Paulo, que tem dois candidatos ao Senado: os deputados federais Mara Gabrilli e Ricardo Tripoli.

Os pré-candidatos ao Congresso foram eleitos por votação de delegados – como Gonzaga, a prefeita de Tatuí, Maria José Vieira de Camargo, e o presidente do PSDB de Tatuí, vereador Alexandre Grandino Teles – e correligionários.

No evento, Gonzaga se encontrou com o presidente estadual do partido, Pedro Tobias, com o ex-senador José Aníbal e com o deputado federal, Samuel Moreira, com o qual fará dobradinha nestas eleições.

Em São Paulo, o pré-candidato de Tatuí reafirmou o “compromisso de lutar pelo sudoeste paulista”. O ex-prefeito enfatizou que “a nova caminhada, ao lado de Doria e Alckmin, visa à busca por um Estado ainda melhor e um novo país”.

Publicidade
Siltec

“Coloco meu nome e uma vida pública construída com muito carinho e que sempre priorizou a minha terra e sua gente para, juntos, caminharmos para novas conquistas”, iniciou.

No evento, Gonzaga afirmou que os partidos aliados têm um objetivo em comum: “melhorar a vida dos paulistas e dos brasileiros”.

“Participamos de uma grande convenção do PSDB e dos coligados, que indicaram Doria, Alckmin e a mim. Vamos à vitória de São Paulo, à vitória do Brasil”, disse.

Além do PSDB, realizaram convenção, no mesmo local, PSD, PRB, DEM, Pros e PTC.

Conforme divulgado à imprensa pela assessoria de comunicação do pré-candidato, em 2012, Gonzaga deixou a Prefeitura de Tatuí com aprovação de quase 90%. A trajetória política dele, também apontou a assessoria, iniciou-se em 1998, quando venceu o pleito para deputado estadual.

Na época, Gonzaga obteve 33.623 votos, ocupando o posto de 84o mais votado para o mandato 1999-2002. Já em 2002, quase triplicou a votação, concorreu à reeleição a deputado, quando obteve 86.366 votos.

Em Tatuí, elegeu-se prefeito em 2004, sendo reconduzido ao cargo no ano de 2008.

Caravana tucana

Mais de cem pessoas declararam suporte à pré-candidatura de Gonzaga. Entre elas, autoridades e lideranças políticas de Tatuí e da região. Ao todo, a caravana tucana foi composta por dois ônibus – somente de Tatuí. Os veículos saíram da cidade e juntaram-se a outras centenas de pessoas.

Entre os apoiadores da cidade que participaram da convenção estadual, estiveram os vereadores Alexandre de Jesus Bossolan e Severino Guilherme da Silva. Assessores parlamentares e líderes de bairros e comunitários também integraram a caravana.

Ainda, estiveram presentes familiares de Gonzaga. Entre eles, a filha Alessandra Vieira de Camargo Teles, conselheira do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí) e coordenadora do projeto “Abrace Tatuí”, voltado ao resgate da cidadania e à conservação do bem público. Alessandra ainda é diretora da Central de Rádios. Os netos do ex-deputado estadual e ex-prefeito também o acompanharam.

Após o evento, Gonzaga recebeu os primeiros telefonemas de apoio, dados por diversas autoridades da região. “Estamos confiantes de que vamos fortalecer o sudoeste paulista, visando o seu desenvolvimento”, concluiu o ex-prefeito, por meio da assessoria de comunicação.

Publicidade
Siltec