Gasolina em Tatuí­ pode custar até R$ 3,22

571
Publicidade





Encher o tanque com gasolina deve ficar R$ 11,88 mais caro para consumidores tatuianos a partir do mês que vem. É o que verificou levantamento realizado por O Progresso junto à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

A simulação da alta tem como base preços divulgados pelo SLP (Sistema de Levantamentos de Preços). No estudo, constam valores mínimos e máximos praticados em 17 postos do município, com datas de apurações variadas.

Considerando-se o maior preço aferido em Tatuí, de R$ 3 para gasolina, o proprietário de um veículo popular gastará R$ 173,88 para encher o tanque com capacidade para 54 litros.

A simulação considera a alta de R$ 0,22 anunciada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e pelo secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, no início do mês, visando aumento de arrecadação.

Publicidade

Até o dia 19 deste mês, data do registro da verificação de preços, o consumidor gastava R$ 162 para encher o tanque do veículo de mesmo porte. Com a diferença, o proprietário de veículo em Tatuí pagará R$ 11,88 a mais, caso abasteça uma única vez por mês. Do contrário, o custo será maior.

Levando em conta o menor preço praticado na cidade, de R$ 2,849, o consumidor passará a gastar R$ 165,72. Até o dia 20 deste mês, o custo ficava em R$ 153,84.

A diferença entre o maior e o menor valor praticado na cidade é de R$ 8,16, mais que a metade do aumento de R$ 11,88 do preço do combustível – no mesmo exemplo.

O SLP contém preços de venda de combustíveis comercializados em postos localizados no alto do Santa Cruz, Boqueirão, centro, bairros Estação e Guardinha, Jardins Tóquio, Planalto, Lucila, Ternura, Residencial Astória e Valinho.

Além da gasolina, o aumento pretendido pelo governo federal na alíquota da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico) vai impactar o diesel. O valor na refinaria vai ficar R$ 0,15 mais caro no mês que vem.

Em Tatuí, o diesel custa, em média, R$ 2,527, com o menor preço em R$ 2,499 e o maior, em R$ 2,599, segundo preços de 19 e 20 de janeiro. Com a intervenção, os consumidores podem pagar entre R$ 2,649 (mínimo) e R$ 2,749 (máximo).

O custo para abastecer uma caminhonete com tanque de 80 litros, por exemplo, pode chegar a R$ 219,92 (na simulação do valor mais alto). O preço é R$ 17,76 mais caro que o desembolsado no mais baixo e anterior à alta.

Conforme “síntese dos preços praticados” em Tatuí, o álcool apresentou o menor preço entre os dias 18 e 24 de janeiro. Na cidade, o combustível estava sendo comercializado entre R$ 1,897 (valor mais barato) e R$ 2,099 (o mais caro).

Já o GNV (gás natural veicular) tem valor fixado em R$ 1,999. A agência constou um único preço, praticado por posto de combustível situado no bairro Valinho.

Conforme o governo federal, o repasse do aumento da gasolina para o consumidor ficará a critério da Petrobras, a partir de decreto de alteração da Cide.


Publicidade