Em premiação

458
Publicidade





Nesta semana, teve início a premiação do 21º Concurso Artístico e Literário de Natal, promovido pelo jornal O Progresso em duas categorias: desenho e redação.

No total, houve 2.305 inscrições, distribuídas entre 1.738 desenhos e 557 redações. Nesse montante, também há trabalhos oriundos da Apae, que concorre em categoria separada, com 29 desenhos e cinco redações.

Neste ano, cerca de 50 instituições de ensino receberam convite. As escolas públicas e particulares tiveram a chance de estimular seus alunos a trabalhar o tema “O Natal em Tatuí”, nas duas modalidades.

Os vencedores em cada grupo de anos são premiados com R$ 250. A iniciativa concede um total de R$ 2.500, valor dividido entre os primeiros colocados do 1º, 2º e 3º anos; 4º e 5º; 6º e 7º; e 8º e 9º.

Publicidade

As entregas estão sendo realizadas diretamente pelos patrocinadores. São parceiros do concurso: loja Maricota, Prudente Fórmulas – Farmácia de Manipulação, a loja Sempre Bella Lingerie, Imobiliária Simões, Plenna Estética, Paulo Motos, escola de idiomas CCAA, Colégio Objetivo e Palácio do Sorvete.

Direcionado a alunos do ensino fundamental de escolas públicas e particulares, o certame cultural manteve pelo quarto ano consecutivo as inscrições de estudantes da Escola de Educação Especial “Wanderley Bocchi”, mantida pela Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

Os desenhos e redações foram avaliados, em 2015, por comissão julgadora integrada por professores e artistas plásticos.

A escolha das redações vencedoras esteve a cargo da jornalista e gerente de comunicação do Conservatório, Deise Juliana de Oliveira Voigt, e das professoras Leila Menezes Salum da Silva, Cimira Cameron e Almira Porciúncula.

Por sua vez, os desenhos foram selecionados pelo publicitário Fábio Antunes dos Santos (Binho), e pelos artistas plásticos Domingos Jacob Filho (Mingo Jacob), Jaime Pinheiro e Rafael Sangrador.

Somam-se ao corpo de jurados a artista plástica Carmelina Monteiro e a professora Ana Maria Carnielli Assumpção. Elas determinaram os vencedores em desenhos e redações, respectivamente, pelo quarto ano seguido na categoria “especial”, da Apae.

Na modalidade redação, os estudantes puderam escrever em qualquer estilo literário, desde que respeitando o tema do concurso. Já na modalidade desenho, os trabalhos tiveram de ser produzidos em papel sulfite, no tamanho A4 (21 cm X 29 cm), em qualquer estilo artístico e seguindo o tema.

O concurso teve preparativos iniciados em agosto. Além dos prêmios, os vencedores terão os trabalhos publicados na edição especial de Natal, que circulará próxima à data festiva. Os desenhos e redações serão veiculados em caderno especial, a ser produzido pelo bissemanário.

Mais que ilustrar páginas de uma edição comemorativa, o objetivo do concurso é dar a chance de as crianças se interessarem pela literatura e pela arte, ao mesmo tempo em que se sensibilizam com o tema, que lembra o nascimento de Jesus, muito além da distribuição de presentes.

Por sua vez, aos professores, o certame rende reconhecimento, uma vez que conta com a colaboração deles. São os educadores que trabalham, com os estudantes, a temática do concurso dentro de suas respectivas disciplinas.

Neste ano, os inscritos aumentaram em quase 100%, saltando de 1.200, em 2014, para 2.305, em 2015. Por isso e, especialmente, pelo empenho e boa vontade, O Progresso agradece aos professores, os maiores responsáveis pelo sucesso de mais esta edição do concurso.


Publicidade