Fusstat terá mais de 20 cursos e dois novos centros no primeiro semestre

Objetivo é atender participantes da região da vila Dr. Laurindo e Astória

837
Presidente do Fusstat fala sobre as atividades da entidade (foto: Diléa Silva)
Publicidade
Da reportagem

O Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí) vai oferecer mais de 20 cursos de capacitação de forma gratuita e deve abrir novos centros de capacitação neste primeiro semestre, conforme antecipou a presidente da entidade, Sônia Maria Ribeiro da Silva.

A O Progresso, ela contou que a programação neste ano manterá uma grade de cursos já solidificados, como de panificação, artesanato, costura e esmalteria, e ainda aumentará o leque de workshops e oficinas que permitem “capacitação rápida”.

“Vamos fazer muitos cursos rápidos, como no ano passado. Deu muito certo. É uma boa forma de preparar os participantes mais rapidamente. Assim, eles podem apreender e já sair do curso vendendo ou com boas ideias para aumentar a renda”, argumentou.

A entidade está com vagas abertas para os cursos de costura básica, costura para adolescentes, esmalteria, hardanger, crivo, “Bê-á-bá da Costura para Jovens”, “Recicla Vida”, crochê, “Arte de Receber”, panificação, “Faça e Venda”, “Kit Festa”, bolo em módulos e “Brincando com as Panelas”.

Neste ano, as oficinas de boneco de meia e amigurumi, que eram dadas esporadicamente, também entraram na grade de cursos oficiais devido à procura, conforme salientou a presidente da entidade.

Publicidade

“São oficinas muito procuradas. Então, decidimos oferecer durante o ano todo. A aulas para a confecção de boneco de meia foram tão procuradas, no ano passado, que tivemos que fazer uma aula extra no final do ano”, justificou Sônia.

A presidente ressaltou que a intenção da oficina também é aumentar a produção dos bonecos para o Projeto Boneco de Meia. No ano passado, a iniciativa mantida pelo Fusstat doou mais de 1.200 bonecos para alunos das creches pertencentes à Secretaria Municipal de Educação.

Ainda conforme Sônia, a ideia é que, neste ano, todos os alunos da educação infantil sejam beneficiados. As oficinas começam no dia 6 de março e seguem até outubro, em todas as sextas-feiras, nos centros de capacitação da vila Angélica, vila Esperança, CDHU, Jardim Gonzaga, Santa Cruz e Jardim Santa Rita de Cássia.

A oficina surgiu por meio do Projeto Boneco de Meia, iniciativa que começou em 2017, atendendo a mais de 500 crianças carentes com bonecos feitos artesanalmente, a partir de meias doadas à instituição.

Além dos cursos, há vagas para três workshops: “Tortas – Doce e Salgada”, nos centros do Jardim Gonzaga e Santa Cruz; “Lanches de Verão”, na região da vila Esperança e vila Angélica; e “Cardápio Vegetariano”, no Jardim Santa Rita de Cássia e CDHU.

“Vamos muito nesta linha, agora, de cursos mais rápidos, de dois meses no máximo, e workshops. Depois, se o participante quiser se especializar mais, tem os cursos mais avançados, que continuam na grade”, completou Sônia.

As capacitações fazem parte do programa de trabalho elaborado pela equipe do Fusstat, presidente e coordenadoras dos centros de capacitação, que ficam no Jardim Gonzaga, vila Angélica, vila Esperança, CDHU, Jardim Santa Rita de Cássia, Santa Cruz e centro.

A programação de aulas começa no dia 2 de março, divididas por centros de capacitação. No Jardim Gonzaga, dia 3, terça-feira, será realizado um workshop de tortas; no dia 4, começa o “Bê-á-bá da Costura para Jovens”; e no dia 5, será ministrada a primeira aula do curso “Recicla Vida”.

No centro de capacitação do bairro vila Angélica, no dia 2, serão realizadas as primeiras aulas dos cursos “Costura para Adolescentes” e de esmalteria; no dia 3, o curso de costura básica; e no dia 4, workshop de lanches de verão.

No centro de capacitação da vila Esperança, nos dias 2 e 3, serão ministradas as primeiras aulas do curso de costura básica; e no dia 5, o workshop de lanches de verão.

No centro de capacitação da CDHU, dia 2, será promovida a abertura do curso “Costura para Adolescentes”; nos dias 3 e 4, a de costura básica; ainda no dia 4, a abertura do curso de crivo; e no dia 5, workshop de cardápio vegetariano.

No centro de capacitação do Jardim Santa Cruz, dia 2, será realizada a abertura do curso de amigurumi; no dia 3, a de hardanger; no dia 4, ocorre um workshop de tortas; e no dia 5, começa o curso de crochê.

No centro de capacitação do Jardim Santa Rita de Cássia, dia 3, será realizada a primeira aula do curso de costura básica; e no dia 4, workshop de cardápio vegetariano. “Lembrando que, no dia 6 de março, sexta-feira, começa o curso de boneco de meia em todos os centros”, reforçou a presidente.

Sônia acentuou que os workshops devem ter novas versões, neste ano, como opção de capacitação em um dia de oficinas. “No ano passado, foram realizadas diversas aulas de um dia em parceria com a marca de chocolates Mavalério, e, como foi muito procurado, estamos tentando oferecer mais opções”, argumentou.

Ela antecipou que a parceria com a marca de chocolates continua neste ano. O próximo workshop será voltado às vendas de Páscoa. A data do curso ainda deverá ser divulgada.

Segundo a presidente, ainda estão previstos cursos novos, como os de bolo de rolo e “doces finos” (camafeu, brigadeiro e pérola negra). A data e os centros de capacitação que vão receber as novas aulas ainda serão definidos.

Além disso, no dia 2 de março, começa o curso de “cuidador social”, realizado pelo Fusstat em parceria com a Femague (Fundação Educacional Manoel Guedes). Já o Espaço da Beleza iniciou as aulas dos cursos de cabeleireiro e manicure no dia 13 deste mês.

Novos centros

Sônia antecipou que, neste ano, o Fusstat abrirá dois novos centros de capacitação até o final do primeiro semestre.

Segundo ela, o primeiro centro será aberto, ainda no primeiro trimestre, na vila Dr. Laurindo. A iniciativa será realizada em parceria com o Lions Club, sendo que os cursos vão funcionar na sede da entidade.

“O Lions Club vai oferecer o espaço para a gente levar cursos para a região do Dr. Laurindo e toda aquela adjacência, que até então não tinha centro de capacitação do Fusstat”, ressaltou Sônia.

Já o segundo centro de capacitação será instalado no residencial Astória. A Secretaria Municipal de Educação inaugurou, no início de fevereiro, um novo prédio escolar no bairro e a intenção é abrigar as aulas do Fusstat no antigo prédio, chamado de “escola de lata”.

“Vamos precisar fazer algumas reformas no prédio para adaptá-lo às aulas, mas pretendemos, ainda este ano, levar os nossos cursos para aquela comunidade”, garantiu a presidente.

Os cursos a serem ministrados em cada um dos novos centros ainda não foram determinados pelo Fusstat, contudo, Sônia garantiu que a intenção é “abrir um leque grande de oportunidades, com panificação, manicure e outras oficinas”.

Além da abertura dos novos centros, Sônia destacou que o Fusstat já está trabalhando na arrecadação de roupas para o primeiro “Bazar de Novos e Seminovos” do ano, agendado para os dias 6, 7 e 8 de abril.

“Estamos com muita doação, e este vai ser o maior bazar de novos e seminovos que já realizamos. Como temos bastante produto, o preço também vai ser bem barato, e, com isso, vamos formar uma corrente de solidariedade; as pessoas compram, nos ajudam e nós ajudamos outras pessoas”, enfatizou.

Conforme a presidente, a arrecadação do bazar será revertida à reforma da cozinha da Santa Casa de Misericórdia e às despesas do Casamento Comunitário – evento que está sendo preparado pela entidade desde 2018.

De acordo com Sônia, 50 casais devem oficializar a união na nova edição do Casamento Comunitário do Fusstat. A cerimônia será realizada na Associação Atlética XI de Agosto, dia 30 de maio, reunindo noivos, familiares, autoridades e convidados em solenidade ecumênica, celebrada por um representante da Igreja Católica e um pastor.

Segundo Sônia, a intenção da entidade é “realizar o sonho das pessoas menos favorecidas e que nunca tiveram a oportunidade de casar devido às taxas de cartório e despesas de uma cerimônia”.

Ela afirmou que, a exemplo da primeira edição, os noivos não terão nenhum tipo de gasto. O cerimonial oferecerá toda a estrutura, que inclui decoração do espaço para a solenidade, alianças, vestuário dos noivos, maquiagem, cabelo, manicure e pedicure das noivas.

Segundo Sônia, a colaboração de empresas locais possibilitará a realização de toda a cerimônia. A entidade deve arcar apenas com as despesas da decoração. Entre os patrocinadores oficiais já confirmados para a segunda edição, estão: Edson Estilista, Cartório de Registro Civil, Óticas Peixoto, A.A. XI de Agosto, Sítio do Carroção e Coop (Cooperativa de Consumo).

A organização ainda planeja que cada um dos casais receba um bolo para levar e comemorar com a família de forma particular – como foi feito em 2018.

“Durante todo o ano, estamos nos programando, fazendo mais bazar e buscando arrecadar o máximo possível. É um evento que envolve muitas despesas também. Por isso, optamos por não realizar a cerimônia em 2019 e nos prepararmos para 2020”, enfatizou a presidente.

Os casais que participarão da celebração religiosa já começaram a oficializar a união civil no dia 17 de janeiro, no Cartório de Registro Civil.

“É um evento que está sendo programado com bastante antecedência. Se o primeiro foi bom, posso garantir que este segundo será bem melhor. Já temos a experiência e estamos preparados para fazer deste evento um grande acontecimento na vida dos casais”, finalizou a presidente.

Publicidade