Faixas indicam nova sinalização no trânsito

    Campanha impõe código para travessias e busca conscientizar pedestres e motoristas

    656
    DMU inicia a pintura de solo nos cruzamentos da área central da cidade (foto: divulgação DMU)
    Publicidade
    Siltec

    Tendo como mote a priorização do pedestre em meio ao trânsito, o Departamento Municipal de Mobilidade Urbana, da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, começou nesta semana a campanha “Faixa Viva e Segura”.

    De acordo com o diretor da pasta, Yustrich Azevedo Silva, a proposta é estabelecer um código de comunicação para sinalizar a travessia em faixas onde não há semáforos. Os agentes iniciaram, na quarta-feira, 11, a pintura de solo nos cruzamentos da área central da cidade.

    Para atravessar, os pedestres devem, ainda na calçada, estender o braço com a palma aberta virada para o tráfego da via. Os motoristas, por sua vez, devem agir como se o semáforo estivesse no sinal amarelo e acompanhar a movimentação dos outros veículos, pelo retrovisor, para pararem com segurança.

    “Estamos pintando com a indicação todas as faixas de pedestres para que as possam aderir à campanha e atravessar com maior segurança. Assim, os condutores poderão avistar com antecedência os pedestres”, afirmou o diretor.

    Silva salienta que a iniciativa está “totalmente alinhada às campanhas de conscientização para o respeito e a utilização das faixas de pedestres” e reforça que o objetivo é fazer com que as pessoas adotem “novas posturas”.

    Publicidade
    Siltec

    “Não é apenas uma campanha, mas um movimento para o resgate do respeito e cortesia no trânsito, a partir da nova postura adotada por motoristas e pedestres”, acrescentou.

    A medida é uma ação permanente, contudo, marcará o início dos preparativos municipais para a Semana Nacional de Trânsito, que ocorre anualmente entre 18 e 25 de setembro. O início oficial da “Faixa Viva e Segura” será no sábado, 21 com distribuição de panfletos informativos.

    “Vamos fazer essa conscientização para as pessoas começarem a se adaptar e terem um novo regramento de educação de trânsito. E também para os pedestres utilizarem essa forma para serem vistos”, disse o diretor.

    Silva ressalta que a nova estratégia do departamento obedece ao Código de Trânsito Brasileiro, que consta: “Respeitadas as normas de circulação e conduta estabelecidas, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres”.

    “A gente sabe que o pedestre é o elemento mais frágil do trânsito e tem que ter preferência. Mas, como isso, às vezes, não acontece, vamos facilitar a visualização dos condutores em relação ao pedestre e tentar garantir a segurança das pessoas”, frisou o diretor.

    Ele acrescenta que a nova medida passa a valer em todas as faixas, conforme elas estejam recebendo a pintura de solo com a sinalização. Ainda no sentido da informação sobre a nova campanha, serão distribuídos panfletos informativos nas palestras a serem feitas durante o mês do trânsito, em empresas e escolas.

    Conforme o diretor, em Tatuí, as ações pela Semana Nacional de Trânsito têm programação de 23 a 25 de setembro, com ênfase em campanhas educativas de prevenção para pedestres e condutores.

    Além de palestras sobre educação no trânsito, serão realizados pedágios educativos com conteúdo voltado aos motociclistas, orientações e informações quanto aos perigos do uso do cerol, entre outras atividades educativas.

    Silva destaca que, após o lançamento do programa “Faixa Viva e Segura”, o departamento ainda realizará campanhas informativas sobre a ampliação das zonas de estacionamento de uma hora.

    No início de agosto, o DMU realizou alterações nas vagas de estacionamento da rua 11 de Agosto, com início na rua Capitão Lisboa até a rua 7 de Abril, e, agora, outros dez locais da área central deixaram de ter vagas rápidas (em que o veículo, exceto motocicletas, pode ficar estacionado por 30 minutos com o pisca-alerta ligado) e contam com estacionamento de uma hora, com a apresentação do cartão temporizador (“reloginho”) no painel do veículo.

    Os novos locais da cidade que também têm esse sistema de estacionamento são: rua 7 de Abril (da rua 11 de Agosto até a rua Prudente de Moraes), rua Prudente de Moraes (da 7 de Abril até a Cônego Demétrio), rua Cônego Demétrio (com início na rua 11 de Agosto até a Prudente de Moraes), rua José Bonifácio (com início na 11 de Agosto até a praça Martinho Guedes), rua Capitão Lisboa (com início na 7 de Maio até a 15 de Novembro), rua 15 de Novembro (com início na 13 de Maio até a Capitão Lisboa), rua Coronel Aureliano de Camargo (com início na Santa Cruz até a 7 de Maio), rua Coronel Lúcio Seabra (com início na 11 de Agosto até a Prudente de Moraes), Largo do Mercado e Praça da Matriz.

    Os motoristas podem fazer uso dessas vagas, em dias úteis, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h. Já aos domingos e feriados, as vagas são livres, e a fiscalização, de responsabilidade da equipe de agentes municipais de trânsito.

    Após o período educativo, que termina no dia 30 de setembro, quem não cumprir as novas determinações ficará sujeito a multa no valor de R$ 195,23, com infração grave de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

    O cartão temporizador possui uma espécie de “reloginho” e deve ser posicionado no painel do veículo, com a seta contida nele apontando para o horário de chegada na vaga, podendo permanecer nela por, no máximo, uma hora.

    Para pegar – sem custo algum – o cartão temporizador, o munícipe deve ir até o Departamento Municipal de Mobilidade Urbana, à rua 11 de Agosto, 28, ou no comércio local. Mais informações pelo telefone: (15) 3205-2561 ou 3259-4015.

    Publicidade
    Siltec