Festival Caipira é realizado por estudantes de curso de turismo

Evento fechado é uma aula prática do programa do Senar-SP

193
Encontro faz parte do nono módulo do PTR (foto: divulgação)
Publicidade
Da reportagem

O Sindicato Rural Patronal e os participantes do Programa Turismo Rural, realizado em parceria com o Senar-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), promovem neste sábado, 30 de novembro, o evento gastronômico “Festival Caipira de Tatuí”.

De acordo com Fanny Kuhnle, instrutora do Senar, o encontro é uma aula prática do PTR e acontece no Sítio Rosa Maria, na rodovia Gladys Bernardes Minhoto, quilômetro 43,5, bairro Pederneiras, a partir das 19h.

Durante o evento, alunos do curso de turismo rural realizarão exposição e a venda de produtos artesanais e da gastronomia típica local.

“A capacitação tem como público-alvo produtores rurais e objetivo de fornecer ferramentas para identificar, planejar e implementar negócios de turismo”, conta Fanny.

Segundo ela, em cada mês, é trabalhado um tema dentro do turismo rural. A capacitação é fruto de parceria entre a entidade sindical, o Senar e a prefeitura. As aulas tiveram início em março e são finalizadas em dezembro.

Publicidade

Os alunos estão no nono módulo de um total de dez. Nesta etapa, intitulada “Resgate Gastronômico”, os participantes também vão receber exercícios práticos de atendimento a turistas. Ainda em dezembro, é realizada a consolidação do programa.

Nos meses anteriores, o curso já abordou temas como legislação, roteiro e inventário turístico, identidade e cultura, gestão de empreendimentos, atrativos turísticos no meio rural, pontos de vendas de produtos, meios de hospedagens e de alimentação.

Para a instrutora, as ações para o desenvolvimento do turismo rural em Tatuí – que é reconhecido como MIT (Município de Interesse Turístico) desde 2017 – somam-se às atividades já realizadas na cidade em busca de um fluxo maior de visitantes.

“A maior parte dos turistas quer descanso. Eles vêm conhecer e visitar as festas, feiras e atrativos que a cidade oferece, mas também querem vivenciar um pouco do descanso e do bucolismo rural. Isso está tão em alta que o fluxo de turismo rural tem crescido em média 40% por ano”, concluiu a instrutora.

Publicidade