Fusstat faz Campanha do Agasalho em novo modelo devido à Covid-19

Ação visa arrecadar cobertores novos para evitar possíveis contaminações

639
De acordo com a presidente da instituição, Sônia Maria Ribeiro da Silva, em razão da pandemia, a ação aceitará apenas cobertores novos e em embalagens lacradas
Publicidade
Da reportagem

O Fundo Social de Solidariedade de Tatuí iniciou, nesta semana, um novo modelo da Campanha do Agasalho. Conforme a entidade, devido à pandemia da Covid-19, a ação seguirá um perfil diferenciado, com alguns cuidados sendo observados para as doações.

A principal diferença desta edição é que a campanha arrecadará apenas cobertores. As peças deverão ser doadas a famílias em situação de vulnerabilidade e a entidades cadastradas no Fusstat.

De acordo com a presidente da instituição, Sônia Maria Ribeiro da Silva, em razão da pandemia, a ação aceitará apenas cobertores novos e em embalagens lacradas. Ela explica que a intenção é evitar eventual contágio pelo coronavírus e proteger as pessoas que receberão a doação.

“Queremos continuar ajudando as pessoas e as instituições, mas precisamos evitar os riscos de contaminação. Por isso, é muito importante que os doadores estejam cientes de que vamos aceitar apenas cobertores novos e em embalagens fechadas”, frisou a presidente.

Outra mudança é que, neste ano, não haverá postos de arrecadação. Para a coordenadora da campanha, Edite de Oliveira, a nova logística deve ajudar a controlar as arrecadações e assegurar que sejam doadas apenas cobertas sem uso.

Publicidade

Os interessados em doar devem entrar em contato pelo (15) 99652-6638. Uma equipe agendará a retirada da doação ou analisará outra forma de receber as peças com segurança e sem riscos de contaminações.

Para divulgar a campanha e aumentar o número de coletas, o Fusstat ainda deve promover outras ações até o final do inverno. Edite – que coordenada a arrecadação desde 2017 – informou que, mesmo em outro formato, o “Dia D” será mantido.

A data ainda será definida, contudo, Sônia antecipou que a ideia é realizar a arrecadação em junho, no formato “drive thru”. “Pensamos em colocar uma equipe em frente à sede do Fusstat e promover um dia de arrecadações – claro, seguindo todas as medidas de segurança. Mas, ainda estamos planejando como podemos fazer”, disse a presidente.

Sônia informou que, mesmo não recebendo doações de roupas neste ano, o Fusstat tem um estoque de agasalhos que deve suprir as necessidades das famílias já cadastradas na entidade.

“Além da Campanha do Agasalho do ano passado – que foi boa -, o Fusstat recebe doações durante todo o ano e, com isso, conseguimos encaminhar às famílias que precisam, e ainda deixamos peças de reserva. Nunca zeramos o nosso estoque, justamente, para poder suprir situações emergenciais”, enfatizou Sônia.

Em 2019, a arrecadação total chegou a 43 mil peças, entre roupas, meias, sapatos e cobertores, das quais, aproximadamente, 10% foram consideradas inservíveis em triagem realizada pelo órgão e acabaram incineradas.

Na edição anterior, foram espalhadas mais de 300 caixas de coleta. Entidades, escolas municipais e estaduais, pré-escolas, creches, clubes, empresas, condomínios e órgãos públicos serviram como pontos de arrecadação.

Foram repassadas peças para: o Centro Social Arte pela Vida; a Pastoral da Criança, da Paróquia Santa Rita de Cássia; a Casa de Apoio aos Irmãos de Rua São José; o Grev (Grupo de Estímulo à Vida); a Casa de Nazaré, da Paróquia São José Operário; e a Paróquia Santa Terezinha.

Também receberam doações: Casa de Acolhimento, Recanto do Bom Velhinho, Lar Donato Flores, Força para Viver, Lar São Vicente de Paulo, Cosc (Conselho Social da Comunidade), Litac (Liga Tatuiana de Assistência aos Cancerosos), Conselho Particular Vicentino de Tatuí e Igreja Presbiteriana Bela Vista.

“Neste ano, como não podemos ter ajuda das escolas e de outros pontos que serviam de coleta, já começamos a enviar ofícios para empresas, e contamos com a colaboração de toda população”, enfatizou Sônia.

As primeiras doações foram recebidas na terça-feira, 26. A AB Colinas, concessionária do Programa de Concessões Rodoviárias do estado de São Paulo, doou 40 cobertores à entidade. Uma equipe do Fusstat foi buscar as doações em Itu (SP).

Em nota à imprensa, a concessionária informa que “a entrega foi feita em espaço arejado, sem aglomeração e com uma equipe munida de máscaras, óculos e utilizando álcool em gel para a higienização das mãos”.

“A ação é resultado da responsabilidade e compromisso socioambiental do Grupo AB Concessões, do qual a AB Colinas faz parte, que reciclou os uniformes antigos, antes utilizados por seus colaboradores, e os transformou em cobertores reciclados”, informou a assessoria.

No total, a concessionária distribuirá 750 cobertores. Além de Tatuí, 16 cidades abrangidas pelas rodovias administradas pela empresa também serão beneficiadas: Boituva, Cabreúva, Campinas, Cerquilho, Indaiatuba, Itu, Itupeva, Jundiaí, Piracicaba, Porto Feliz, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Salto, Sorocaba e Tietê.

Publicidade