Fusstat realiza tradicional Bazar do Dia das Mães em 2 dias de vendas

    Renda arrecadada será revertida aos projetos promovidos pela entidade

    444
    Bazar do Dia das Mães apresentará diversas opções de presentes (foto: Diléa Silva)
    Publicidade
    Siltec
    Anglo
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra

    Nesta quinta-feira, 9, às 13h, tem início o tradicional Bazar do Dia das Mães, organizado pelo Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí). Em 2019, o evento será realizado em dois dias, com horário estendido.

    No primeiro dia, os produtos ficarão disponíveis para venda até às 19h e, na sexta-feira, 10, das 13h às 22h. O bazar acontece nas áreas de exposição e do café do Centro Cultural (antigo Alvorada Clube), localizado na praça Martinho Guedes (Praça da Santa), no centro.

    Conforme a presidente do Fusstat, Sônia Maria Ribeiro da Silva, no local, a população encontrará diversos produtos de artesanato e culinária, produzidos pelos alunos e professores do Fundo Social.

    Haverá diversas opções de presentes para as mães, como nécessaires, jogos americanos, cobre jarras, toalhas de mesa, bordados em geral, peças de crochê, organizadores e aromatizadores de ambiente, entre outros.

    “Neste ano, vamos ter peças para todos os gostos e todos os bolsos. Nós fizemos questão de fazer produtos diferentes e com preços bem acessíveis, para que as pessoas possam encontrar o presente ideal para as mães e também aproveitar para renovar os itens da casa com peças exclusivas”, contou.

    Publicidade
    Anglo
    Siltec
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra

    Na ocasião, também estará aberto o Café Gourmet Solidário, onde será possível adquirir e degustar vários tipos de pães, bolos, beliscão, escacatina, esfirra de carne, wraps, tortas e bolos no pote. O café funcionará no mesmo horário de atendimento do bazar.

    “As pessoas podem vir aqui para o bazar, comprar o presente da mãe e ainda se deliciar com os produtos do café. Quem quiser também pode comprar os produtos para levar para casa. Além dos nossos bolos e pães, tem a pizza de massa de polvilho, uma receita nova, sem farinha branca, saudável e deliciosa”, enfatizou Sônia.

    O valor arrecadado com as vendas dos produtos será revertido em prol aos cursos oferecidos pela entidade, assim como para a manutenção dos centros de capacitação, compra de materiais para as aulas e custeio das despesas.

    “O bazar do Dia das Mães e o de Natal são os mais esperados durante o ano. Eles também representam boa parte da renda do Fundo Social. Dependemos muito das vendas para manter os cursos. Então, convido toda a população, que sempre nos auxilia, a entrar nesta corrente conosco”, afirmou a presidente.

    Além do bazar, Sônia destaca que, a partir de junho, a entidade deve investir na venda de caldos quentes, sopas e pães prontos.  A intenção é criar uma nova fonte de renda para a entidade, também pensando na manutenção dos cursos.

    “Vamos esperar esfriar para começar a vender. Até queria vender no bazar, mas vi que vai estar quente ainda. Depois que começar o inverno, poderemos oferecer mais este produto aqui no Fusstat”, acrescentou.

    Novas turmas

    Mais de 340 alunos realizaram os cursos do Fusstat no primeiro trimestre deste ano nos centros de capacitação, que ficam no Jardim Gonzaga, vila Angélica, vila Esperança, CDHU, Santa Rita, Santa Cruz e centro. Além disso, nos próximos dias, a entidade inicia novas turmas.

    A grade deste ano conta com oito novas qualificações. Sete são voltadas ao público em geral e a oitava é de reaproveitamento de alimentos, direcionado às pessoas beneficiadas pelo Banco de Alimentos, cadastradas nos Cras (Centros de Referência de Assistência Social).

    Além dos cursos de panificação, artesanato, costura e esmalteria – já solidificados pelo Fusstat -, foram acrescentados: o de bolo confeitado, “Faça e Venda”, “Kit Festa”, “Desenho da Moda”, costura para adolescentes, costura industrial e hardanger.

    Sônia explica que, neste ano, a intenção é investir em cursos rápidos. Por isso, quase todos já foram finalizados. Até o final de maio, ainda acontecem as formaturas do curso de panificação e de esmalteria.

    “Os alunos pediram muito para que fizéssemos cursos mais curtos, então, decidimos oferecer esses cursos novos, pensando em ensinar coisas fáceis de fazer e vender. Assim, os alunos se formam mais rápido e já podem vender os produtos para gerar renda. A maioria está aprovando”, comentou a presidente.

    As inscrições continuam abertas. Os interessados devem procurar os centros de capacitação e realizar o cadastro reserva. Os primeiros inscritos serão selecionados para as próximas turmas, que devem começar entre os dias 13 e 14.

    As capacitações fazem parte do programa de trabalho elaborado pela equipe do Fusstat, presidente e coordenadoras dos centros de capacitação. Entre os “cursos rápidos”, também estão os realizados em parceria com a marca de chocolates, doces e confeitos Mavalério.

    A empresa volta ao município com o curso de “Faça e Lucre – Bolos Caseiros”. A aula será na sede do projeto Cozinha Solidária, na travessa Godoy Moreira, 217, na vila Esperança.

    A culinarista Renata Daleffe ensinará aos alunos como fazer bolos caseiros, caldas e coberturas, além de opções em fatias e no pote. Entre as receitas, estarão bolo de fubá com coco cremoso, bolo de chocolate com café e bolo de limão trufado.

    Tudo será feito com o auxílio de uma apostila contendo dicas de precificação, vendas e decorações. As inscrições devem ser feitas na quarta-feira, 15, das 9h às 16h, na sede do Fusstat. Mais informações pelo telefone 3305-3408.

    Publicidade
    Anglo
    Siltec
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra

    DEIXE UMA RESPOSTA

    entre com sua mensagem
    entre com seu nome