Frota do Samu 192 de Tatuí recebe nova ambulância de suporte básico

    Serviço opera com quatro unidades recém-adquiridas por meio do “MS”

    484
    Samu Tatuí tem da frota renovada com novas ambulâncias (foto: AI Prefeitura)
    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Siltec

    O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) recebeu mais uma ambulância para dar suporte ao atendimento de urgência e emergência do município. A entrega das chaves do veículo aconteceu na prefeitura, na sexta-feira da semana passada, 30 de agosto.

    A prefeita Maria José Vieira de Camargo; a coordenadora da base descentralizada do Samu de Tatuí, Cássia Stela Rodrigues Alvares, e a secretária da Saúde, enfermeira Tirza Luiza de Melo Meira Martins receberam o veículo.

    O modelo é uma Mercedes Benz Sprinter, adquirida por meio de convênio com o governo federal. A ambulância é uma USB (unidade de suporte básico) e conta com equipamentos de trauma, DEA (desfibrilador externo automático) e de oxigênio.

    A secretária da Saúde destaca que, agora, o serviço conta com quatro ambulâncias novas em operação. “Todos os veículos foram conquistados na atual gestão, sendo três de suporte básico e um de suporte avançado”, ressaltou a assessoria de comunicação da prefeitura.

    “O Samu local conta com três ambulâncias operantes, e essa nova ambulância que chegou vem para ampliar a frota. São todas as ambulâncias novas, temos um convênio com o Ministério da Saúde e nós renovamos as nossas viaturas. Estamos com veículos excelentes”, disse a secretária.

    Publicidade
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra

    Conforme o MS, para renovar a frota, foi considerado o tempo de uso e o funcionamento regularizado do serviço. Toda a frota com mais de cinco anos de uso, sem renovação anterior e que não possua irregularidades, pendências ou ocorrências nos órgãos de fiscalização, deve ser renovada.

    “Os veículos que vêm para a cidade são cedidos de acordo com o número de habitantes. Temos um cálculo para ver a necessidade e para que a gente possa fazer este pleito ao MS. Mas, o que temos no momento atende plenamente à nossa população”, assegurou Tirza.

    Quatro veículos, que estavam em uso havia mais de cinco anos, continuam na frota como reserva técnica. Eles devem ser utilizados em eventos e durante a revisão das novas ambulâncias.

    O objetivo do Samu, que funciona 24 horas por dia, é socorrer rapidamente pacientes com necessidade de serem levados a unidades que prestam serviços de urgência ou emergência, para atendimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos, entre outros, evitando sofrimento, sequelas ou mesmo mortes.

    Conforme levantamento realizado pelo Samu de Tatuí, somente no primeiro quadrimestre de 2019, o serviço – em operação na cidade desde 2010 – somou 2.330 atendimentos, sendo 1.932 pela USB e outros 398 pela USA.

    No mesmo período, foram realizadas, ainda, 75 transferências para outros municípios. Segundo a coordenadora, a operação é realizada quando os pacientes precisam de alguma especialidade médica, ou de algum recurso não oferecido no município.

    Nestes casos, as vagas são determinadas pelo estado, por meio da Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde).

    O acionamento do Samu se dá pela ligação gratuita à Central de Regulação de Urgências, pelo número 192. A partir do atendimento, as equipes – formadas por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas – são destacadas para prestar atendimento.

    O indivíduo é atendido por técnicos de enfermagem, conhecidos como Tarm (técnico de auxiliar de regulação médica). O Tarm identifica a emergência e anota os primeiros dados. Na sequência, a ligação é transferida para o médico regulador.

    O plantonista faz o diagnóstico do caso e inicia orientando, por telefone, o paciente ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações. Se necessário, a ambulância vai até o local, começa o atendimento e, em seguida, encaminha a vítima para o hospital.

    O médico analisa caso por caso e despacha viaturas conforme a necessidade. O contato com a equipe de Tatuí é realizado simultaneamente, por meio de rádio.

    Quando precisa, o regulador também comunica a urgência ou a emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento tenha continuidade.

    Se o caso não é grave, o médico faz o atendimento dando orientações somente por telefone, sem necessidade de deslocar ambulância. Em casos que necessitam de médico “in loco”, a USA é enviada. A ambulância conta com enfermeiro, médico e motorista.

    Nas situações consideradas de menor gravidade, é deslocada a USB, que possui técnico de enfermagem e motorista. O serviço de atendimento do município tem duas USBs e uma USA em operação.

    Publicidade
    Siltec
    Alessandra Bonilha, dra

    DEIXE UMA RESPOSTA

    entre com sua mensagem
    entre com seu nome