Fundo Social monta tenda na ‘Matriz’ para coletar agasalho

339
Publicidade
Siltec





Com mais de mil peças de roupas coletadas na primeira semana da edição deste ano da Campanha do Agasalho, o Fundo Social de Solidariedade montou, na Praça da Matriz, uma tenda para receber os donativos. A campanha teve início no domingo da semana passada, 1º.

A equipe do Fundo Social ficará na Praça da Matriz de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 16h. A arrecadação na região central objetiva acelerar a coleta de donativos para doação às pessoas que precisam dos abrigos.

A antecipação da arrecadação acontece para fazer frente às baixas temperaturas que atingem a cidade desde o início de maio, de acordo com a coordenadora da campanha, Edite de Oliveira Barbosa. A ação estadual, coordenada pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, deve começar no final deste mês.

“No ano passado, acompanhamos o calendário do governo do Estado, porém, como o frio chegou cedo neste ano, nós já iniciamos a coleta de donativos junto com o ‘Passeio Ciclístico’”, afirmou.

Publicidade
Siltec

O evento que aconteceu no dia 1º arrecadou aproximadamente mil peças e marcou o lançamento da campanha. Mais de 300 pessoas participaram do passeio, que se estendeu por três quilômetros.

Os voluntários do Fundo Social estão arrecadando todos os tipos de roupas, desde que em bom estado de conservação. Camisetas, calças, moletons e blusas de frio são bem-vindos, assim como cobertores e colchas.

A coordenadora afirmou que estabelecimentos comerciais estão sendo procurados pela equipe do Fundo Social para participarem da arrecadação. A expectativa é de que, neste ano, a campanha tenha mais de 200 pontos de coleta, entre lojas, supermercados, escolas, creches, igrejas e postos de saúde.

“Vamos espalhar as nossas caixas por toda a cidade. Todo mundo vai ter pontos perto de casa”, informou.

A campanha conta com a participação de grupos de jovens, escoteiros, membros de motoclube, clubes de serviço, entidades religiosas e sindicais. Ao todo, segundo a organização, a arrecadação de donativos movimentará 500 pessoas.

“Esses grupos que colaboram com a gente escolhem uma região da cidade onde querem fazer campanha. Temos alguns grupos de jovens que estão se mobilizando para fazer campanha de porta em porta”, contou.

No ano passado, foram arrecadadas mais de 75 mil peças de roupas e cobertores, que puderam ajudar 23 entidades assistenciais de Tatuí, além de moradores de rua e famílias de baixa renda assistidas pelos Cras (Centro de Referência de Assistência Social).

“Se algum morador de rua passar pelo nosso ponto de arrecadação na Praça da Matriz e pedir uma doação, nós vamos providenciar na hora, é esse o objetivo da campanha”, declarou.

O Fundo Social fará, no mês de junho, o “Dia D” da campanha, com mutirão de coleta de donativos. Ao final da ação, os agasalhos passarão por triagem, com a separação dos donativos inservíveis, os quais serão descartados. “Nós passamos 15 dias fazendo essa reciclagem dos donativos, para dar a destinação final”.


Publicidade
Siltec