Executivo solicita a implantação de dispositivos de segurança para ‘SP’

292
Publicidade





Divulgação

Rodovia que liga Tatuí a Cesário Lange será recuperada e poderá ganhar obras que visam segurança

 

Recuperação de 15,8 quilômetros de pista, pavimentação de acostamentos, obras de drenagem, sinalização e alargamento de duas pontes.

As melhorias iniciadas pelo governo do Estado na semana passada, em solenidade que trouxe a Tatuí o governador do Estado, Geraldo Alckmin, e reuniu autoridades, deverão ser somadas a novas iniciativas que estão sendo pleiteadas pela Prefeitura.

Publicidade

O Executivo quer incluir dispositivos de segurança no trecho urbano da rodovia que liga Tatuí a Cesário Lange. Segundo informou o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, a ideia é que o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) implante radares, lombadas, passarelas e faixas de pedestres entre os bairros vila Angélica, Jardins de Tatuí e Jardim Aeroporto.

Manu enumerou os pleitos na segunda-feira, 26 de agosto, ao falar sobre a recuperação da rodovia. Conforme o prefeito, trata-se de obra “de fundamental importância” para a economia da cidade e região. A conclusão das melhorias previstas pelo governo deve acontecer em junho do ano que vem.

O prefeito destacou que a SP-141 apresenta problemas principalmente no trecho em que estão situadas as indústrias e cerâmicas. “Temos fábricas de bebidas, metalúrgicas, além do polo cerâmico, que é grande”, citou.

Segundo ele, a recuperação iniciada pelo governo deve melhorar a segurança dos motoristas. Entretanto, afirmou que já conversou com o superintendente do DER, Clodoaldo Pericione, para que novos dispositivos possam ser implantados no trecho urbano.

“Precisamos de segurança, porque o tráfego de pessoas também é muito grande. Ali, temos um movimento intenso”, alegou.

Manu já havia apresentado as propostas a Alckmin, por meio de ofício. O governador visitou o município no dia 23 para iniciar obras na 141 e inaugurar as melhorias na Gladys Bernardes Minhoto (SP-129), entre Tatuí e Itapetininga.

“O governador ficou de avaliar. O estudo não é barato, porque, além da duplicação, nós pedimos uma passagem inferior (um túnel) por baixo do viaduto”, disse Manu.

A proposta já havia sido encaminhada pelo prefeito ao DER. Ela prevê o acesso direto de usuários da SP-141 à avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali. Desta forma, o prefeito acredita que poderá diminuir o tráfego de veículos em horários de pico.

Manu informou, ainda, que o governador se sensibilizou com a ideia. Entretanto, afirmou que Alckmin deve avaliar a viabilidade do projeto.

Ainda durante a visita do governador, o prefeito solicitou a duplicação de parte da rodovia. O projeto do Executivo está sendo acompanhado pelo vice-prefeito e secretário municipal de Governo e Segurança Pública, Vicente Aparecido Menezes.

Vicentão considera o projeto viável, por conta do número de pessoas que utilizam a rodovia para se deslocar ao trabalho e para as residências.

Ele destacou que a duplicação poderá auxiliar no escoamento da produção e no desenvolvimento do município, uma vez que é um dos principais acessos ao aeródromo.

“Além disso, essa é uma rodovia extremamente importante, que liga duas cidades e bairros populosos”, comentou.

Segundo o vice-prefeito, o Executivo quer a duplicação do trevo do São Cristóvão até a cerâmica Strufaldi. Já encaminhada ao DER, a proposta tem o apoio do secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Edson Giriboni.

Vicentão explicou que a duplicação pode ser feita após a conclusão da recuperação da rodovia. Conforme ele, as obras iniciadas no mês passado podem, inclusive, baratear o projeto de duplicação.

“Normalmente, quando isso acontece, a duplicação usa um lado da pista que permanece. Então, não seria obra perdida. Muito pelo contrário: ela pode reduzir o custo”, argumentou.

Trabalho conjunto

Iniciada em agosto, a recuperação da SP-141 teve início após trabalho conjunto entre as Prefeituras de Tatuí e Cesário Lange. As melhorias na rodovia resultaram em pedidos apresentados pelo ex-prefeito de Tatuí, Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, e pelo atual de Cesário Lange, Ramiro de Campos.

Presentes ao evento que marcou o começo das obras, os dois afirmaram que a rodovia é “muito importante para a economia da região”.

Gonzaga citou que empresas que integram o parque industrial e as populações de bairros próximos serão as mais beneficiadas.

Também lembrou que a recuperação vai facilitar o acesso de estudantes à Fatec (Faculdade de Tecnologia) “Professor Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”. “É uma obra que eu reputo, até pelo valor dela (R$ 21,6 milhões), que Tatuí ganha muito com isso”, afirmou.

Segundo Gonzaga, a recuperação da SP-141 representa uma das últimas solicitações feitas por ele quando deputado estadual. “Na verdade, essa obra é a última das que eu pedia e reclamava ao governo do Estado”, ressaltou.


Publicidade