Fundo Social registra 15 últimas vagas para ação voltada à  união

223
Publicidade





Arquivo o Progresso

Noivos contemplados recebem certidão e participam de valsa

 

O Fundo Social de Solidariedade tem vagas para 15 casais que desejarem se unir oficialmente por meio do “Casamento Comunitário”. A presidente da entidade e primeira-dama, Ana Paula Cury Fiuza Coelho, informou, nesta semana, que o prazo de inscrições deve se encerrar entre este mês e fevereiro.

Até o momento, 35 casais que dividem moradia já estão inscritos para a cerimônia ecumênica que acontecerá no dia 31 de maio. A previsão é de que ela seja realizada com presença de padre e pastores, na Concha Acústica Municipal “Maestro Spártacco Rossi”.

Publicidade

O espaço está passando por reforma e, conforme o secretário municipal da Infraestrutura, Meio Ambiente e Agricultura, José Roberto do Amaral, as obras devem ser concluídas até o final de abril.

Para o evento, o Fundo Social conta com apoio da GCM (Guarda Civil Municipal), da Prefeitura, dos departamentos de Comunicação e Gestão Estratégica e de Cultura e Desenvolvimento Turístico, além de empresas e profissionais liberais.

Os noivos terão direito a alianças, vestido para noiva, custeio integral ou de parte do traje do noivo, bolo e sorteio de brindes. No dia do evento, as noivas passam por tratamento de beleza e são preparadas por alunos dos cursos do “Tesoura & Cia.”.

Em 2013, elas foram transportadas pelo ônibus do Sítio do Carroção, sendo acompanhadas até o altar, improvisado no palco da Concha Acústica, por guardas civis municipais. Além das bênçãos, os noivos ganham álbum do casamento.

Eles têm como padrinhos a primeira-dama e o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu. São eles que entregam as alianças aos noivos e encerram a solenidade com uma valsa. Todo o evento é transmitido ao vivo, por meio de telões.

As vagas disponíveis podem ser preenchidas na sede do Fundo Social. O endereço é a praça Martinho Guedes (Santa), 12, no centro. O cadastramento é realizado de segunda a sexta, nos horários das 8h às 11h e das 13h às 16h.

Para proceder com a inscrição, os casais devem apresentar carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento, comprovante de renda e uma foto 3 por 4.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, os trâmites cartorários serão gratuitos e representam economia de R$ 295 ao casal. Também na nova edição do projeto social, o jornal O Progresso fará a publicação dos editais de proclama gratuitamente.


Publicidade