Ferrari

506
Publicidade





Gilberto José Ferrari, o Ferrari, nasceu em Campinas (SP). Surgiu no Guarani da sua cidade e, junto com o atacante Paulo Leão, foi contratado pelo Palmeiras em 1963.

Foi um dos mais velozes laterais do futebol brasileiro. Dificilmente, graças ao seu pique, perdia um combate contra os atacantes. Participava os 90 minutos do jogo com a mesma disposição e combatividade.

Outra qualidade de Ferrari eram os passes sempre sob medida. Foi expulso várias vezes, pois tinha um grande defeito: o nervosismo. Não admitia perder um jogo. Sempre lembrado com carinho pelos velhos palmeirenses devido a sua raça e amor pela camisa verde.

Ao sair do clube, em 1969, foi defender o Paulista de Jundiaí (SP). A foto mostra uma formação do alviverde em 1965, no estádio Urbano Caldeira, da Vila Belmiro, em Santos. Vitória em cima da Portuguesa de Santos pelo campeonato paulista por 2 a 1, com gols de Servílio e Ademar Pantera.

Publicidade

Podemos ver, em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Donah, Valdemar Carabina, Djalma Dias, Zequinha e Ferrari. Agachados: Dario, Ademar Pantera, Servílio, Dudu e Rinaldo, do treinador Mário Travaglini.

Bons momentos, ótimos e inesquecíveis craques.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade


Publicidade